Day Trade em Ações

As operações de Day Trade são aquelas que compramos e vendemos um ativo dentro do mesmo pregão. As operações podem durar alguns minutos ou até algumas horas. Além de ser muito efetuado em contratos de Índice Futuro e de Dólar, o Day Trade em Ações também pode gerar ganhos em curto prazo.

Obviamente, é necessário ter alguns cuidados quando fazemos Day Trade. Bem como ter uma estratégia operacional que aponte claramente os pontos de entrada e saída. Além disso, como veremos abaixo, esse tipo de operação permite um alto percentual de alavancagem, o que pode gerar prejuízos. Por isso, cuidado com a alavancagem.

Por outro lado, quando efetuado de maneira consciente, com alavancagem moderada e uma boa estratégia operacional, o Day Trade em Ações pode gerar ganhos extraordinários. Abaixo, seguem 5 motivos que explicam porque as operações de Day Trade em Ações estão entre as nossas favoritas para ganhar em curtíssimo prazo:

Motivo 1: Possibilidade de ganhar tanto na alta como na baixa

Nas operações de Day Trade em Ações você pode ganhar independentemente do mercado subir ou cair. Isso porque  podemos ter, dentro do mesmo pregão, diferentes tendências, aumentando a probabilidade de novas operações e chances de ganhos.

Motivo 2: Você não fica posicionado de um dia para o outro

É comum uma ação abrir caindo 2% ou subindo 2% no pregão seguinte a sua compra ou venda. Nesses casos, não é possível se proteger caso o mercado venha “contra” nossa operação, pois os ativos já abrem em “gap”. Encerrando as operações dentro do dia, você não corre o risco de sofrer prejuízos na abertura do pregão seguinte.

Motivo 3: Operar em mercados com alta liquidez

Um dos pré-requisitos para fazer operações Day Trade é focar em mercados de alta liquidez. Isso significa ter uma grande quantidade de negócios realizados e facilidade para comprar e vender. Ações como da Petrobras ou Vale, por exemplo, podem negociar mais de R$600 milhões ou até R$1 bilhão em um único pregão.

Motivo 4:  Alavancagem sem custo

Já que você pode usar seu patrimônio como garantia das operações Day Trade, é possível se alavancar. Alavancagem significa operar com mais capital do que temos. Por exemplo, vamos supor que a alavancagem das ações da Petrobras (PETR4) seja de 10 vezes. Isso significa que com R$ 10.000 em conta você pode operar R$ 100.000 em ações da Petrobras.

No caso do Day Trade, como as operações são encerradas no mesmo dia, você não tem custos para efetuar essa alavancagem. Em operações de venda alugada, por exemplo, você tem o custo do BTC. Já em operações a termo, você tem o custo do termo.

Motivo 5: Opere quando quiser e tenha a possibilidade de obter resultados rápidos

Qual o tempo que você tem disponível para operar? 1 hora por dia? 2 horas? Pode operar o dia todo?

Realizando operações Day Trade, você escolhe quando e com quanto vai operar. Além disso, seja com prejuízo ou com ganhos, as operações costumam durar pouco tempo. Dessa forma, você tem flexibilidade para entrar em novas operações ou encerrar o seu dia de trades.

Recomendações de Day Trade em Ações da Capitalizo

Na Capitalizo, além das recomendações de Day Trade em índice e dólar, temos as recomendações de Day Trade em ações. Além do nosso cliente ter acesso ao histórico de todas as recomendações já realizadas, temos uma sala ao vivo onde nosso analista apresenta recomendações e pontos para suas operações de Day Trade durante todo o pregão.

Seguindo estratégias já utilizadas há alguns anos e com alta disciplina na entrada e saída das operações, nossos resultados têm sido muito satisfatórios. Apenas como exemplo, nos últimos 12 meses, o resultado acumulado das operações de Day Trade em ações é de + 170,92%*, com um percentual de acerto de 51,23%* das recomendações.

Você pode conferir todas as recomendações do produto Full Trader em 2018 aqui.

