VLID3 (Valid) – Vale a pena investir?

VLID3

Hoje vamos entender se vale a pena investir na VLID3 (Valid). Abaixo, seguem algumas informações relevantes e o vídeo de apresentação da companhia, levando em considerão os resultados recentes.

A VLID3 (Valid)

A Valid (BM&FBOVESPA: VLID3) é uma empresa há mais de 60 anos no mercado. Fundada em 1957, a companhia abriu capital em 2006. Atualmente a empresa tem mais de 6,000 mil empregados e teve uma receita de R$1,7 bilhões em 2018.

Presente em 17 países, sendo a 5ª maior fornecedora mundial de cartões SIM, possuí um portfólio abrangente relacionado a tecnologia de segurança e soluções para o mundo financeira e bancário, assim como para as empresas de serviço de telefone móvel, identificaçaõ de pessoas, transações, gestão de dados, IoT e Track & Trace.

A empresa é a maior quanto a emissão de certificação de documentos no Brasil, e está entre as 10 maiores fabricantes de cartões bancários.

Alguns números

₋Conta com mais de 6 mil colaboradores;

₋53% da receita de 2018 auferida no Brasil;

₋66% do Ebitda de 2018 auferido em identificação;

₋60% de market share em documentos de identificação no Brasil;

₋7,5% de market share em cartões SIM no mundo;

Pontos Positivos

-Posição consolidada no mercado;

-Métricas de crédito adequadas;

-Menor necessidade de capital de giro;

-Fluxo de caixa operacional;

-Distribuição de proventos.

Pontos Negativos

-Maior dependência do mercado doméstico;

-Número reduzido de clientes;

-Falta de diferenciação nos cartões SIM.

Vídeo – VLID3 (Valid) – Vale a pena investir?

Conheça o INVISTA EM AÇÕES para receber as melhores análises e recomendações para montagem de uma carteira de ações de longo prazo. Tenha acesso a atualizações de 3 Carteiras Recomendadas com diferentes perfis: Carteira Dividendos, Carteira Crescimento e Carteira Top Recomendadas. Receba, ainda, análises e recomendações das melhores ações da Bolsa de Valores.

Caso você queira receber análises e recomendações de médio e curto prazos, conheça o FULL TRADER. O produto mais completo de recomendações de operações em Bolsa de médio e curto prazos. Nele você recebe as melhores recomendações nos mais diferentes mercados e estratégias: Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo, Milho e S&P Futuro.

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Fonte: Valor. InfoMoney. Quantum. Estadão. Broadcast. Folha. Exame. B3. MoneyTimes.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Setor automotivo – Análise Setorial

Setor automotivo

Setor automotivo

O setor automotivo produziu aproximadamente 2,8 milhões de veículos leves em 2018. Esse número é 4,3% acima do ano anterior. Destaque para o desempenho do setor no mercado interno, uma vez que o total de licenciamentos apresentou variação positiva de 13,8%. Compensando assim a queda de 18,3% nas exportações. No segmento de caminhões o movimento foi ainda mais forte, sendo que a produção e licenciamentos cresceram 27,1% e 46,3% respectivamente. Em contrapartida, as vendas para o mercado externo regrediram 12,7%.

A produção total de autoveículos, incluindo veículos  leves, caminhões e ônibus, foi de 2,880 milhões. Esse número representa um crescimento de 6,7% frente a 2017. O volume só não foi maior devido à diminuição de 17,9% nas exportações com a crise na Argentina, que absorvia 70% do que era vendido ao mercado externo. Este movimento foi parcialmente compensado pelo aumento no envio para Chile e Colômbia, países com alto potencial de desenvolvimento. Nos primeiros dois meses de 2019, licenciamentos e produção cresceram 17,8% e 5,4%, respectivamente.

Perspectivas

Para 2019, a expectativa é que o setor automotivo mantenha o crescimento de produção e venda de produtos. O setor deve ser impulsionado, principalmente, pelo financiamento dos bancos de montadoras e pelo baixo patamar das taxas de juros.

Mesmo com os indicadores de consumo para bens duráveis abaixo do nível de satisfação, é importante ressaltar que o comprometimento médio de renda com dívidas continua caindo e as famílias estão mais otimistas em relação à capacidade de pagamento. Ponto negativo para o cenário adverso na Argentina, que deve continuar impactando as exportações.

