Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A análise fundamentalista de ações visa ajudar o investidor a optar pelos papéis mais atrativos para sua carteira de longo prazo. O objetivo é identificar boas empresas listadas na bolsa— que tenham gestão de qualidade e apresentem perspectivas positivas para o futuro.

A análise é feita a partir de indicadores, que podem ser qualitativos ou quantitativos. Os primeiros dizem mais respeito às questões organizacionais da empresa, elementos que não podem ser medidos em números.

Já os quantitativos partem dos dados contábeis do negócio e indicam mais fortemente a saúde financeira dele. A seguir, você conhecerá 8 indicadores que são essenciais em uma análise de fundamentos eficiente.

Vamos lá?

1. Balanço patrimonial

O balanço patrimonial pode ser comparado a um raio-x das finanças de uma empresa. Ele mostra a relação entre os ativos e os passivos da companhia. Ou seja, relaciona os bens que ela tem com as obrigações que precisa pagar.

Assim, o balanço mostra como está a situação financeira do negócio, indicando se há dívidas maiores do que as condições de pagamento ou se ele está operando de forma positiva. Essas são informações importantes na análise fundamentalista.

Ao subtrair os passivos dos ativos, é possível chegar até o patrimônio líquido da companhia. Ele é mais um indicador central para tomar decisões acerca da compra ou não das ações de uma determinada empresa.

2. Demonstrativos financeiros

Existem também outros documentos financeiros tão importantes para o investidor quanto o balanço patrimonial. Por exemplo, o DRE (Demonstrativo de Resultado do Exercício). Ele mostra de maneira objetiva se a empresa vem operando com lucro ou prejuízo.

Outros demonstrativos financeiros que vale a pena analisar são o de fluxo de caixa e o fluxo de lucro acumulado. Ao observar as informações contidas neles, você consegue entender mais sobre os resultados do negócio — atuais e históricos.

Se você está se perguntando como ter acesso às informações contábeis, saiba que as empresas listadas na bolsa de valores têm obrigação de divulgar seus documentos para investidores e interessados. Então, é possível acompanhar os dados a partir destas comunicações.

3. Dívida bruta / patrimônio líquido

Alguns indicadores de análise fundamentalista não partem de apenas um conceito. Eles são múltiplos. Isto é, relacionam dois elementos para aprofundar a análise. É o caso do fundamento dívida bruta sobre o patrimônio líquido.

Você já viu neste post que conhecer o patrimônio líquido é importante para saber sobre as condições financeiras da empresa. Relacioná-lo à dívida bruta é útil para entender mais do processo de endividamento dela.

Mas fique atento a um aspecto: nem sempre uma dívida tem viés negativo. A depender da empresa que você está analisando, o endividamento pode significar expansão do negócio e novos investimentos. Ou mesmo recuperação de crise. É importante, portanto, analisar com cuidado.

4. Dívida líquida / margem Ebitda

Ainda sobre dívida, existe um indicador que relaciona a dívida líquida com a chamada margem Ebitda — que se refere ao lucro obtido antes de descontar juros, impostos, depreciação e amortização.

A margem Ebitda mostra ao investidor o potencial de lucratividade do negócio, desconsiderando as deduções operacionais. Quando se relaciona com a dívida líquida, o resultado indica quanto tempo a empresa levaria para quitar suas dívidas com o lucro recebido.

É claro que se trata de um cálculo artificial, que considera a manutenção dos níveis de dívida e de Ebitda ao longo do tempo. Ainda assim, o indicador traz uma visão interessante para quem deseja analisar se o endividamento do negócio parece sustentável ou não.

5. Preço / lucro

Além de indicadores que consideram as características da própria empresa, existem algumas ferramentas da análise fundamentalista que partem do preço em que as ações estão sendo negociadas na bolsa.

Eles são interessantes para o investidor, pois ajudam a avaliar o retorno que o investimento nos papéis pode trazer. Um dos mais importantes é o preço / lucro. O indicador relaciona o valor pago pela ação e o lucro projetado para ela.

Ele pode ser muito útil para comparar empresas e procurar aquela que apresenta melhores perspectivas de retorno para você. Também é interessante para analisar se o preço da ação está caro ou barato em determinado momento.

