Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

É muito comum que o investimento em ações seja encarado, pela maioria dos investidores pela ideia de se investir em grandes empresas. Afinal, mesmo quem ainda não investe costuma acompanhar notícias sobre companhias de maior porte — como Petrobras e Vale, por exemplo.

Mas você sabia que não são apenas grandes negócios que estão listados na bolsa de valores? As small caps representam empresas diferentes destas citadas — e apresentam algumas particularidades que podem ser vantajosas para investidores.

Então, é interessante saber mais sobre elas. Certo?

O que são as small caps?

De modo geral, é possível encontrar empresas de diferentes portes na bolsa de valores. Com isso, elas passam a ser classificadas de acordo com o volume de capitalização de cada companhia. O objetivo é fazer com que as pessoas consigam identificar quando se trata de um negócio maior ou menor.

Nesse cenário, as small caps representam companhias de menor porte, com capitalização de mercado mais baixa do que as grandes empresas. Em comparação com outras, elas não apresentam tanta solidez e tradição na renda variável.

Em muitos casos, trata-se de empresas relativamente novas, que estão em processo de expansão e crescimento. Os resultados destas companhias podem ser acompanhados por um índice específico: o Índice Small Cap (SMLL), que reúne as ações das principais companhias.

Ainda em relação à capitalização e ao valor de mercado, é importante saber que outras classificações das empresas listadas na bolsa são as mid caps e as blue chips. Contudo, não há um limite claro para diferenciar um tipo do outro — instituições financeiras e especialistas podem ter compreensões próprias sobre o assunto.

A fim de exemplo, é comum considerar que small caps sejam empresas com valor de mercado menor do que 2 ou 3 bilhões de dólares. Já as mid caps podem valer até 10 bilhões de dólares. As blue chips, que são os grandes negócios na bolsa, têm valor maior.

Quais são as diferenças entre as ações na bolsa?

Certo. Até aqui você entendeu o que são as small caps e conheceu outras classificações de empresas negociadas na bolsa de acordo com seu valor de mercado. Mas, na prática, existem diferenças entre elas além do volume de capitalização?

Sim. Na verdade, o porte da empresa influencia bastante o comportamento das ações na bolsa. Por exemplo, small caps costumam ser os papéis que apresentam menor liquidez. O volume de busca por eles é mais limitado.

Um dos motivos está no fato de se tratar de negócios com menos tempo de mercado – o que pode ser interpretado como algo menos sólido. Já as empresas mid caps apresentam uma liquidez relativamente maior, por já terem um tempo de mercado e capitalização maiores.

E, claro, as blue chips estão entre as companhias mais procuradas na bolsa. Por representarem negócios grandes, com bastante tempo de atuação, muitos investidores dão preferência a elas.

Entretanto, é importante ressaltar que tais visões são uma maneira geral de olhar para as ações. A renda variável sempre envolve riscos e eles variam bastante de acordo com cada setor ou empresa. Logo, o tamanho da capitalização da companhia não deve ser o único aspecto a ser considerado.

Afinal, as empresas de menor capitalização também são as que apresentam maior potencial de crescimento. Isso porque é comum que empresas Blue Chips já tenham uma boa fatia do mercado. Assim, também, talvez não tenham possibilidade de multiplicar seu crescimento nos anos seguintes.

Tomemos duas empresas como exemplo: a Small Cap Sinqia (SQIA3) e a Blue Chip Petrobras (PET3/PETR4).

A Sinqia (SQIA3)

A Sinqia é uma empresa de tecnologia com pouco mais de 23 anos de mercado. Ela atua fornecendo soluções para empresas do mercado financeiro (bancos, fundos, previdência e consórcios). A companhia tem como clientes empresas como Santander, BB, Itaú, entre outros. No total, possui pouco mais de 1.000 colaboradores.

potencial de crescimento de Sinqia é muito grande. Não só em função da capacidade de crescimento orgânico e por aquisições, mas também porque o mercado de atuação está em franca expansão, além de ser muito fragmentado.

Em 2013, quando Sinqia abriu capital na B3, seu faturamento anual era de pouco mais de R$ 51,2 milhões. Já em 2019, esse número alcançou R$ 175 milhões.

Em valor de mercado, a empresa vale hoje pouco mais de R$ 1,4 bilhão.

A Petrobras (PETR3/PETR4)

A Petrobras dispensa apresentações. A empresa é uma das maiores companhias de petróleo do mundo e manda no mercado brasileiro de exploração, refino e produção de óleo e gás. Atualmente, possui mais de 63.000 colaboradores.

Em 2013, ano que Sinqia estreava na B3, a receita da Petrobras era de pouco mais de R$ 304 bilhões. Em 2019, a receita bateu R$ 302 bilhões.

A Petrobras também tem um potencial interessante de crescimento, mas muito mais em função da recuperação da empresa (que sofreu muito com corrupção, mal gerenciamento e alto endividamento), do que pelo mercado propriamente dito.

Em valor de mercado, a empresa vale hoje pouco mais de R$ 269 bilhões.