Empresas do setor

Não possuímos nenhuma recomendação no setor automotivo. Porém, já estivemos posicionados em alguns ativos e acreditamos que existam boas empresas nesta área. Abaixo, segue avaliação das principais empresas acompanhadas:

Metal Leve (LEVE3)

Uma empresa que está em nosso radar e que consideramos de alta qualidade é a Metal Leve, que tem suas ações negociadas em bolsa com o código LEVE3. A companhia apresentou crescimento de 14,4% na sua receita líquida em 2018, sendo que o bom desempenho no segmento de motores compensou totalmente a queda nas vendas na área de filtros. Houve ganho nas margens operacionais, menor proporção de despesas com vendas, gerais e administrativas e incremento de 16,2% no Ebitda.

Iochpe Maxion (MYPK3)

A Iochpe Maxion (MYPK3), companhia global com atuação em diversos países, registrou variação positiva de 28,4% na receita líquida. Destaque para o bom desempenho de rodas de alumínio na América do Norte e componentes estruturais para veículos comerciais na América do Sul. As vendas internacionais corresponderam a 75,3% do total auferido. O Ebitda aumentou 32,4% na base anual, impulsionado por maiores volumes, variação cambial, ganhos de escala e melhora no resultado financeiro. Ponto negativo para o aumento no custo de produtos vendidos, reflexo do reconhecimento do frete no custo de serviços prestados, e não mais nas despesas operacionais.

 Tupy (TUPY3)

A Tupy (TUPY3), multinacional brasileira especializada em fundição de blocos de motor e cabeçotes, apresentou crescimento de 30,3% na receita líquida anual. Destaque para o desempenho positivo no segmento de transporte, infraestrutura e agricultura no mercado externo, sendo parcialmente compensado pela queda de volumes no segmento hidráulico nacional. O Ebitda evoluiu 29,9%, principalmente pelas receitas no segmento de veículos comerciais leves nos Estados Unidos, além das vendas para empresas de mineração, construção e infraestrutura no mercado externo.

Gráfico de Ebitda em 12 meses

Análise comparativa

Sobre as ações das companhias, a que apresenta melhores indicadores de mercado é a LEVE3 da Metal Leve. Os ativos estão sendo negociados com um índice P/L relativamente baixo (11,20) e não existe nenhum risco associado ao negócio que justifique este desconto.

Acreditamos que a Iochpe-Maxion é um investimento mais arriscado devido a alta alavancagem financeira e baixa rentabilidade aos fornecedores de capital. Além disso, vale ressaltar a estrutura de capital agressiva.

A Tupy possui um índice P/L abaixo das outras duas. Porém, a rentabilidade patrimonial é inferior a da Metal Leve. Além disso, o percentual de dívida sobre o patrimônio líquido demonstra que a empresa apresenta maior proporção de capital de terceiros para se financiar.

Assim como a LEVE3, a TUPY3 também já fez parte de nossas recomendações. As duas são nossas principais opções no setor e estão em observação. Embora não tenhamos nenhuma previsão de recomendação neste sentido. Os pontos positivos são a gestão eficiente das companhias, as perspectivas de crescimento e a solidez dos indicadores financeiros. Abaixo, seguem números comparativos:

Quer receber as melhores análises e recomendações para a montagem de uma carteira de ações de longo prazo? 

Caso você queira receber análises e recomendações de longo prazo para a montagem da sua carteira de ações, conheça o INVISTA EM AÇÕES.

Sobre o Invista em Ações

Conheça nosso produto INVISTA EM AÇÕES e tenha acesso a atualizações de 3 Carteiras Recomendadas com diferentes perfis: Carteira Dividendos, Carteira Crescimento e Carteira Top Recomendadas. Receba, ainda, análises e recomendações das melhores ações da Bolsa de Valores.

Ou você quer receber recomendações para operar no curto prazo?

Caso você queira receber análises e recomendações de médio e curto prazos, conheça o FULL TRADER.

Sobre o Full Trader

FULL TRADER é o produto mais completo de recomendações de operações em Bolsa de médio e curto prazos. Receba as melhores recomendações nos mais diferentes mercados e estratégias: Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo, Milho e S&P Futuro.

Conheça o nosso Produto FULL TRADER.

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Fontes das Informações: Valor. InfoMoney. Quantum. Estadão. Broadcast. Folha. Exame. B3. MoneyTimes.

Importante: Leia o nosso Disclosure, antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Vantagens de investir no Tesouro Direto

Vantagens de investir no tesouro direto

Vantagens de investir no Tesouro Direto

Hoje vamos falar a respeito de algumas vantagens de investir no Tesouro Direto e aprender a simular suas aplicações.

Como escolher onde investir?

Escolher a forma de aplicar o seu dinheiro não é uma tarefa simples. Para te ajudar a encontrar a melhor maneira de fazer o seu dinheiro render de acordo com sua realidade e seus objetivos, listamos as principais vantagens da aplicação no tesouro direto. Uma modalidade que além de segura, pode ser muito rentável.

