Banco Central corta Selic. Vai mais?

Enquanto o Banco Central americano (Fed) decidiu reduzir as taxas de juros em 0,25% e abrir menos espaço para novos cortes – pelo menos até a resolução da Guerra Comercial China X EUA –, aqui no Brasil, o Copom foi muito além.

De forma unânime e como era aguardado, o BC decidiu cortar a taxa Selic em 0,50%, para 5,50% ao ano. No comunicado oficial, porém, deixou a porta aberta para vermos uma Selic abaixo dos 5% que eram esperados pelo mercado ao final de 2019:

“…a consolidação do cenário benigno para a inflação prospectiva deverá permitir ajuste adicional no grau de estímulo.”

Dessa forma, enxergamos espaço para mais um corte de 0,50% na reunião de outubro e outro de mesmo tamanho em dezembro. Ou seja, mantido o cenário atual, veremos a Selic a 4,5% ainda em 2019.

Hoje, os Juros Futuros já abriram o dia incorporando esse novo cenário. Juros para baixo e avante:

Petrobras (PETR3/PETR4) – reajuste de preços

Após o ataque a Saudi Aramco no final de semana, a Petrobras havia anunciado que “acompanharia os desdobramentos do evento” para definir se mexeria no preço dos combustíveis. O petróleo havia subido mais de 10% na segunda-feira. Isso poderia transparecer que a empresa seguraria os preços e que a temida ingerência estaria, em breve, de volta.

Por hora, porém, a ingerência não ocorreu e a Petrobras anunciou aumento no diesel de 4,2% e na gasolina de 3,5% nas refinarias.

Para o longo prazo, já desistimos de Petrobras há algum tempo. Já para o médio prazo, a continuidade do processo de venda de ativos e os sinais de não ingerência na política de preços podem ser interessantes gatilhos para a alta dos preços das ações PETR3/PETR4. Dessa forma, seguimos “comprados”.

Em 2019, as ações PETR4 sobem pouco mais de 23%, mas estão “de lado” desde fevereiro. Esperamos que esse movimento seja “rompido” em breve e que as ações voltem a subir.

Sinqia (SQIA3) – o que fazer após a precificação?

Após anunciar que a precificação do follow-on ficou em R$ 62, as ações da empresa tiveram baixa de mais de 3% no pregão de ontem.

A empresa anunciou que a operação vai representar um aumento de capital de R$ 362,7 milhões. Além disso, “os recursos líquidos obtidos por meio da oferta serão utilizados na ampliação da participação no mercado de softwares aplicativos para o setor financeiro por meio de potenciais aquisições de empresas consideradas estratégicas para expansão do portfólio de produtos, expansão da carteira de clientes, adição de tecnologias e/ou entrada em novos segmentos”.

Assim como no caso de Petrobras, acreditamos que Sinqia possa ter gatilhos que sustentem uma retomada dos preços nos curto e médio prazos. Seguimos “comprados” em SQIA3.

Em 2019, as ações SQIA3 acumulam forte alta de 160%.

Confira também nossas últimas publicações (Blog e Canal do YouTube):

Encerrando as operações muito cedo

LREN3 – Conheça a Lojas Renner

MALL11 – Conheça o Malls Brasil Plural FII

Quer receber as melhores análises e recomendações de investimentos do mercado?

Confira nossos produtos

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Fonte: Valor, InfoMoney, Quantum, Estadão/Broadcast, Folha, Exame, B3, MoneyTimes.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Taxas dos Títulos do Tesouro Direto

Taxas dos Títulos do Tesouro

Taxas dos Títulos do Tesouro Direto

Confira como ficaram as taxas dos Títulos do Tesouro Direto, após a decisão do Copom de baixar a Selic para 5,5% ao ano. Utilizamos como referência o dia 19/09/2019:

Base de investidores – Julho

Em julho de 2019, o total de investidores ativos no Tesouro Direto, isto é, aqueles que atualmente estão com saldo em aplicações no programa, atingiu a marca de 1.109.363 pessoas. No mês passado, 36.373 investidores tornaram-se ativos, um crescimento de 3,39% em relação ao mês anterior. Já o crescimento no número de investidores cadastrados no programa atingiu seu segundo maior valor na série histórica, 227.680, ou 5,23% a mais na comparação com junho, atingindo a marca de 4.578.915 pessoas.

Operações de investimento – Julho

No mês de julho de 2019, foram realizadas 545.576 operações de investimento em títulos do Tesouro Direto (segundo maior valor da série), no valor total de R$ 2,66 bilhões.

Os títulos mais demandados pelos investidores foram os indexados à taxa Selic (Tesouro Selic) que totalizaram R$ 1,31 bilhão, representando 49,46% das vendas. Os títulos indexados à inflação (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais) somaram, em vendas, R$ 928,85 milhões e corresponderam a 34,96% do total, enquanto as vendas de prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais) totalizaram R$ 413,87 milhões, ou 15,58%.

O Tesouro Direto é uma boa alternativa de investimento?

O Tesouro Direto é um Programa do Tesouro Nacional desenvolvido em parceria com a B3 para venda de títulos públicos federais para pessoas físicas, de forma 100% online.

Lançado em 2002, o Programa surgiu com o objetivo de democratizar o acesso aos títulos públicos, permitindo aplicações a partir R$ 30,00.

O Tesouro Direto é uma excelente alternativa de investimento pois oferece títulos com diferentes tipos de rentabilidade (prefixada, ligada à variação da inflação ou à variação da taxa de juros básica da economia – Selic), diferentes prazos de vencimento e também diferentes fluxos de remuneração. Com tantas opções, fica fácil achar o título indicado para realizar seus objetivos!

Além de acessível e de apresentar muitas opções de investimento, o Tesouro Direto oferece boa rentabilidade e liquidez diária, mesmo sendo a aplicação de menor risco do mercado.

Qual o Título escolher?

Aparentemente simples, escolher o tipo de Título do Tesouro é a tarefa mais importante que cabe ao investidor. Como os Títulos Públicos possuem marcação a mercado, eles podem ter volatilidade. Dessa forma, caso o investidor queira sair antes do vencimento do Título, o mesmo pode ter um ágio (valorização) ou um deságio (desvalorização). Isso acontece principalmente nos Títulos atrelados à inflação (IPCA+) e nos prefixados.