Conheça o Full Trader e receba análises e recomendações de curto e médio prazos na Bolsa de Valores

Full Trader é o produto mais completo do mercado para suas operações na Bolsa de Valores. Adquirindo, você recebe:

  • Recomendações de compra e venda de ativos acompanhadas pelo nosso time de analistas via app, WhatsApp e Painel do Trader;
  • Acesso ao nosso pregão ao vivo;
  • Contato direto com nossos analistas via WhatsApp;
  • Recomendações e análises em tempo real de operações Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Rastreador de Tendências (Estratégia Exclusiva), Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo e Milho Futuro;
  • Acesso ao produto Invista em Ações.

Não deixe de participar do nosso WhatsApp, por lá enviamos muitas dicas também.

Entre no link abaixo, deixe sua mensagem e salve o número.

**Somente seguindo esses passos você vai conseguir participar**

*Esses números refletem a soma dos resultados percentuais. As rentabilidades dos instrumentos financeiros podem apresentar variações em seu preço ou valor. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos e taxas. O analista se exime da responsabilidade de qualquer prejuízo, direto ou indireto, que venha a ocorrer da utilização deste relatório ou conteúdo.

Os descritivos das recomendações feitas, objeto de minuciosas análises de ativos para investimento, foram periodicamente publicados e estão devidamente registrados junto ao órgão regulador Apimec (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais). O investimento em ações é indicado para investidores com o perfil moderado e agressivo. Operações alavancadas em ações, em mercados de derivativos e opções podem gerar perdas superiores ao patrimônio do investidor. Pedimos atenção e cuidado com as operações alavancadas em ações (termo, aluguel, long&short, day trade), opções e mercados futuros (Índice, Dólar, Boi Gordo, Milho etc).

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos

AES TIETÊ – TIET11

A AES TIETÊ iniciou suas operações em 1963, por meio da Usina Barra Bonita, foi adquirida em 1999 após cisão da CESP em um processo de privatização, e está listada no nível 2 de governança corporativa da B3. Controlada pela AES Corp, mas com participação da BNDES nas ações da empresa, a companhia atua na geração de energia elétrica, por meio de fonte hidráulica, fontes eólica e solar. As hidrelétricas e uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH) estão localizadas nas regiões central e noroeste do estado de São Paulo, e os parques eólicos no estado da Bahia.

A empresa apresenta como pontos positivos: o modelo de negócio com base de ativos bem diversificados, métricas de crédito adequadas na alavancagem financeira, remuneração aos acionistas, acesso a diversas fontes de financiamento, além de posição de caixa – com mais de R$1 Bilhão em caixa – e alta rentabilidade. Como pontos negativos: a exposição a risco hidrológico, fluxo de caixa livre negativo no curto prazo e indicadores de mercado elevados.

As 9 usinas hidrelétricas e as 3 PCH estão divididas entre 80% de fonte hídrica, 11% eólica e 9% solar. O payout de 117% em 2018, dividend yield de 7,7%, ROE de 18,9%, P/L de 14,5; e seu valor de mercado de R$4,2 bilhões.

Em relação aos resultados do primeiro de trimestre de 2019, a empresa apresentou uma elevação na energia gerada de +21,2%; vendas a preços mais atrativos, início da operação do Complexo Guaimbê, maiores taxas e encargos (royalties e transmissão) e  queda de 28,8% de despesas financeiras.

AES Tietê Energia S.A. – R$ milhões 1T18 1T19 Var
Receita Bruta 482,6 555,3 15,1%
Receita Líquida 430,1 501,0 16,5%
Custos e Despesas Operacionais¹ 171,2 236,7 38,2%
Ebitda 258,9 264,3 2,1%
Margem Ebitda – % 60,2% 52,8% -7,4 p.p.
Lucro Líquido 54,8 62,0 13,3%
Margem Líquida – % 12,7% 12,4% -0,3 p.p.
Patrimônio Líquido 1.612,2 1.578,5 -2,1%
Dívida Líquida 2.186,9 3.000,9 37,2%
Geração de caixa operacional 339,4 326,6 -3,8%

¹Não inclui depreciação e amortização.

Quer saber o que nossos analistas recomendam sobre a AES TIÊTE – TIET11? Assista ao vídeo:

Quer receber as melhores recomendações para seus investimentos na Bolsa de Valores?

Conheça o INVISTA EM AÇÕES para receber as melhores análises e recomendações para montagem de uma carteira de ações de longo prazo. Tenha acesso a atualizações de 3 Carteiras Recomendadas com diferentes perfis: Carteira Dividendos, Carteira Crescimento e Carteira Top Recomendadas. Receba, ainda, análises e recomendações das melhores ações da Bolsa de Valores.