Sinqia X Petrobras

Não vamos comparar a Petrobras com a Sinqia, já que são negócios completamente diferentes. Porém, apenas olhando os números acima e entendo do mercado de atuação das duas, percebe-se que o potencial de crescimento de Sinqia é maior do que o de Petrobras.

Em termos de crescimento de receita, de 2013 para cá, Sinqia cresceu 241%, enquanto a Petrobras viu sua receita ficar estável. Se, por um lado, a empresa de tecnologia ainda pode crescer forte organicamente e por aquisições, por outro lado, a petroleira dificilmente conseguirá aumentar 40% ou 50% suas receitas nos próximos anos.

Abaixo temos um gráfico comparativo das duas empresas que exemplificam melhor as operações na bolsa.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Gráfico-20200528095145-1024x495.pngMesmo considerando as fortes baixas de março, as ações da Sinqia (SQIA3) sobem mais de 922% desde janeiro/2015. No mesmo período, as ações da Petrobras (PETR4), subiram 114%. Já o Ibovespa, subiu pouco mais de 75%.

E quais as vantagens e desvantagens das small caps?

Ficaram claros os conceitos e o funcionamento de cada grupo de ações de acordo com sua capitalização?

Entendida essa questão, conheça agora um pouco mais sobre as principais vantagens e desvantagens das small caps:

Oportunidade de valorização

Um dos principais diferenciais de se investir em empresas de menor valor no mercado é ter seu capital impulsionado pela valorização delas ao longo do tempo. Afinal, os negócios estão em pleno desenvolvimento e pretendem crescer no futuro.

Assim, alguns investidores adicionam small caps na carteira buscando lucros substanciais com a valorização dos papéis no mercado. Há possibilidades de o negócio crescer, alcançar novas fatias do mercado e até passar por fusões ou ser vendido para companhias maiores.

De fato, o potencial de valorização das small caps pode ser maior do que em empresas que já estão consolidadas. Mas é claro que esta não é uma certeza. Como em qualquer investimento na renda variável, há o risco das suas expectativas não se concretizarem.

Liquidez

A liquidez pode ser um elemento que coloca as small caps em desvantagens. Como você viu, empresas de maior porte geralmente apresentam maior volume de compras e vendas na bolsa. Logo, as menores costumam ter liquidez mais baixa.

Isso significa que pode ser mais difícil finalizar uma negociação de compra ou venda de small caps, já que o volume de operações diárias delas na bolsa não é alto. Tanto especuladores quanto investidores devem considerar esse fator antes da decisão.

Dificuldade de acesso a dados

Outro aspecto negativo em relação às ações small caps é que o acesso a informações sobre os fundamentos do negócio pode ser mais difícil. Como muitas das empresas são mais novas, às vezes não há muitos dados sobre elas.

O pouco tempo de atuação também pode representar aumento da volatilidade e do risco, pois os resultados passam a ser mais imprevisíveis quando comparados com negócios consistentes.

Quais são as small caps da bolsa?

Se você tem interesse em aproveitar potenciais de valorização de empresas menores, é preciso aprender a identificar quais são elas. A B3 tem uma lista com as ações que compõem o índice Small Cap – que muda a cada quadrimestre.

Alguns exemplos de ações que compunham o índice no período entre maio e agosto de 2020:

  • Banco Inter (BIDI11);
  • Minerva (BEEF3);
  • CVC Brasil (CVCB3);
  • Gol (GOLL4);
  • Movida (MOVI3);
  • Sanepar (SAPR11);
  • Taesa (TAEE11);
  • AES Tietê (TIET11);
  • Via Varejo (VVAR3).

Vale a pena investir em small caps?

Como você pode acompanhar ao longo deste conteúdo, as ações small caps apresentam vantagens e desvantagens significativas. Então, a decisão sobre valer a pena ou não realizar o investimento depende de cada investidor.

Se você está disposto a manejar os riscos da sua carteira e aproveitar as chances de lucrar com a valorização dos negócios, o investimento em small caps pode ser para o seu perfil. Portanto, não deixe de avaliar os ativos com cuidado para fazer boas escolhas.

E se quiser garantir uma análise fundamentalista de qualidade para a renda variável, montar uma estratégia eficaz de buy and hold – além de ter acesso, inclusive, às melhores small caps do mercado - adquira nosso produto Invista em Ações.

Assim, você impulsiona seus investimentos com as mais completas análises e recomendações de papéis do mercado. Receba semanalmente notificações das ações recomendadas, como avisos de pagamentos de dividendos, fatos relevantes, análises setoriais e análises de relatórios trimestrais e anuais.

Acesse agora nossas recomendações de diferentes Carteiras: Carteira Dividendos, Crescimento, Top Recomendadas, Small Caps, Buy & Hold Raíz, Ações Internacionais e recomendações de Fundos de Ações.

Tem alguma dúvida sobre o produto? Então entre em contato conosco e fale com a gente!

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Atendimento

E-mail

contato@capitalizo.com.br

Telefone

4003-9127 (para todo Brasil)
em dias úteis, das 9h às 19h

Redes Sociais

Pagamento

Segurança

Capitalizo Análises e Recomendações – CNPJ: 27.253.377/0001-09 
© 2019 – Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por: Vezy

Receba nossos relatórios Grátis