Além disso, é importante que o investidor entenda qual o objetivo dele com o investimento. Alguns investidores querem se proteger da inflação, outros garantir taxas, outros, por sua vez, querem ganhar com a valorização dos Títulos.

Como podemos te ajudar na escolha dos Títulos do Tesouro?

No nosso produto Top Renda Fixa, você conta com uma Carteira Recomendada de Títulos Públicos. Além disso, é possível montarmos, de forma personalizada, a sua Carteira no Tesouro Direto. Dessa forma, levando em conta o seu capital e os seus objetivos, você terá disponível as melhores recomendações de Títulos Públicos para a diversificação dos seus investimentos.

Quer receber as melhores análises e recomendações para seus investimentos de Renda Fixa?

Conheça o Top Renda Fixa. Ideal para quem quer sair da poupança sem abrir mão da segurança ou melhorar a rentabilidade dos rendimentos atuais. Receba as melhores análises e recomendações de Títulos de Renda Fixa e Tesouro Direto.

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Fonte: Valor, InfoMoney, Quantum, Estadão, Broadcast, Folha, Exame, B3, MoneyTimes.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

LREN3 – Conheça a Lojas Renner

lren3

LREN3 – Conheça a Lojas Renner

Confira o nosso artigo exclusivo e o vídeo explicativo a respeito das ações da Lojas Renner – LREN3

A empresa

A Lojas Renner inaugurou seu primeiro ponto de venda em Porto Alegre, em 1922. No início das operações, a empresa fazia parte do grupo A. J. Renner e comercializava artigos têxteis, até ampliar seu mix de produtos e iniciar suas atividades como loja de departamento. Pouco mais de quarenta anos depois, devido ao seu crescimento, se tornou independente de sua controladora e, em 1967, realizou a abertura de capital.

Após décadas de bom desempenho, passou por uma profunda reestruturação no início dos anos noventa e começou a operar no formato de loja de departamento especializada em moda. Passou, então, a se consolidar em outros estados, tais como Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal. Em 1998, a J. C. Penney Brazil, subsidiária de uma das maiores redes de lojas de departamento dos Estados Unidos, adquiriu o controle acionário da companhia, que já contava com vinte e uma lojas. Com esse movimento, a empresa atingiu um novo patamar com um intenso plano de expansão.

Em 2005, quando já contava com sessenta e quatro pontos de venda, a controladora optou por vender suas ações na Bolsa de Valores de São Paulo. A Lojas Renner entrou, então, no Novo Mercado da Bovespa como a primeira companhia no país a ter seu capital pulverizado e aproximadamente 100% das ações em circulação. No ano seguinte, iniciou sua atuação no Nordeste do país, com a abertura de unidades em Pernambuco, Ceará e Bahia. Na mesma época foi implementada a área de produtos financeiros, com oferta de empréstimo pessoal e saque rápido. Posteriormente, foram lançados o co-branded Meu Cartão Renner, com as bandeiras MasterCard e Visa, e o projeto de e-commerce.

Atuação

A Lojas Renner é a maior varejista de moda do Brasil. Entre suas subsidiárias, a Camicado atua no segmento de casa e decoração, e a Youcom é especializada em moda jovem. A empresa opera também com a Realize CFI, que apoia o negócio de varejo com oferta e gestão de produtos financeiros. Considerando os quatro formatos, conta com mais de 570 lojas espalhadas pelo território nacional, além de ter inaugurado sua primeira operação Renner fora do país, com unidades lançadas em Montevidéu, no Uruguai.

O sistema de logística da empresa é totalmente integrado e flexível, permitindo que os diferentes produtos ofertados estejam ao alcance dos clientes rapidamente, respeitando as diferenças climáticas, regionais e preferências locais. Os centros de distribuição próprios estão localizados em Santa Catarina e Rio de Janeiro. Além do sistema de distribuição, a Renner conta com equipe interna para criação e desenvolvimento dos produtos. São realizadas pesquisas de temas para cada marca e estilo, com acompanhamento de desfiles e feiras nacionais e internacionais, buscando tendências de grandes centros urbanos para satisfazer as necessidades dos clientes.

Controle acionário

De acordo com a última atualização, o maior acionista (Standard Life Aberdeen PLC.) possui 9,48% das ações ordinárias, e o segundo (J.P. Morgan Asset Management H.Inc.), 6,83%. Mais de 80% do total está pulverizado entre minoritários.

Ações na B3

As ações negociadas na B3 apresentaram valorização de 21,1% em 2018, enquanto o Ibovespa desenvolveu 15,0%. Nos últimos dez anos, as ações ordinárias registraram variação positiva de 1.234,1%, frente a 83,5% do benchmark.

Destaque para a qualidade da gestão e resiliência em momentos de crise. O valor pago pelas ações da empresa conta com prêmio acima da média e a inclusão do ativo em carteira serve como defesa em cenários de stress, contribuindo com menor correlação com fatores macroeconômicos na comparação com outras varejistas. Vale ressaltar que empresas voltadas para o consumo discricionário tendem a se favorecer em ciclos de expansão econômica.

E você quer ser sócio das melhores empresas do Brasil? Conte com as recomendações da Capitalizo.

Vídeo – LREN3 – Lojas Renner é a melhor empresa da Bolsa?

Quer receber as melhores recomendações de ações para montar sua carteira de longo prazo?

Conheça o Invista em Ações. O guia que vai te ajudar a construir e diversificar seu patrimônio. Receba análises e recomendações para a montagem da sua carteira de ações e conheça os ativos que podem trazer altos retornos em longo prazo. Acompanhe a nossa recomendação de diferentes Carteiras e invista com o suporte e acompanhamento da melhor equipe de analistas do mercado.