Caso você queira receber análises e recomendações de médio e curto prazos, conheça o FULL TRADER. O produto mais completo de recomendações de operações em Bolsa de médio e curto prazos. Nele você recebe as melhores recomendações nos mais diferentes mercados e estratégias: Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo, e Milho Futuro.

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

____

Ficou com dúvidas? Entre em contato agora:

WhatsApp: http://whts.co/capitalizo

Site: https://capitalizo.com.br/

Email:  [email protected]

Acompanhe nossas redes e saiba mais!

Facebook: https://www.facebook.com/capitalizo

Instagram: https://www.instagram.com/capitalizoinvestimentos/

___

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

 

Esse material é meramente informativo e não representa oferta, análise ou recomendação.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Os 10 fundos imobiliários preferidos dos grandes investidores

Os fundos imobiliários (FIIs) contam com mais de 200 mil brasileiros investindo. Atualmente existem 173 fundos imobiliários listados na B3, ou seja, com as cotas negociadas em bolsa. Essa forma de investimento é uma alternativa perante o panorama da taxa básica de juros.

De acordo com o Big Data Smart Brain, os top 10 FIIs mais investidos no mês de abril são:

Top FII FII Rent. Mês (%) Rent. Mês (%) Rent. 12 Meses (%)
1 RBRR11 FDO INV IMOB – FII RBR RENDIMENTO HIGH GRADE 4,55 2,26 15,72
2 BRCR11 FDO INV IMOB- FII BTG PACTUAL CORP. OFFICE FUND -3,40 1,10 3,67
3 KNRI11 KINEA RENDA IMOBILIÁRIA FDO INV IMOB – FII 0,25 6,13 -2,84
4 KNCR11 KINEA RENDMENTOS IMOBILIÁRIOS FDO INV IMOB – FII 0,13 0,82 6,69
5 KNIP11 KINEA ÍNDICES DE PREÇOS FDO INV IMOB – II 1,76 3,78 11,05
6 HGLG11 CSHG LOGÍSTICA FDO INV IMOB – FII -1,95 14,79 19,59
7 BBPO11 BB PROGRESSIVO II FDO INV IMOB – FII 1,51 4,00 4,24
8 BCFF11 FDO INV IMOB – FII BTG PACTUAL FUNDO DE FUNDOS 0,87 0,92 0,42
9 VISC11 VINCI SHOPPING CENTERS FDO INVEST IMOB – FII -1,30 1,31 1,39
10 MXRF11 MAXI RENDA FDO INV IMOB – FII -2,08 12,99 12,66

Em relação ao mês de março tivemos algumas mudanças, como o Rendimento High Grade (RBRBR11) que está no primeiro lugar – antes ocupado pelo GGR Covepi Renda (GGRC11), o CSHG Logística (HGLG11), o BB Progressivo (BBPO11), o Vinci Shopping Centers (VISC11) e Maxi Renda (MXRF11).

Se você quiser saber mais sobre o Top 10 Fundos Imobiliários para investir, confira o nosso vídeo explicativo:

___

Quer receber as melhores análises e recomendações de Fundos de Investimento Imobiliários? Conheça o TOP FUNDOS DE INVESTIMENTOS. Nele você tem acesso a nossa Carteira Exclusiva. Conheça os melhores gestores do Brasil e do Mundo, e saiba como investir nos mais rentáveis Fundos de Renda Fixa, Fundos de Previdência, Fundos Internacionais, Fundos Multimercados, Fundos de Ações e Fundos Imobiliários.

Conheça o WhatsApp da Capitalizo, receba o melhor conteúdo gratuito do mercado e tire suas dúvidas com a nossa equipe. E, para receber recomendações de investimentos conheça nossos produtos.

___

Analistas Responsáveis

 

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

____

Ficou com dúvidas? Entre em contato agora:

➡WhatsApp: http://whts.co/capitalizo

➡Site: https://capitalizo.com.br/

➡Email:  [email protected]

Acompanhe nossas redes e saiba mais!