Nos últimos anos, o brasileiro tem saído da poupança e colocado seu dinheiro no tesouro direto. Enquanto a poupança tem rendido pouca coisa acima da inflação, o tesouro direto tem rendido muito bem.

Acessível para investir e para retirar o dinheiro

Uma das principais vantagens de aplicar no Tesouro Direto é ser extremamente acessível.

Não é preciso grandes quantias para começar uma aplicação. Com R$ 30 reais já é possível começar. Nesse sentido, o tesouro direto é muito mais democrático e vantajoso que os investimentos em CDB’s, LCI e LCA, por exemplo. Esses últimos costumam exigir um aporte financeiro mínimo para iniciar as aplicações. Geralmente acima de mil reais ou até mais.

Além disso, o tesouro direto possui uma liquidez diária.  Dessa forma, permite a venda dos títulos comprados antes do que investidor tinha planejado.  Embora, caso você faça isso, a rentabilidade possa ser maior ou menor, dependendo de qual título foi escolhido no momento da compra. A liquidez também faz do tesouro direto o mais indicado para quem pretende fazer investimentos recorrentes, por exemplo, todo mês. Você pode investir e retirar o dinheiro sempre que quiser.

Segurança

Outra grande vantagem dos títulos do tesouro direto é a segurança. Para entender o motivo de ser considerado um investimento tão seguro, lembre-se que ao comprar um título público, você basicamente está emprestando o seu dinheiro ao governo que, por sua vez, devolverá a quantia com juros.

Além disso, o Tesouro Direto tem a garantia da instituição financeira mais segura e sólida do país: o tesouro nacional. Como todos os bancos no país também possuem uma enorme quantidade de títulos públicos, caso este o governo desse um “calote”, todas as instituições financeiras do país quebrariam. Por isso, a chance do governo não saldar essas dívidas (incluindo a que você emprestou para ele, lembra?) é mínima. Ou seja, se o  tesouro ”quebrar” é possível que haja um colapso total do mercado financeiro.

Basta dizer que na pior das hipóteses, o tesouro nacional ainda tem o poder de imprimir moeda para pagar os seus credores (no caso, você). Isso geraria uma crise sem precedentes e uma inflação nas alturas. Mas o governo prefere isso a deixar de pagar as dívidas públicas. Por isso o tesouro garante, no mínimo, o retorno integral do valor investido.

Rentabilidade

Uma grande vantagem do Tesouro Direto é o fato de aliar a segurança com o uma rentabilidade real. Isso é importante para aqueles investidores que possuem um perfil mais conservador e não quer que a inflação ”coma” seus retornos.

Lembrando que no site do Tesouro Direto, temos, diariamente, todos os títulos para negociação. Confira:

Simulador do Tesouro Direto

No site do Tesouro também é possível que você faça simulações de aplicações. Você pode simular com diferentes títulos, valores e prazos. Confira o vídeo abaixo e saiba como utilizar o simulador do Tesouro Direto:

Quer receber as melhores análises e recomendações para investir no Tesouro Direto?

Com o nosso produto Top Renda Fixa, você conta com as melhores recomendações e análises de Títulos de Renda Fixa (CDBs, LCIs, LCAs, Debêntures, LCs, FIDCs, CRAs, CRIs, e LFs) e Tesouro Direto. Incluindo também, a Carteira Recomendada de Tesouro Direto.

Você conta ainda com todo o nosso suporte e consultoria para ver qual o melhor momento para cada tipo de título de Renda Fixa. Caso o seu interesse seja o de montar uma carteira diversificada de investimentos, conheça também o nosso produto Carteiras Capitalizo.

 

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

LINX3 (Linx) – Vale a pena investir?

linx3

LINX3 (Linx) – Vale a pena investir?

Hoje vamos entender se vale a pena investir na LINX3 (Linx). Abaixo, seguem algumas informações relevantes e o vídeo de apresentação da companhia, levando em conta os resultados recentes.

A LINX3 (Linx)

-A Linx é uma empresa brasileira especialista em tecnologia para o varejo. A companhia é líder no mercado de software de gestão. De acordo com o IDC ( International Data Corporation) a Linx possui mais de 41% de market share (mercado varejista);

-A empresa tem capital aberto desde 2013 e foi fundada em 1985;

-A empresa possui mais de 3 mil colaboradores, espalhados pelos 15 escritórios no Brasil e presença em 7 países da América.