Acesse agora nossas recomendações de diferentes Carteiras 

Carteira Dividendos

Carteira Crescimento

Carteira Top Recomendadas

Carteira Small Caps

Conheça o Full Trader e receba análises e recomendações de curto e médio prazos na Bolsa de Valores

Full Trader é o produto mais completo do mercado para suas operações na Bolsa de Valores. Adquirindo, você recebe:

  • Recomendações de compra e venda de ativos acompanhadas pelo nosso time de analistas via app, WhatsApp e Painel do Trader;
  • Acesso ao nosso pregão ao vivo;
  • Contato direto com nossos analistas via WhatsApp;
  • Recomendações e análises em tempo real de operações Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Rastreador de Tendências (Estratégia Exclusiva), Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo e Milho Futuro;
  • Acesso ao produto Invista em Ações.

Acesse agora as mais diferentes recomendações

Day Trade

Swing Trade e Position Trade em Ações

Rastreador de Tendências (estratégia exclusiva)

Índice Futuro e Dólar

Opções

Long&Short

Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo e Milho Futuro

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Fonte: Valor, InfoMoney, Quantum, Estadão, Broadcast, Folha, Exame, B3, MoneyTimes.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Encerrando as operações muito cedo

operações

Encerrando as operações muito cedo

Sabemos que, operando no curto prazo, é praticamente impossível comprar na mínima e vender na máxima. Na verdade, não é nossa pretensão achar que poderemos sempre ganhar ou que venderemos no melhor ponto. Porém, muitos investidores até conseguem comprar ações em bons preços, mas não tem muita ideia de quando vendê-las. Quando isso acontece, normalmente o resultado é que as pessoas encerram as operações muito cedo e deixam de ganhar dinheiro.

A melhor forma de não encerrar uma operação muito cedo é identificar se a ação está em uma tendência de alta e “surfar” ao máximo essa tendência. Conforme vimos no artigo Rastreador de Tendências: Estratégia de Médio Prazo em Ações, utilizando gráficos é possível identificar claramente se uma ação está em tendência de alta -no caso da Estratégia do Rastreador, poderemos ficar meses ”surfando” essa tendência.

Como exemplo de tendência de alta, temos o nosso Índice Bovespa, o Ibovespa. O Ibovespa mostra o comportamento médio das ações com maior representatividade na nossa Bolsa e, como podemos ver abaixo, está em um canal de alta desde 2016:

No caso do Ibovespa, a tendência de longo prazo ainda é claramente de alta. Ou seja, enquanto o Índice estiver dentro desse canal, não temos como falar em baixa. Dessa forma, quem estiver ”comprado”, pode permanecer assim.

Por outro lado, caso os preços cortem o canal para baixo, uma tendência de baixa poderia estar se aproximando. Nesse caso, seguindo a nossa lógica, seria mais prudente ”vender” e ficar de fora.

O aspecto psicológico

Conforme observamos acima, mesmo para quem nunca viu um gráfico, é fácil perceber o canal de alta e que não haveria motivos para vender enquanto o Ibovespa continuar dentro dessa tendência. Porém, se é tão fácil, porque a maioria das pessoas não segue esse tipo de estratégia?

Primeiramente, vale comentar que não são todos os investidores que conhecem ou tem perfil para operar utilizando gráficos. Dessa forma, enquanto você pode estar preocupado com o canal de alta do Ibovespa, outros investidores sequer estão olhando para esse gráfico.

Porém, o que mais atrapalha o investidor a não usar ou respeitar essa as tendências dos gráficos é a falta de paciência. Isso mesmo, na maior parte das vezes os investidores ficam impacientes e, na pressa de garantir ganhos, acabam saindo cedo demais.

Abaixo, segue o exemplo de uma das nossas recomendações que está em andamento nas ações da Marfrig (MRFG3). A recomendação foi dada ainda em julho/19, após o ativo romper uma tendência de baixa. Felizmente, a operação andou bem e as ações subiram mais de 50% no período.

No caso acima, o gráfico não está tão ”bonito” ou fácil de visualizar a tendência como o do Ibovespa – até porque é comum demorar algumas semanas até essa tendência ficar perceptível. Nesses casos, utilizamos o que chamamos de Redução Parcial ou RP. A RP consiste na venda de metade da posição comprada com o intuito de garantirmos os ganhos. E foi exatamente isso que recomendamos em MRGFG3. Como as ações continuam subindo, seguimos comprados na outra metade da posição.

Vale ressaltar, que avisamos aos nossos clientes a hora de comprar, de reduzir (caso seja necessário) e de vender. Porém, de nada vale nosso trabalho, se o investidor deixar o ”psicológico” atrapalhar e não respeitar a estratégia proposta.

Exemplos de recomendações vencedoras

Abaixo, seguem alguns exemplos de recomendações bem sucedidas nas quais conseguimos surfar boas tendências, pela Estratégia do Rastreador:

Operação de compra em Estácio (ESTC3) +75,21%

Operação de compra em Gafisa (GFSA3) +53,32%

Operação de compra em Ferbasa (FESA4) +110,97%

Operação de compra em Locamerica (LCAM3) +80,78%

Operação de compra em Direcional (DIRR3) +42,82%

Operação de compra em Via Varejo (VVAR3) +56,15%

E você, que aproveitar as tendência de médio prazo das ações? Conte com as recomendações da Capitalizo.

Conheça o Full Trader e receba análises e recomendações de curto e médio prazos na Bolsa de Valores

Full Trader é o produto mais completo do mercado para suas operações na Bolsa de Valores. Adquirindo, você recebe:

  • Recomendações de compra e venda de ativos acompanhadas pelo nosso time de analistas via app, WhatsApp e Painel do Trader;
  • Acesso ao nosso pregão ao vivo;
  • Contato direto com nossos analistas via WhatsApp;
  • Recomendações e análises em tempo real de operações Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Rastreador de Tendências (Estratégia Exclusiva), Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo e Milho Futuro;
  • Acesso ao produto Invista em Ações.

 

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Fonte: Valor, InfoMoney, Quantum, Estadão, Broadcast, Folha, Exame, B3, MoneyTimes.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Destaques da Semana – Capitalizo

Destaques da Semana

Confira os destaques das nossas últimas publicações que selecionamos para você. 

