Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Quem se insere na bolsa de valores pode ter duas posturas diferentes: a de especulação e a de investimento. A primeira mantém o foco no lucro que pode ser obtido no curto prazo — e, para isso, faz uso de análises técnicas ou gráficas.

Já no segundo caso, o objetivo é identificar empresas sólidas e com perspectivas de resultados financeiros positivos no futuro. Diferente da especulação, no investimento de longo prazo é preciso se certificar de que a companhia tenha bons fundamentos e que ofereça projeções promissoras.

Uma das principais alternativas para encontrar estas empresas na bolsa é descobrir como fazer uma boa análise fundamentalista. Afinal, ela permite ao investidor entender a situação do negócio e basear melhor suas decisões na bolsa. Então continue a leitura e aprenda a fazer uma análise fundamentalista de ações eficiente!

O que é a análise fundamentalista de ações?

A análise fundamentalista parte do conceito de fundamentos, que são indicadores que mostram a saúde financeira de uma companhia, assim como outros aspectos importantes. Por exemplo, sua participação no mercado, a qualidade da sua gestão, etc.

Todos são pontos essenciais para as decisões de sociedade. Afinal, se você fosse convidado para se tornar um dos sócios principais de um negócio teria que avaliar as possibilidades e os riscos inerentes a ele, não é mesmo?

O investimento em ações também deve ser visto dessa forma. Ainda que a quantidade de papéis comprados não garanta a você uma participação majoritária, o retorno obtido com os investimentos depende da saúde da empresa.

O lucro do investidor com as ações pode se dar tanto com o recebimento de proventos quanto com a valorização do preço dos papéis.

No primeiro caso, trata-se da divisão de parte dos lucros da empresa e distribuição entre os acionistas. Logo, o negócio precisa ser sólido e ter resultados positivos para lhe dar dinheiro.

No caso da valorização das ações a lógica é parecida. Se você pensa em lucrar com a venda dos papéis no futuro, é preciso escolher companhias que ofereçam expectativas positivas. Caso ela enfrente problemas ao longo do tempo, a tendência é que os papéis se desvalorize.

Portanto, saber como fazer uma análise fundamentalista eficiente proporciona um melhor manejo de riscos e aumenta suas chances de sucesso. A estratégia de avaliar empresas, inclusive, foi e ainda é defendida por grandes investidores – como Benjamin Graham e Warren Buffett.

Como fazer análise fundamentalista?

Um dos principais objetivos da análise fundamentalista é avaliar o presente e as perspectivas de futuro da empresa para encontrar oportunidades na compra de ações. Para isso, um aspecto é central: a informação.

A avaliação dos fundamentos consiste em buscar dados sobre as companhias listadas na bolsa e refletir sobre eles — tanto individualmente como em conjunto. Assim, pode-se saber mais sobre o desempenho do negócio e fazer previsões sobre o comportamento dele no longo prazo.

Ficou claro até aqui? Então veja a seguir quais são os passos essenciais para entender como fazer uma análise fundamentalista eficiente e encontrar boas oportunidades de investimento na renda variável:

Conhecer os principais fundamentos

Existem diversos fundamentos que merecem a atenção dos investidores. Como expliquei, eles envolvem tanto a realidade financeira da empresa quanto seus aspectos de gestão – e também fatores relacionados ao mercado e à economia de maneira mais ampla.

Ou seja, não é recomendado analisar somente a empresa, de maneira isolada. Afinal, ela faz parte de determinado setor, está exposta a riscos e possibilidades da economia nacional e internacional, etc.

Nesse sentido, os fundamentos podem ser quantitativos ou qualitativos – e você precisa entendê-los para fazer uma análise mais adequada.

Qualitativos

Os qualitativos dizem respeito a evidências que não são medidas, necessariamente, em números. Um exemplo é a qualidade da gestão, que pode ser percebida pela transparência de informações e pela reputação da empresa no mercado, por exemplo.