Diferenciais/vantagens competitivas

-A empresa apresenta soluções inovadoras e de fácil implementação para varejistas;

-O modelo de negócios da empresa tem se mostrado previsível e com histórico de crescimento e rentabilidade;

-Ampla e diversificada base de clientes (mais de 50 mil clientes). Lembrando que, a taxa de renovação de clientes no 4T18 foi de 99,1%,

-A Linx tem um histórico de aquisições bem sucedidas.

Resultados de 2018

Vídeo – Vale a pena investir na LINX3 (Linx)?

Quer receber as melhores análises e recomendações para a montagem de uma carteira de ações de longo prazo? 

Caso você queira receber análises e recomendações de longo prazo para a montagem da sua carteira de ações, conheça o INVISTA EM AÇÕES.

Sobre o Invista em Ações

Conheça nosso produto INVISTA EM AÇÕES e tenha acesso a atualizações de 3 Carteiras Recomendadas com diferentes perfis: Carteira Dividendos, Carteira Crescimento e Carteira Top Recomendadas. Receba, ainda, análises e recomendações das melhores ações da Bolsa de Valores.

Ou você quer receber recomendações para operar no curto prazo?

Caso você queira receber análises e recomendações de médio e curto prazos, conheça o FULL TRADER.

Sobre o Full Trader

FULL TRADER é o produto mais completo de recomendações de operações em Bolsa de médio e curto prazos. Receba as melhores recomendações nos mais diferentes mercados e estratégias: Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo, Milho e S&P Futuro.

Conheça o nosso Produto FULL TRADER.

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Fontes das Informações: Valor. InfoMoney. Quantum. Estadão. Broadcast. Folha. Exame. B3. MoneyTimes.

BBPO11 – Banco do Brasil Progressivo II

BBPO11

BBPO11 – Banco do Brasil Progressivo II

O fundo imobiliário em destaque de hoje é o BBPO11 – Banco do Brasil Progressivo II. Abaixo seguem informações a respeito do fundo e o vídeo explicativo.

Principais informações

-Gestora: Vorantim Asset Management (VAM)

-Administrador: Vorantim Asset Management (VAM)

-Com início das negociações em 2012, o Fundo foi criado para adquirir imóveis do BB, para aluga-los ao próprio banco. O prazo dos contratos de alugueis é de 10 anos, sendo renováveis por mais 10. Já o indexador dos contratos é o IPCA.

-Foco e atuação: Agências Bancárias/Corporativo

-Público alvo: investidores no geral

-Código de negociação: BBPO11

-P/VPA: 1,35 x

-Valor de mercado: R$2,2 bi

-Taxa de administração/gestão: 0,28% ao ano

-Número de cotistas: 34.000

-Participação no IFIX: 5,76%

-Objetivo: rentabilidade líquida de IPCA + 8,5% ao ano

Carteira

Distribuição dos imóveis

Proventos

-Último rendimento (18/03): R$1,02

-Yield último rendimento: 0,74%

-Yield 12 meses: 8,68%

Vídeo Explicativo – BBPO11 – Banco do Brasil Progressivo II

Quer investir nos melhores Fundos de Investimentos?

Adquira o TOP FUNDOS e tenha acesso às melhores análises e recomendações, do produto mais completo do mercado. Saiba mais, clicando aqui.

Invista em Fundos e diversifique seus investimentos

O investimento em Fundos é uma das formas mais inteligentes de se investir. Além da possibilidade de diversificação de carteira, aplicando em diferentes Fundos (com diferentes estratégias), você pode ter o seu dinheiro gerido pelos melhores gestores do Brasil e do mundo.

Adquira o nosso Produto TOP FUNDOS DE INVESTIMENTOS e receba as melhores recomendações e análises dos principais Fundos de Investimentos do mercado. Além disso, tenha acesso às nossas Carteiras Recomendadas de Fundos.

 

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

ABEV3 (Ambev) – Atualização de cenários

abev3

ABEV3 (Ambev) – Atualização de cenários

Hoje traremos a atualização de cenários da ABEV3 (Ambev). Abaixo, seguem algumas informações relevantes e o vídeo de apresentação da companhia, levando em conta os resultados recentes.

Pontos Positivos

-Liderança no mercado brasileiro de refrigerantes e cervejas. Presença em 16 países (liderança em 9 deles);

-Aumento da presença em outros países (diversificação);

-Controladora (Ab InBev) é a maior empresa de cervejas do mundo e uma das 5 maiores companhias de bens de consumo do mundo;

-Elevada geração de caixa – empresa com caixa líquido;

-(Muita) Disciplina em custos;

-Constantes inovações em produtos e embalagens;

-Previsibilidade dos negócios e histórico da companhia;

-Dezenas de operações, centros de distribuição (próprios e terceirizados) e mais de 55 mil funcionários = estrutura verticalizada.