Indicadores de Mercado (Variação em %)

Indicador

Taxa/Valor

set/19

ago/19

2019 (%)

Selic (efetiva) 5,90% ao ano 0,25 0,5 4,44
CDI 5,90% ao ano 0,25 0,5 4,44
Poupança 0,34 0,34 3,34
Ibovespa 104.616 2,52 -0,67 17,97
Índice Small Caps 2282,00 -1,99 0,48 25,37
IFIX 2658,00 -0,04 -0,11 12,93
Dólar Comercial R$4,070 -1,26 8,46 5,55
Euro Comercial R$4,510 -1,11 7,66 1,57
Ouro (B3) R$206,01 -1,51 17,95 32,11
IPCA 0,11 2,54
IGP-M -0,67 4,09

Bolsa de Valores – Fechamento do Pregão

Confira a análise dos principais ativos da Bolsa, na visão de Danillo Fratta (CNPI-T EM-1795), e os resultados das principais recomendações do nosso produto Full Trader:

___

Mais destaques

Confira também os principais destaques em conteúdo grátis dessa semana, além do VC Investidor – parceiro da Capitalizo na educação financeira.

Artigo – Fundos Imobiliários em Destaque 

Relatório Grátis do Mês – Cemig (CMIG3/CMIG4)

Artigo – Viva de renda com Fundos Imobiliários

Artigo – ENBR3 – Conheça a Energias do Brasil

Artigo – Indústria – Análise Setorial

Artigo – Como identificar uma barganha na Bolsa de Valores

Vídeo – Ações para ficar de olho essa semana

Vídeo – Amazon Prime: É o fim das varejistas nacionais?

Vídeo – BPAN4  -Oferta de Ações do Banco Pan

Vídeo –  Conheça o Fundo Alaska Black Institucional

Vídeo (VC Investidor) – Kinea Chronos Multimercado – Os melhores Fundos de Investimentos

Quer receber as melhores análises e recomendações de investimentos do mercado?

Confira nossos produtos

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Fonte: Valor, InfoMoney, Quantum, Estadão/Broadcast, Folha, Exame, B3, MoneyTimes.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Destaque da semana: Fundos Imobiliários

Fundos Imobiliários em destaque

Confira os Fundos Imobiliários em destaque nessa semana, a variação do IFIX e a agenda de proventos.

IFIX

O IFIX é um índice de retorno total de Fundos Imobiliários formado por uma carteira teórica. O seu objetivo principal é ser o indicador do desempenho médio das cotações dos produtos deste setor negociados nos mercados de bolsa e de balcão organizado da B3.

Em 2019, o IFIX sobe 13,04% e, em doze meses, a alta é de 24,33%:

set/19 agosto/19 julho/19 junho/19 maio/19
IFIX +0,06% -0,11% +1,27% +2,88% +1,76%

Gráfico IFIX- Retorno dos últimos meses (em %)

Fatos Relevantes

MAX RETAIL FII – MAXR11

Administrado pela BTG Pactual Serviços Financeiros, publicou Fato Relevante informando que a empresa Curso Preparatório Exatas LTDA – ME não realizou o pagamento do aluguel do imóvel localizado nos Lotes 2, 3, 4, 16, 17, CSA 1, Quadra D, Brasília/DF referente à competência de agosto/2019 e com vencimento em setembro/2019. Com isso a distribuição de rendimentos referente ao mês de setembro/2019 diminuiu aproximadamente -14,26%.

RIO BRAVO RENDA EDUCACIONAL FII – RBED11

Administrado pela Rio Bravo Investimentos, publicou Fato Relevante informando a Oferta Pública de Distribuição de Cotas da 2ª emissão do fundo em regime de esforços restritos e destinadas a investidores profissionais. Serão emitidas até 1,7 milhões de cotas com o valor unitário de R$ 148,92 (mais taxas), perfazendo o montante total de até R$ 250 milhões e com valor mínimo de R$ 50 milhões. Os atuais cotistas terão direito de preferência na subscrição das cotas da oferta, observado o fator de proporção para subscrição de cotas de 223,09% na proporção do número de cotas de sua titularidade. O coordenador líder da emissão será a Rio Bravo Investimentos.

OURINVEST LOGÍSTICA FII – OULG11B

Os cotistas do Fundo, administrado pela Ourinvest Asset Management, aprovaram em Assembleia Geral a Oferta Pública de Distribuição de Cotas da 7ª emissão do fundo em regime de melhores esforços e destinadas a investidores em geral. A oferta terá o montante total de até R$ 300 milhões e o valor mínimo de R$ 50 milhões. O coordenador líder da emissão será a Ourinvest DTVM.

KINEA HIGH YIELD CRI FII – KNHY11

Administrado pela Intrag DTVM e sob gestão da Kinea Investimentos, publicou Convocação para Assembleia Geral a ser realizada no dia 27/09/2019 a fim de deliberar sobre a Oferta Pública de Distribuição de Cotas da 2ª emissão do fundo.

VALORA RE III FII – VGIR11

Administrado pela BTG Pactual Serviços Financeiros e sob gestão da Valora Investimentos, emitiu comunicado informando o encerramento da 3ª emissão de cotas do fundo no dia 05/09/2019. Foram subscritas 1,83 milhões de cotas pelo valor unitário de R$ 97,74, perfazendo o valor total de R$ 180 milhões. Do total de cotas subscritas, 1,6 milhões foram subscritas por 4.879 pessoas físicas; 199,6 mil foram subscritas por 5 fundos de investimentos; e 48,5 mil foram subscritas por 72 demais pessoas jurídicas.

RBR ALPHA FUNDO DE FUNDOS FII – RBRF11

Administrado pela BTG Pactual Serviços Financeiros e sob gestão da RBR Asset Management, emitiu comunicado informando o encerramento da 4ª emissão de cotas do fundo no dia 02/09/2019. Foram subscritas 1,7 milhões de cotas pelo valor unitário de R$ 103,04, perfazendo o valor total de R$ 175,333 milhões. Do total de cotas subscritas, 340,8 mil foram subscritas por 43 pessoas físicas; 18,2 mil foram subscritas por 2 fundos de investimentos; 42,5 mil foram subscritas por 5 demais pessoas jurídicas; e 1,3 milhões foram subscritas por 7.671 atuais cotistas.