6. Preço/ valor patrimonial da ação

Mais um indicador múltiplo que considera o valor das ações negociadas na bolsa e o preço sobre o valor patrimonial da ação. Nesse caso, o preço de mercado é relacionado ao patrimônio líquido da empresa.

Para permitir o cálculo, o patrimônio líquido é dividido pelo número de papéis que a companhia tem. Assim, é viável saber qual é o patrimônio relacionado a cada ação. Depois, o número é comparado com o preço do papel.

O indicador P / VPA é uma forma de entender se o valor de mercado reflete o valor contábil da empresa. Assim como o indicador anterior, ele também é relevante para observar se um determinado papel está sendo negociado por um preço justo, alto ou baixo na bolsa.

7. Valor intrínseco

Muitos investidores de longo prazo procuram por oportunidades para adquirir ações com preços descontados na bolsa. Ou seja, ativos que estão sendo negociados a um nível de preço menor do que eles realmente valem.

Além dos dois indicadores que você viu serem úteis para analisar tal fator, conhecer o valor intrínseco da companhia é mais uma maneira de observá-lo. Por isso, ele é um indicador central na análise fundamentalista.

O valor intrínseco (ou valor justo) se refere ao preço que uma ação deveria ter para refletir a qualidade da empresa. Mas, como sabemos, o mercado financeiro oscila ao longo do tempo e nem sempre a relação acontece.

Logo, é possível encontrar papéis sendo vendidos por preços menores — o que indica uma possível valorização acima da média no longo prazo.

8. Dividend Yield

Outro interesse muito comum entre investidores de longo prazo é se tornar sócio de empresas que compartilhem partes significativas de seu lucro com os acionistas. Se este é o seu caso, você pode se beneficiar de analisar o indicador dividend yield.

Ele considera os proventos distribuídos nos últimos 12 meses e divide o resultado do período pelo preço da ação na bolsa. Logo, é uma forma de entender o retorno que o investidor pode ter em distribuição de lucros na compra de determinados papéis.

Bastante interessante, certo?

Neste artigo você conheceu 8 indicadores essenciais para fazer sua análise fundamentalista. É importante destacar, no entanto, que eles não devem ser vistos de maneira isolada e descontextualizada. 

O ideal é considerar diversas informações sobre a companhia de seu interesse para tomar suas decisões de investimento, como por exemplo, capacidade de expansão, setor de mercado que está inserida, gestão, histórico da empresa, entre outros. Assim, se você acredita que não tem conhecimentos suficientes para analisar adequadamente as ações, vale a pena contar com um serviço de análise profissional.

E se quiser garantir uma análise fundamentalista de qualidade para a renda variável, montar uma estratégia eficaz de buy and hold – além de ter acesso, inclusive, às melhores small caps do mercado - adquira nosso produto Invista em Ações.

Assim, você impulsiona seus investimentos com as mais completas análises e recomendações de papéis do mercado. Receba semanalmente notificações das ações recomendadas, como avisos de pagamentos de dividendos, fatos relevantes, análises setoriais e análises de relatórios trimestrais e anuais.

Confira na imagem abaixo a rentabilidade da nossa Carteira Crescimento, um portfólio de longo prazo que tem o objetivo de garimpar oportunidades nas melhores empresas do Brasil e do mundo com forte potencial de crescimento. 

Ela valorizou, desde agosto de 2017, mais de 138,23%, contra 86,20% do Ibovespa e 57,69% do Dow Jones, um dos principais índices da bolsa de valores norte-americana no mesmo período.

Rentabilidade da Carteira de Crescimento

Acesse agora nossas recomendações de diferentes Carteiras: Carteira Dividendos, Crescimento, Top Recomendadas, Small Caps, Buy & Hold Raíz, Ações Internacionais e recomendações de Fundos de Ações.  

Tem alguma dúvida sobre o produto? Então entre em contato conosco e fale com a gente!

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

Roberto Martins de Castro Neto, CNPI EM-2423

___

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Capitalizo Análises e Recomendações – CNPJ: 27.253.377/0001-09 
© 2022 – Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por: Vezy

Receba nossos relatórios Grátis