Pontos Negativos

– Governança/controle;

-O aumento da concorrência pode limitar o crescimento em um mercado que a Ambev já é líder (pode ter mais a perder do que ganhar);

-Percepção de piora nos produtos;

-Aumentos de preços de commodities como açúcar e alumínio;

-Possível elevação de carga tributária e redução de subsídios;

-Múltiplos elevados;

-Ainda que tenhamos um cenário melhor para AL e do Sul, o consumo mundial de cerveja está estagnado. Consumo de cerveja em queda (no Brasil caiu nos últimos 4 anos)

-Crise na Argentina;

-Piora da economia no Brasil;

Vídeo – ABEV3 (Ambev) – Atualização de cenários

Quer receber as melhores análises e recomendações para a montagem de uma carteira de ações de longo prazo? 

Caso você queira receber análises e recomendações de longo prazo para a montagem da sua carteira de ações, conheça o INVISTA EM AÇÕES.

Sobre o Invista em Ações

Conheça nosso produto INVISTA EM AÇÕES e tenha acesso a atualizações de 3 Carteiras Recomendadas com diferentes perfis: Carteira Dividendos, Carteira Crescimento e Carteira Top Recomendadas. Receba, ainda, análises e recomendações das melhores ações da Bolsa de Valores.

Ou você quer receber recomendações para operar no curto prazo?

Caso você queira receber análises e recomendações de médio e curto prazos, conheça o FULL TRADER.

Sobre o Full Trader

FULL TRADER é o produto mais completo de recomendações de operações em Bolsa de médio e curto prazos. Receba as melhores recomendações nos mais diferentes mercados e estratégias: Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo, Milho e S&P Futuro.

Conheça o nosso Produto FULL TRADER.

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Fontes das Informações: Valor. InfoMoney. Quantum. Estadão. Broadcast. Folha. Exame. B3. MoneyTimes.

GGBR4 (Gerdau) – Vale a pena investir?

ggbr4

GGBR4 (Gerdau) – Vale a pena investir?

Hoje vamos entender se vale a pena investir na GGBR4 (Gerdau). Abaixo, seguem algumas informações relevantes e o vídeo de apresentação da companhia, levando em conta os resultados recentes.

A empresa

-Fundada em 1901;

-Abriu capital de 1947;

-Ações listadas na Bolsa de Nova York desde 1999;

-Forte atuação nas Américas;

Mercados: construção, automotivo, energia elétrica, óleo e gás, implementos rodoviários;

Produtos: arames, barras, bloco de construção, bobina, placas, treliça, vergalhão.

Alguns números

₋Operações de negócios em 10 países;

₋Conta com mais de 30 mil colaboradores;

₋42% da receita 2018 auferida na América do Norte;

₋Previsão de R$ 7 bilhões em investimento para os próximos três anos;

₋12 milhões de toneladas de sucata recicladas por ano;

₋Valor de mercado de R$ 25 bilhões.

Pontos Positivos

-Processo de desinvestimentos;

-Redução e alongamento da dívida;

-Fluxo de caixa livre;

-Diversificação geográfica;

-Preços internacionais atrativos.

Pontos Negativos

-Recuperação lenta da indústria de aço longo no Brasil;

-Situação econômica na Argentina;

-Ciclicidade do setor de atuação.

Vídeo – Vale a pena investir na GGBR4 (Gerdau)?

Quer receber as melhores análises e recomendações para a montagem de uma carteira de ações de longo prazo? 

Caso você queira receber análises e recomendações de longo prazo para a montagem da sua carteira de ações, conheça o INVISTA EM AÇÕES.

Sobre o Invista em Ações

Conheça nosso produto INVISTA EM AÇÕES e tenha acesso a atualizações de 3 Carteiras Recomendadas com diferentes perfis: Carteira Dividendos, Carteira Crescimento e Carteira Top Recomendadas. Receba, ainda, análises e recomendações das melhores ações da Bolsa de Valores.

Ou você quer receber recomendações para operar no curto prazo?

Caso você queira receber análises e recomendações de médio e curto prazos, conheça o FULL TRADER.

Sobre o Full Trader

FULL TRADER é o produto mais completo de recomendações de operações em Bolsa de médio e curto prazos. Receba as melhores recomendações nos mais diferentes mercados e estratégias: Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo, Milho e S&P Futuro.

Conheça o nosso Produto FULL TRADER.