HEDGE BRASIL SHOPPING FII – HGBS11

Administrado pela Hedge Investments DTVM e sob gestão da Hedge Investments, publicou Fato Relevante informando o encerramento da 8ª emissão de cotas do fundo no dia 11/09/2019. Foram subscritas 3,3 milhões de cotas pelo valor unitário de R$ 230,85, perfazendo o valor total de R$ 757,5 milhões.

HABITAT II FII – HABT11

Administrado pela Vórtx e sob gestão da Habitat Capital Partners, publicou Comunicado ao Mercado informando que os contadores da Administradora revisitaram as despesas relacionadas à oferta de cotas e verificaram a existência de lucro relativo ao mês de agosto/2019, diferentemente do indicado no Comunicado ao Mercado publicado em 30/08/2019. Desta forma, desde que haja lucro acumulado contábil e lucro de caixa referente a setembro/2019, este lucro será distribuído.

Proventos (Dividendos)

Nome Valor Crédito
BRASIL VAREJO FII – BVAR11 R$ 6,52 23/09/2019
DOVEL FII – DOVL11B R$ 6,293 20/09/2019
ELDORADO FII – ELDO11B R$ 4,77 23/09/2019
HOSPITAL DA CRIANÇA FII – HCRI11 R$ 2,56 20/09/2019
IRIDIUM RECEBÍVEIS FII – IRDM11 R$ 1,14 17/09/2019
OURINVEST CYRELA FII – OUCY11 R$ 0,65 20/09/2019
OURINVEST FUNDO DE FUNDOS FII – OUFF11 R$ 0,45 20/09/2019
OURINVEST LOGÍSTICA FII – OULG11B R$ 0,81 20/09/2019
OURINVEST RE I FII – WTSP11B R$ 0,4 20/09/2019
PRESIDENTE VARGAS FII – PRSV11 R$ 1,93 20/09/2019
RBR ALPHA FUNDO DE FUNDOS FII – RBRF11 R$ 0,60 17/09/2019
RBR PRIVATE CREDITO IMOBILIARIO FII – RBRY11 R$ 0,60 17/09/2019
RBR PROPERTIES FII – RBRP11 R$ 0,27 20/09/2019
RBR RENDIMENTO HIGH GRADE FII – RBRR11 R$ 0,60 17/09/2019
SHOPPING PARQUE D PEDRO FII – SHDP11B R$ 7,00 20/09/2019
TORRE NORTE FII – TRNT11 R$ 0,64 20/09/2019
TRANSINC FII – TSNC11 R$ 30,72 20/09/2019
VALORA RE III FII – VGIR11 R$ 0,70 18/09/2019

Quer receber as melhores recomendações de Fundos Imobiliários?

O plano ideal para você que busca as melhores recomendações e acompanhamento do mercado de Fundos Imobiliários. Adquirindo, você terá acesso aos Fundos Imobiliários cuidadosamente analisados e recomendados pela equipe de analistas da Capitalizo.

O investimento em Fundos Imobiliários é uma das formas mais inteligentes de se investir em imóveis. Além dos rendimentos mensais serem isentos de Imposto de Renda, é possível que você invista nos principais empreendimentos (logísticos, corporativos, shoppings, entre outros) e títulos de renda fixa, atrelados ao mercado imobiliário, do Brasil.

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Fonte: Valor, InfoMoney, Quantum, Estadão, Broadcast, Folha, Exame. B3, MoneyTimes.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Renda Fixa – Panorama Mensal

renda fixa

Renda Fixa – Panorama Mensal

Confira o panorama mensal de Renda Fixa

O mercado

Em agosto, o IMA-Geral, que reflete o rendimento dos títulos públicos federais, subiu 0,16%, fechando os primeiros oito meses com 9,12%. Os índices de prazos mais longos apresentaram correção após quatro meses de forte alta, muito em função do aumento na percepção de risco em países emergentes. No mercado interno, destaque para a desvalorização acentuada do real frente ao dólar, atenção para as eleições e moratória na Argentina e divulgação de crescimento de 0,4% no PIB do segundo trimestre. No campo internacional, segue o ambiente de incertezas gerado pela guerra comercial entre China e Estados Unidos e pela possibilidade de crise global. Os dados econômicos na Europa continuam preocupando, principalmente depois da divulgação de retração do PIB alemão no segundo trimestre.

O IMA-B5+, que mede o desempenho de NTN-Bs com vencimentos acima de cinco anos, registrou o pior resultado entre os sub índices. Após apresentar 5,06% em junho e 1,51% em julho, regrediu 0,77% em agosto. O IRF-M1+, que indica a variação de prefixados acima de um ano, após um ganho de 2,72% em junho, entregou 1,27% em julho e ficou em 0,10% na apuração mais recente. O IMA-B5+ acumulou 38,52% em doze meses, e o IRF-M1+, 20,99%.

O IMA-S, que demonstra a variação de uma carteira teórica de LFTs, apresentou rendimento de 0,51%, um pouco abaixo do período anterior devido ao menor número de dias úteis. Vale ressaltar que este resultado está diretamente relacionado ao patamar da Selic, uma vez que os ativos da carteira são atrelados ao indexador. A taxa básica iniciou 2017 em 13,75%, chegando a 6,75% no início de 2018 e caindo para 6,50% em março do mesmo ano. Na reunião de julho de 2019, sofreu novo corte, ficando em 6,00%. O IMA-S entregou 6,33% nos últimos doze meses.

Retorno acumulado dos Títulos Públicos em doze meses

O IRF-M1, que demonstra o resultado de prefixados com prazo até um ano, apresentou retorno de 0,55%, 0,17 ponto percentual abaixo do período imediatamente anterior. O IMA-B5, que indica o desempenho de NTN-Bs com prazos abaixo de cinco anos, passou de 0,97% para 0,05% entre julho e agosto. Como pode ser observado, os índices de curto prazo apresentaram resultados acima das carteiras com vencimentos mais alongados, revertendo a tendência anterior. O IRF-M1 tem 7,46%, e o IMA-B5 apresenta 14,64% em doze meses.

Desde o início de 2019, os maiores ganhos foram observados em janeiro, maio e junho. No primeiro mês do ano o movimento é explicado pelo aumento da confiança após o novo governo assumir. Nos períodos seguintes, ruídos de comunicação entre o executivo e o congresso causaram efeitos adversos e geraram incertezas quanto à capacidade política para aprovação de reformas importantes. As notícias indicaram que a articulação avançou e, juntamente com a expetativa de queda na taxa básica, contribuiu para os rendimentos positivos.