➡Facebook: https://www.facebook.com/capitalizo

➡Instagram: @capitalizoinvestimentos

___

Fonte: Veja – https://moneytimes.com.br/veja-os-10-fundos-imobiliarios-preferidos-dos-grandes-investidores/

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Esse material é meramente informativo e não representa oferta, análise ou recomendação.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

MRV Engenharia e Participações S.A. – MRVE3

O Grupo MRV foi fundado em 1979 por Rubens Menin Teixeira de Souza, Mário Lúcio Pinheiro Menin e Vega Engenharia Ltda., na cidade de Belo Horizonte (MG). Dois anos após a sua formação, a Veja Engenharia Ltda. se retirou da MRV Serviços e Engenharia.

A empresa compreende a administração de bens próprios; a incorporação, construção e comercialização de imóveis próprios ou de terceiros; a prestação de serviços de engenharia pertinentes às atribuições dos responsáveis técnicos; e a participação em outras sociedades na qualidade de sócia ou acionista.

A Companhia tem 40 anos de atuação e está presente em 155 cidades e 22 estados. É líder nacional no segmento de baixa renda, com foco no MCMV 2 e 3, e o FGTS é a principal fonte de financiamento dos clientes.

As ações da empresa passaram a ser negociadas em 2007 na BM&BOVESPA, no chamado Novo Mercado. Ainda no mesmo ano passaram a deter participação acionária no capital social das empresas Prime e Blás, atuantes no segmento de Empreendimentos Residenciais Populares. Em 2008 foi constituída a MRV LOG (atual LOG Commercial Properties e Participações S.A – LOG CP), tendo como acionista a MRV e o Autonomy Investimentos, no ano seguinte as ADRs da MRV começaram a ser negociadas na OTCQX International Premier. E, em 2010 a ação MRVE3 passou a fazer parte do Ibovespa.

No ano de 2018 as duas empresas passaram a ser negociadas separadamente na B3, desse modo a Companhia deixou de ter participação no controle da Log.

A empresa teve R$ 7,0 bilhões em lançamentos em 2018, R$ 50,9 bilhões no banco de terrenos, market share de 60% em baixa renda, dividend yield de 8,8%, ROE de 15,5%, P/L de 9,21; e um valor de mercado de R$6,6 bilhões.

Em relação aos resultados divulgados no primeiro trimestre de 2019, é possível observar um aumento no volume de obras +27,2%, lançamentos +37,6% e vendas +4,9%; menor proporção de despesas sobre a receita; melhora no resultado financeiro, mas aumento em depreciação.

Quer saber o que nossos analistas pensam a respeito da empresa? Confira o vídeo para saber a nossa recomendação:


___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Ficou com dúvidas? Entre em contato agora:

→WhatsApp: http://whts.co/capitalizo

→Site: https://capitalizo.com.br/

→Email:  [email protected]

Acompanhe nossas redes e saiba mais!

→Facebook: https://www.facebook.com/capitalizo

→Instagram: @capitalizoinvestimentos

___

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

 

Esse material é meramente informativo e não representa oferta, análise ou recomendação.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Construção Civil em freio?

No final de abril foi lançado um relatório sobre a situação da indústria de construção civil, e sentimos em dizer que está desaquecida. Aparentemente os empresários perderam a confiança no setor e o nível de atividade regrediu em comparação com o final de 2018. Em consequência a esses fatores, as intenções de investimentos no setor podem ser menor que o previsto no curto prazo, mas depende ainda do andamento de projetos econômicos no Congresso Nacional.

Em contrapartida, um ponto positivo tem sido o aumento na utilização da capacidade operacional e na melhora dos índices relacionados ao nível corrente de atividade e emprego. Com a recuperação econômica, as incorporadoras de médio porte estão preenchendo o espaço deixado por grandes empresas impactadas pela crise. Muitos players relevantes no cenário nacional entraram na recessão altamente alavancados e como consequência enfrentaram problemas financeiros. Outro fator relevante foi a Operação Lava Jato.

Mas, ainda temos onde investir. Entre as nossas recomendações no setor de construção civil está a Tenda, com um retorno de quase 170% nos últimos dois anos.

Gráfico de retorno da Tenda: rentabilidade em torno de quase 170% de valorização desde maio de 2017

Se você quiser entender melhor onde aplicar nesse setor, você pode ter acesso às nossas recomendações. Clique aqui!

Receba nossos relatórios Grátis