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Fontes das Informações: Valor. InfoMoney. Quantum. Estadão. Broadcast. Folha. Exame. B3. MoneyTimes.

Indústria – Análise Setorial

Indústria

Indústria – Análise Setorial

Hoje traremos uma versão resumida de um dos relatórios setoriais que distribuímos aos nossos clientes: Indústria – Análise Setorial

O setor em 2018

Em 2018, a produção industrial apresentou evolução de 1,1%, com resultados positivos em três das quatro grandes categorias:

Bens duráveis

A parte de bens duráveis foi o grande destaque do ano, com crescimento de 7,6%, sendo impulsionada pela ampliação na fabricação de automóveis (+10,8%) e eletrodomésticos da linha marrom (+4,4%).

Bens de capital

Bens de capital registraram incremento de 7,4%, com impacto positivo de equipamentos de construção (+25,2%) e transporte (+13,8%).

Bens intermediários, semi e não duráveis

Bens intermediários evoluíram 1,1%, e bens semi e não duráveis regrediram 0,3%. Mesmo com dados animadores, a recuperação ainda está muito pulverizada, uma vez que apenas 51% dos produtos analisados pelo IBGE demostraram produção física superior a 2017.

Resultados 4TRI/18

No quarto trimestre de 2018, o setor industrial recuou 1,1%. Dessa forma, interrompendo uma série positiva iniciada nos primeiros três meses de 2017. Este resultado demonstra que o segmento perdeu força no decorrer do exercício, pois no primeiro trimestre havia desenvolvido 2,8%, passando para 1,8% no período seguinte e ficando com variação de 1,2% entre julho e setembro.

Um dos maiores impactos nesta desaceleração foi observado na fabricação de automóveis, com reflexo da crise na Argentina, que absorve boa parte das exportações da área.

E em 2019?

De acordo com dados da sondagem industrial de janeiro, o setor mantém um movimento de recuperação gradual, mesmo com os efeitos pontuais mais recentes. A produção costuma cair no primeiro mês do ano, na comparação com o período imediatamente anterior, mas no início de 2019 ficou praticamente estabilizada.

Capacidade instalada

A utilização de capacidade instalada aumentou 1 ponto percentual em janeiro/19. Com isso, atingiu o patamar mais elevado dos últimos quatro anos para o mês (66%). Em contrapartida, o indicador ainda está 3 pontos percentuais abaixo da média entre 2011 e 2015. Os estoques recuaram nos últimos três meses apurados, com grande intensidade em dezembro, trazendo os volumes para próximo do planejado.

Perspectivas

O otimismo continua em crescimento constante desde outubro de 2018. Destaques para a expectativa de demanda, número de empregados e compras de matérias-primas, que atingiram o maior nível desde 2011. Por outro lado, as perspectivas para a quantidade exportada seguem abaixo da média. Após atingir o vale em 2015, o índice de intenção de investimento continua evoluindo. Este indicador apresentou variação positiva nas últimas cinco divulgações, chegando ao patamar de abril de 2014.

Produção física frente x mesmo período do ano anterior

Desempenho por segmento em 2018

Dentro dos segmentos da indústria de transformação, a maior variação de 2018 foi registrada em veículos automotores, reboques e carrocerias. O processo de renovação de frotas foi um dos grandes impulsionadores das vendas de implementos rodoviários no ano. Com a recuperação dos preços de fretes e a procura dos transportadores por maior eficiência, a demanda permaneceu aquecida no período. A produção de caminhões apresentou volumes crescentes, com grande concentração no mercado interno, reduzindo o impacto da diminuição de exportações para a Argentina.

O setor farmacêutico continuou em evolução, apresentando a segunda maior variação na indústria de transformação. O mercado brasileiro proporciona uma projeção de crescimento acima de outros emergentes, sustentado pelo tamanho e processo de envelhecimento da população. Estes fatores deverão impulsionar os resultados dos players no longo prazo, mais precisamente na área de produtos de prescrição. Outro ponto importante a ser ressaltado é a menor participação de mercado de multinacionais.

Nas atividades de papel e celulose, a produção foi impactada positivamente pela expansão de capacidade e por preços mais atrativos no mercado internacional. A demanda por produtos de fibra curta e fibra longa permaneceu em patamar elevado durante o ano, principalmente na China e na Europa. Embora o mercado interno de embalagens e sacos industriais tenha sido afetado pelo fraco desempenho da construção civil, os produtores puderam aproveitar sua flexibilidade para encontrar outros mercados para escoar seus estoques.