O índice que mede o desempenho de títulos corporativos (IDA-Geral) apresentou desaceleração frente ao mês anterior, entregando um ganho de 0,15%, frente a 0,60% de julho. Os sub índices dessa classe indexados ao IPCA e a projetos de infraestrutura (IDA-IPCA e IDA-IPCA Infraestrutura) registraram variação negativa de 0,34% e 0,53%, respectivamente. O motivo da correção desses títulos também é o aumento de incertezas e a maior aversão a risco pelos agentes econômicos.

Curva de juros

Em agosto, os contratos DI com vencimento em janeiro de 2020 passaram de 5,59% para 5,41%, correspondendo a uma variação negativa de 3,31% no mês. O dólar subiu 9,92%, e o ouro perdeu 4,34% de valor. O IPCA medido em doze meses saltou de 3,22% para 3,43%, após uma variação positiva de 0,11% em agosto. O impacto mais relevante foi no grupo de habitação, uma vez que o item energia elétrica registrou variação positiva de 3,85%. Esse movimento foi parcialmente compensado por quedas nos grupos de alimentação e bebidas e transportes, esse último com diminuição de 0,45% no preço médio da gasolina.

O cenário de incertezas segue com a guerra comercial entre China e Estados Unidos, eleições e moratória de dívida na Argentina e desaceleração da atividade na Europa. Vale ressaltar a indicação de economias avançadas quanto a adoção de política monetária mais flexível, o que pode favorecer países emergentes. No setor financeiro, a recuperação das operações de crédito continua, impulsionadas pelo crescimento na concessão para pessoas físicas, e o mercado de capitais se mantém como fonte de financiamento importante para as empresas.

Destaques de Renda Fixa

Nas últimas semanas, tivemos alguns destaques interessantes de títulos de renda fixa. Inclusive alguns bancos aderiram a ”Semana do Brasil”. Vale destacar o Banco BTG que emitiu, por tempo limitado, uma Letra de Crédito Imobiliário (LCI), com retorno de 105% do CDI e resgate em 6 meses. Vale lembrar que a LCI não tem Imposto de Renda, ou seja, o rendimento bruto dessa aplicação, quando comparamos a outras que têm cobrança de IR seria de mais de 131% CDI.

Além disso, teremos algumas emissões importantes de títulos de crédito privado, incluindo as debêntures da Petrobras, que já enviamos um relatório exclusivo para os nossos clientes.

Quer receber as melhores análises e recomendações para seus investimentos de Renda Fixa?

Conheça o Top Renda Fixa. Ideal para quem quer sair da poupança sem abrir mão da segurança ou melhorar a rentabilidade dos rendimentos atuais. Receba as melhores análises e recomendações de Títulos de Renda Fixa e Tesouro Direto.

 

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Fontes das Informações: Valor, InfoMoney, Quantum. Estadão, Broadcast, Folha, Exame, B3, MoneyTimes.

Importante: Leia o nosso Disclosure, antes de investir.

Capitalizo consultoria, análises e recomendações de investimentos.

ITUB3 ITUB4 – Conheça o Banco Itaú

Banco Itaú

ITUB3 ITUB4 – Conheça o Banco Itaú

Confira o nosso artigo exclusivo e o vídeo explicativo a respeito das ações do Banco Itaú (ITUB3/ITUB4)

A empresa

A história do Unibanco começou na década de vinte, em Poços de Caldas, Minas Gerais. A Casa Moreira Salles, armazém conhecido na região, passou a ter a autorização do governo federal para funcionar como seção bancária, representando grandes bancos particulares e o Banco do Brasil. Algum tempo depois, com alguns movimentos societários, passou a funcionar como instituição bancária. O Itaú começou suas atividades na década de quarenta na cidade de São Paulo sob o nome de Banco Central de Crédito, passando a adotar a atual denominação a partir da aquisição de um banco mineiro vinte anos depois.

Nos dois casos, o crescimento das instituições partiu de fusões e aquisições, aproveitando oportunidades de consolidação que o mercado brasileiro ofereceu ao longo dos anos. Em 2008, os dois bancos anunciaram a fusão que deu origem ao Itaú Unibanco, tendo a união aprovada em 2010 pelo CADE, com a integração finalizada em outubro daquele ano.

As movimentações mais relevantes nos últimos anos foram a compra da Credicard, reconhecida emissora de cartões, das operações de varejo do Citibank no Brasil e de participação minoritária na XP Investimentos. O banco consolidou sua atuação em países como Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai, aumentando a participação nos segmentos de varejo bancário, empresas, corporate e tesouraria. A recente fusão entre o Itaú Chile e o CorpBanca assegurou maior presença internacional a companhia, ainda com alcance em atividades de banco comercial na Colômbia e no Panamá e de equity research no México.

Atuação

Atualmente, a companhia atua no Brasil e no exterior através de carteira comercial, de investimento, de crédito imobiliário, de crédito, financiamento e investimento e de arrendamento mercantil. Também conta com linhas auxiliares, com destaque para previdência privada, consórcios, fundos de investimento e administração de carteiras. Possui aproximadamente quarenta e seis mil caixas eletrônicos e pouco menos de cinco mil agências e postos de atendimento bancário.

É o maior banco privado do país, com um total de ativos que gira em torno de R$ 1,7 trilhão. Normalmente está inserido entre os cinco principais participantes do mercado no que diz respeito a empréstimos, depósitos à vista e a prazo, atividades de bancos de investimento, cartões de crédito e seguros. As atividades são mais diversificadas e estáveis do que o apresentado por bancos comerciais tradicionais, sendo que não existe grande dependência de negócios voláteis. A carteira de empréstimos é altamente fragmentada, com operações equilibradas entre cartão de crédito, crédito pessoal, consignado, veículos e imobiliário para pessoas físicas.