Quantitativos

Já os quantitativos indicam fundamentos numéricos — especialmente úteis para avaliação da saúde financeira e dos resultados do negócio. Alguns exemplos são:

  • A receita e o lucro da empresa: mostram como o negócio vem se comportando e lucrando nos últimos anos;
  • O valor intrínseco: avalia o valor da empresa e projeta qual seria o preço justo da ação para refleti-lo;
  • O Preço/Valor Patrimonial: cálculo que mostra a relação do preço de mercado da ação em relação ao seu patrimônio;
  • O ROE: taxa de retorno de investimento dos acionistas;
  • O Dividend Yeld: a quantidade (em percentual) de dividendos pagos em relação ao preço da ação.

Acompanhar informações sobre as empresas

Uma vez que você conheça os principais fundamentos da empresa, e eleja aqueles que usará para realizar sua análise fundamentalista, um cuidado indispensável é acompanhar as informações sobre as companhias que despertam seu interesse.

Afinal, os dados que proporcionam a análise partem das informações compartilhadas pelo negócio e das notícias que envolvem a empresa e/ou o seu setor. Em relação aos fundamentos quantitativos, você deve ficar atento às análises contábeis.

As empresas de capital aberto devem divulgar seus balanços para informar investidores e interessados — geralmente, a divulgação acontece trimestralmente. Dois documentos essenciais são o Balanço Patrimonial e a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE).

Ao acompanhar os dados relevantes sobre as empresas, fique atento e busque fazer uma avaliação histórica dos negócios. Não é indicado considerar apenas o último trimestre ou mesmo o último ano. O ideal é ter um histórico amplo para saber como a companhia vem se comportando ao longo dos anos.

Comparar empresas do mesmo setor

Outro ponto importante é se atentar à comparação entre companhias. Ao avaliar as informações de dois ou mais negócios de seu interesse, você deve considerar empresas de um mesmo setor.

Do contrário, há o risco de ter resultados sem fidedignidade, já que os dados comparados não terão relação entre si.

Entender o ambiente macroeconômico

Todos os resultados de uma companhia têm relação também com o ambiente macroeconômico — do Brasil e do mundo. Afinal, diversos acontecimentos internacionais impactam negócios brasileiros.

Assim, vale a pena acompanhar notícias sobre:

  • O PIB atual e as expectativas em relação a ele;
  • A taxa de renda e desemprego no país;
  • Os índices de inflação e o poder de compra da população;
  • A taxa de juros nacional e a taxa de câmbio com moedas relevantes;
  • A competitividade da empresa no mercado nacional e global;
  • O crescimento do setor no qual a empresa se insere.

Contar com suporte de especialistas

Como você pode ver, a tarefa de realizar uma análise fundamentalista de ações é bastante complexa, já que são muitos detalhes envolvidos na hora de descobrir como avaliar um papel.

Por isso, a última dica para analisar os fundamentos das companhias com eficiência é contar com suporte de profissionais especializados no assunto.

Quem contrata o produto Invista em Ações, oferecido pela Captalizo, por exemplo, tem a vantagem de encontrar as informações fundamentalista reunidas de maneira simples e muito mais prática para o investidor.

Desta forma, fica muito mais fácil não apenas fazer uma análise fundamentalista muito mais eficiente, como também contar com recomendações de especialista acerca das melhores ações disponíveis no mercado.  

Assim, você se sentirá muito mais seguro ao tomar suas decisões de longo prazo na bolsa e fará bons investimentos no mercado financeiro!

Quer começar a construir uma carteira muito mais sólida a partir de agora? Então contrate o produto Invista em Ações. Assim você tem acesso a Carteiras de Dividendos, Crescimento, Top Recomendadas, Small Caps, Buy & Hold Raíz, Ações Internacionais e recomendações de Fundos de Ações.

Além disso, toda semana são enviadas atualizações das melhores ações, como aviso de pagamentos de dividendos, fatos relevantes, análises setoriais e análises de relatórios trimestrais e semestrais para incrementar sua carteira de ações e impulsionar seu patrimônio!

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

Roberto Martins de Castro Neto, CNPI EM-2423

___

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Atendimento

E-mail

contato@capitalizo.com.br

Telefone

4003-9127 (para todo Brasil)
em dias úteis, das 8:30 às 17:30

Redes Sociais

Pagamento

Segurança

Capitalizo Análises e Recomendações – CNPJ: 27.253.377/0001-09 
© 2019 – Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por: Vezy

Receba nossos relatórios Grátis