Maiores variações em 2018 por segmento

Empresas do setor

As empresas industriais costumam apresentar resultados cíclicos, com grande correlação com a economia nacional. A produção de bens de capital e bens duráveis demonstra esta dependência, uma vez que foram os segmentos que mais sofreram com a crise dos últimos anos.

A perspectiva é boa para o setor nos próximos anos e tende a se favorecer com a retomada da economia.

Weg (WEGE3)

Weg (WEGE3) possui alguns diferencias, tais como a estrutura financeira, a diversificação internacional, o mix de produtos e o controle de custos, além da capacidade de investimento em expansão e modernização sem a necessidade de comprometer seu resultado.

A empresa vem apresentando melhora significativa em suas receitas operacionais, aproveitando a nova conjuntura econômica e a sinergia com novos negócios. As margens ainda estão sendo impactadas devido a aquisições, mas este efeito deve se manter somente no curto prazo, com expectativa de melhores indicadores com ganhos de escala e expansão no mercado externo. Embora tenha sofrido impacto com a consolidação de resultados, o retorno sobre o capital investido continua em evolução, reflexo da performance operacional e da disciplina na utilização de recursos.

Klabin (KLBN11)

A Klabin (KLBN11) , continua se aproveitando de sua flexibilidade para escolher mercados de maior rentabilidade, e a unidade Puma obteve, mais uma vez, recorde de produção. A empresa apresenta evolução constante em seu volume de vendas, embora tenha sido afetada pelo tabelamento do frete e pela elevação no custo de insumos na última apuração. A perspectiva é boa para o setor, mas alguns desafios devem permanecer, como é o caso da baixa demanda da indústria cimenteira no Brasil, impactando o resultado de embalagens.

A companhia possui posição consolidada no mercado de papel e embalagens, sendo a líder nos segmentos de caixas de papelão ondulado e cartões revestidos no Brasil. Sua estrutura verticalizada e a base diversificada de clientes do setor de alimentos possibilitam maior eficiência operacional, acarretando em margens acima da média do setor. A característica cíclica da indústria de produtos florestais e papéis reduz a previsibilidade do negócio, embora a capacidade de aumentar as exportações e mudar a proporção de produtos vendidos acabe compensando parcialmente a volatilidade dos resultados no longo prazo.

Fontes: CNI, Quantum Axis, IBGE, Weg RI e Klabin RI

Quer receber as melhores análises e recomendações para a montagem de uma carteira de ações de longo prazo? 

Caso você queira receber análises e recomendações de longo prazo para a montagem da sua carteira de ações, conheça o INVISTA EM AÇÕES.

Sobre o Invista em Ações

Conheça nosso produto INVISTA EM AÇÕES e tenha acesso a atualizações de 3 Carteiras Recomendadas com diferentes perfis: Carteira Dividendos, Carteira Crescimento e Carteira Top Recomendadas. Receba, ainda, análises e recomendações das melhores ações da Bolsa de Valores.

Ou você quer receber recomendações para operar no curto prazo?

Caso você queira receber análises e recomendações de médio e curto prazos, conheça o FULL TRADER.

Sobre o Full Trader

FULL TRADER é o produto mais completo de recomendações de operações em Bolsa de médio e curto prazos. Receba as melhores recomendações nos mais diferentes mercados e estratégias: Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo, Milho e S&P Futuro.

Conheça o nosso Produto FULL TRADER.

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Fontes das Informações: Valor. InfoMoney. Quantum. Estadão. Broadcast. Folha. Exame. B3. MoneyTimes.

Importante: Leia o nosso Disclosure, antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Kapitalo Tarkus FIC FIA

Kapitalo Tarkus

Kapitalo Tarkus FIC FIA

O fundo em destaque de hoje é o Kapitalo Tarkus FIC FIA. Abaixo seguem informações a respeito do gestor, do fundo e o vídeo explicativo.

A Gestora

Fundada em 2009 por João Carlos Pinho e Carlos Woetz, a Kapitalo é uma das gestoras independentes mais reconhecidas do mercado. Atualmente faz a gestão de quatro Fundos de investimentos, incluindo os ”carros-chefe” Kapitalo Zeta e Kapitalo Kappa – ambos multimercados.

O Fundo

O Kapitalo Tarkus FIC FIA é um fundo relativamente novo, com início em novembro de 2017. Com o objetivo de bater o Ibovespa, tem a proposta de manter pelo menos 70% do capital comprado em ações, permitindo ainda, operar alavancado.

Outras Informações

Classificação ANBIMA: Ações – Livre

Público alvo: investidores qualificados

Aplicação inicial: R$10.000

Movimentação mínima: R$10.000

Taxa de administração: 2% ao ano

Taxa de performance: 20% sobre o que exceder o Ibovespa

Cotização do resgate: D+30 (corridos)

Vídeo explicativo

Quer investir nos melhores Fundos de Investimentos?