Controle acionário

A Iupar (Itaú Unibanco Participações) detém uma participação de 51,7% sobre as ações ordinárias (ITUB3) do banco, chegando a 26,3% no total. A Itaúsa, holding da instituição, possui 39,2% das ações com direito a voto, ficando com uma fatia de, aproximadamente, 20,0% do capital social. Outro acionista relevante é a Blackrock, gestora global de ativos, que conta com 7,2% das ações preferenciais (ITUB4), correspondendo a 3,6% do consolidado. O free float das ações ordinárias é relativamente baixo, ficando próximo de 7,8%. Já as preferenciais apresentam 97,8% em circulação ou com acionistas minoritários.

Ações na B3

As ações negociadas na B3 apresentaram valorização de 33,5% em 2018, enquanto o Ibovespa desenvolveu 15,0%. Nos últimos dez anos, as ações preferenciais registraram variação positiva de 271,0%, frente a 80,5% do benchmark.

As ações estão altamente correlacionadas com o mercado de crédito, que é influenciado pelo nível da taxa de juros, inflação e consumo. Mesmo observando capacidade para ganhos de capital, acreditamos que o posicionamento no ativo estaria muito mais focado na distribuição de dividendos, dependendo do preço de entrada. Vale ressaltar que o pagamento de proventos é feito mensalmente, garantindo maior linearidade na rentabilidade dos acionistas.

Vídeo – ITUB3/ITUB4 – Itaú: resultados consistentes e a resiliência de sempre

Quer receber as melhores recomendações de ações para montar sua carteira de longo prazo?

Conheça o Invista em Ações. O guia que vai te ajudar a construir e diversificar seu patrimônio. Receba análises e recomendações para a montagem da sua carteira de ações e conheça os ativos que podem trazer altos retornos em longo prazo. Acompanhe a nossa recomendação de diferentes Carteiras e invista com o suporte e acompanhamento da melhor equipe de analistas do mercado.

Acesse agora nossas recomendações de diferentes Carteiras 

Carteira Dividendos

Carteira Crescimento

Carteira Top Recomendadas

Carteira Small Caps

Conheça o Full Trader e receba análises e recomendações de curto e médio prazos na Bolsa de Valores

Full Trader é o produto mais completo do mercado para suas operações na Bolsa de Valores. Adquirindo, você recebe:

  • Recomendações de compra e venda de ativos acompanhadas pelo nosso time de analistas via app, WhatsApp e Painel do Trader;
  • Acesso ao nosso pregão ao vivo;
  • Contato direto com nossos analistas via WhatsApp;
  • Recomendações e análises em tempo real de operações Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Rastreador de Tendências (Estratégia Exclusiva), Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo e Milho Futuro;
  • Acesso ao produto Invista em Ações.

Acesse agora as mais diferentes recomendações

Day Trade

Swing Trade e Position Trade em Ações

Rastreador de Tendências (estratégia exclusiva)

Índice Futuro e Dólar

Opções

Long&Short

Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo e Milho Futuro

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Fonte: Valor, InfoMoney, Quantum, Estadão, Broadcast, Folha, Exame, B3, MoneyTimes.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Swing Trade – Como funciona

Swing Trade

O Swing Trade é uma das operações mais procuradas por investidores que querem fazer operações de curto prazo na Bolsa de Valores. Abaixo, separamos alguns tópicos importantes para entender melhor como funciona o Swing Trade e também as nossas recomendações nesse tipo de operação:

O que é Swing Trade?

Swing Trade é um tipo de operação que tem como objetivo captar movimentos de curto prazo na Bolsa. As operações costumam durar de um dia até um mês.

Como são definido os pontos de entrada e saída das operações?

Na Capitalizo, utilizamos Análise Técnica (gráficos) para determinar os pontos de entrada e saída das operações. O acompanhamento é feito através do gráfico diário.

Tipos de Operações e Mercados

As nossas recomendações dão tanto na “ponta comprada” (para ganharmos com a alta dos preços), quanto na “ponta vendida” (para ganharmos com as baixas dos preços). Além de enviarmos recomendações com ações, também são recomendadas operações nos Contratos Futuros de Boi Gordo e Milho.

Como são enviadas as recomendações de Swing Trade?

Todas as recomendações são enviadas pelo nosso aplicativo, pelo nosso sistema (exclusivo para desktop) ou pelo WhatsApp (onde você pode interagir com nossa equipe de atendimento e com o analista, em caso de dúvida). Igualmente, você sempre será avisado quando houver uma recomendação e quando for preciso encerrar a operação.

Quanto eu posso perder?

A assertividade média das recomendações de Swing Trade é de 52%. Isso significa que de cada 10 recomendações, temos lucro na metade delas. O prejuízo (stop) médio fica entre 1% e 5%.

Quanto eu posso ganhar?

Por tratar-se de um investimento de Renda Variável, não é possível projetarmos nem prometermos nenhum ganho. Considerando os resultados passados, as operações com ganho (gain) costumam render entre 5% e 10%. Abaixo, seguem os resultados de algumas recomendações enviadas aos nossos clientes nos últimos meses:

E você, quer operações de curto prazo? Conte com as recomendações de Swing Trade da Capitalizo.

Conheça o Full Trader e receba análises e recomendações de curto e médio prazos na Bolsa de Valores

Full Trader é o produto mais completo do mercado para suas operações na Bolsa de Valores. Adquirindo, você recebe:

  • Recomendações de compra e venda de ativos acompanhadas pelo nosso time de analistas via app, WhatsApp e Painel do Trader;
  • Acesso ao nosso pregão ao vivo;
  • Contato direto com nossos analistas via WhatsApp;
  • Recomendações e análises em tempo real de operações Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Rastreador de Tendências (Estratégia Exclusiva), Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo e Milho Futuro;
  • Acesso ao produto Invista em Ações.

 

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no YouTube e inscreva-se.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos

ENBR3 – Conheça a Energias do Brasil

enbr3

ENBR3 – Conheça a Energias do Brasil

Confira o nosso artigo exclusivo e o vídeo explicativo a respeito das ações da Energias do Brasil (ENBR3)

A empresa

A EDP Energias de Portugal iniciou seus investimentos no Brasil através da participação minoritária na Companhia de Eletricidade do Rio de Janeiro em 1996. Posteriormente, foi adquirida uma fatia de 25% da Usina Hidrelétrica Lajeado, localizada no Rio Tocantins, inserindo o grupo no segmento de geração. Com a incorporação da Espírito Santo Distribuição de Energia e da Empresa Bandeirante de Energia, atualmente denominadas EDP Espírito Santo e EDP São Paulo, a multinacional portuguesa constituiu a EDP Brasil para atuar como holding detentora dos ativos no país.

Em 2001, foram obtidas concessões para a construção das usinas Peixe Angical, localizada no Rio Tocantins, e Couto Magalhães, localizada no Rio Araguaia. Quatro anos depois, a companhia abriu capital em oferta pública de ações no Novo Mercado da B3, em operação de quase R$ 1,2 bilhão. Neste período, a denominação social foi alterada de EDP Brasil para EDP Energias do Brasil. Após a capitalização, os principais investimentos foram em geração termelétrica, pequenas centrais hidrelétricas e parques eólicos.

Nos últimos anos, a companhia venceu leilões para concessão de serviços de transmissão de energia elétrica, incluindo linhas e subestações nos estados do Maranhão, Espírito Santo, São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Em contrapartida, foram vendidas participações detidas na EDP Pequenas Centrais Hidrelétricas, composta por sete usinas hidrelétricas, na Santa Fé Energia e na Costa Rica Energética. As transações ocorreram entre setembro e dezembro de 2018, rendendo aproximadamente R$ 644,3 milhões.

Atuação

Atualmente, a holding possui investimentos em geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia elétrica. Em geração, conta com usinas hidrelétricas e uma usina termelétrica em seis estados, com capacidade instalada de 2,9 GW. Na parte de distribuição, atua nos estados de São Paulo e Espírito Santo, atendendo mais de 3,5 milhões de clientes. No segmento de transmissão, a empresa iniciou as operações em 2016 e possui cinco projetos, totalizando 1.441 quilômetros de extensão. Em comercialização, negocia contratos de compra e venda de energia em todo o território nacional.

A companhia conta com diversificação no setor de atuação, com ativos em geração, transmissão e distribuição, permitindo captura de sinergias operacionais e mitigação de riscos inerentes às atividades. Em geração, a expertise do grupo controlador é um fator chave para aproveitar oportunidades em novos projetos e formar parcerias estratégicas. Além de operar com fontes hídricas, aumentou recentemente sua presença em energia térmica, fonte alternativa em momentos de alto risco hidrológico. Outra questão importante é a maior proporção de receita projetada em transmissão, considerado um segmento menos volátil. Na parte de distribuição, vale ressaltar o histórico de investimentos em expansão, melhoria da rede e combate a perdas.

Controle acionário

A Energias do Brasil possui 60% da UHE Peixe Angical (Tocantins), 100% da UHE Mascarenhas (Espírito Santo), 73% da UHE Lajeado (Tocantins), 100% da UTE Porto de Pecém I (Ceará), 50% da UHE Santo Antônio do Jari (Pará e Amapá), 50% da UHE Cachoeira Caldeirão (Amapá) e 33% da UHE São Manoel (Mato Grosso e Pará). Tem, ainda, uma fatia de 23,6% na Celesc, distribuidora que conta com 3,0 milhões de clientes faturados em Santa Catarina. Os ativos de transmissão fazem parte dos leilões para concessão de transmissão de energia elétrica nº 013/2015 e nº 05/2016.

O Grupo EDP controla 51% das ações ordinárias da companhia, e 48,7% dos papéis estão distribuídos no mercado, ficando uma pequena parcela em tesouraria e com administradores. Existem somente ações ordinárias, uma vez que os ativos estão listados no Novo Mercado, segmento máximo de governança corporativa da B3.

Ações na B3

As ações negociadas na B3 apresentaram valorização de 9,3% em 2018, enquanto o Ibovespa desenvolveu 15,0%. Desde a abertura de capital, as ações ordinárias registraram variação positiva de 593,0%, frente a 300,4% do benchmark.

Consideramos o ativo interessante devido a política de distribuição de proventos e maior previsibilidade da geração de caixa. Vale ressaltar que a companhia venceu leilões para operar linhas de transmissão há alguns anos e parte dos ativos entraram em operação no final de 2018. A expectativa é que esse segmento possa contribuir com 22% do Ebitda até 2022, trazendo maior previsibilidade aos resultados e contribuindo com menor risco às operações.

Quer diversificar seus investimentos comprando ações de empresas que são boas pagadoras de dividendos? Conte com as recomendações da Capitalizo.

Vídeo – ENBR3 – Conheça a Emergias do Brasil

Quer receber as melhores recomendações de ações para montar sua carteira de longo prazo?

Conheça o Invista em Ações. O guia que vai te ajudar a construir e diversificar seu patrimônio. Receba análises e recomendações para a montagem da sua carteira de ações e conheça os ativos que podem trazer altos retornos em longo prazo. Acompanhe a nossa recomendação de diferentes Carteiras e invista com o suporte e acompanhamento da melhor equipe de analistas do mercado.

Acesse agora nossas recomendações de diferentes Carteiras 

Carteira Dividendos

Carteira Crescimento

Carteira Top Recomendadas

Carteira Small Caps

Conheça o Full Trader e receba análises e recomendações de curto e médio prazos na Bolsa de Valores

Full Trader é o produto mais completo do mercado para suas operações na Bolsa de Valores. Adquirindo, você recebe:

  • Recomendações de compra e venda de ativos acompanhadas pelo nosso time de analistas via app, WhatsApp e Painel do Trader;
  • Acesso ao nosso pregão ao vivo;
  • Contato direto com nossos analistas via WhatsApp;
  • Recomendações e análises em tempo real de operações Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Rastreador de Tendências (Estratégia Exclusiva), Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo e Milho Futuro;
  • Acesso ao produto Invista em Ações.

Acesse agora as mais diferentes recomendações

Day Trade

Swing Trade e Position Trade em Ações

Rastreador de Tendências (estratégia exclusiva)

Índice Futuro e Dólar

Opções

Long&Short

Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo e Milho Futuro

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Fonte: Valor, InfoMoney, Quantum, Estadão, Broadcast, Folha, Exame, B3, MoneyTimes.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Receba nossos relatórios Grátis