Adquira o TOP FUNDOS e tenha acesso às melhores análises e recomendações, do produto mais completo do mercado. Saiba mais, clicando aqui.

Invista em Fundos e diversifique seus investimentos

O investimento em Fundos é uma das formas mais inteligentes de se investir. Além da possibilidade de diversificação de carteira, aplicando em diferentes Fundos (com diferentes estratégias), você pode ter o seu dinheiro gerido pelos melhores gestores do Brasil e do mundo.

Adquira o nosso Produto TOP FUNDOS DE INVESTIMENTOS e receba as melhores recomendações e análises dos principais Fundos de Investimentos do mercado. Além disso, tenha acesso às nossas Carteiras Recomendadas de Fundos.

Mais Sobre o Top Fundos de Investimentos

Receba as melhores análises e recomendações de Fundos de Investimentos, através do produto mais completo do mercado. Conheça os melhores gestores do Brasil e do Mundo, e saiba como investir nos mais rentáveis Fundos de Renda Fixa, Fundos de Previdência, Fundos Internacionais, Fundos Multimercados, Fundos de Ações e Fundos Imobiliários. Para saber mais, clique aqui. 

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Relatório Grátis – Banco Itaú (ITUB4)

Banco Itaú

Relatório Grátis – Banco Itaú (ITUB4)

A história do Unibanco começou na década de vinte, em Poços de Caldas, Minas Gerais. A Casa Moreira Salles, armazém conhecido na região, passou a ter a autorização do governo federal para funcionar como seção bancária, representando grandes bancos particulares e o Banco do Brasil. Algum tempo depois, com alguns movimentos societários, passou a funcionar como instituição bancária. A empresa começou suas atividades na década de quarenta na cidade de São Paulo sob o nome de Banco Central de Crédito, passando a adotar a atual denominação a partir da aquisição de um banco mineiro vinte anos depois. Hoje traremos nossa análise para as ações do Banco Itaú (ITUB4)

Histórico

Nos dois casos, o crescimento das instituições partiu de fusões e aquisições, aproveitando oportunidades de consolidação que o mercado brasileiro ofereceu ao longo dos anos. Em 2008, os dois bancos anunciaram a fusão que deu origem ao Itaú Unibanco, tendo a união aprovada em 2010 pelo CADE, com a integração finalizada em outubro daquele ano. As movimentações mais relevantes nos últimos anos foram a compra da Credicard, reconhecida emissora de cartões, das operações de varejo do Citibank no Brasil e de participação minoritária da XP Investimentos. Abaixo, a linha histórica de parcerias e aquisições.

Produtos

Os principais produtos oferecidos são dos segmentos de tecnologia, eletrodomésticos, telefonia e móveis, com amplo mix disponível no site da empresa. Além de atuar no varejo, oferece produtos e serviços financeiros como crédito ao consumidor, seguros e consórcios. Está listada na B3 desde 2011, estando presente no segmento Novo Mercado, que inclui empresas adeptas de práticas diferenciadas de governança corporativa. Nos últimos anos, vem apresentando evolução em suas operações, com novos centros de distribuição, redução de custos e o início de uma transformação digital.

Estrutura

Com mais de 60 anos de história. Conta com 860 lojas físicas, site próprio e dez centros de distribuição espalhados em dezesseis estados brasileiros. São 20 mil colaboradores. Trabalhando para atender uma base de mais de 45 milhões de clientes. Desde 2014, possui um centro de desenvolvimento e inovação, o Luizalabs.  Por sua vez, essa tem o objetivo de transformar o Magazine Luiza em uma empresa digital. Sendo que sua operação de e-commerce já ganhou 12 vezes o troféu Diamante no Prêmio Excelência em Qualidade no Comércio Eletrônico B2C.

Quer receber as melhores análises e recomendações para a montagem de uma carteira de ações de longo prazo?

Conheça nosso produto INVISTA EM AÇÕES e tenha acesso a atualizações de 3 Carteiras Recomendadas com diferentes perfis: Carteira Dividendos. Carteira Crescimento. Carteira Top Recomendadas. Receba ainda, análises e recomendações das melhores ações da Bolsa de Valores.

Caso você queira receber análises e recomendações de médio e curto prazos, conheça o FULL TRADER.

 

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Fontes das Informações: Valor. InfoMoney. Quantum. Estadão. Broadcast. Folha. Exame. B3. MoneyTimes.

Receba nossos relatórios Grátis