Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

De acordo com estudo da CBIC, no terceiro trimestre de 2019 foram lançadas 33.199 unidades residenciais, com incremento de 4,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior e de 23,9% na comparação com o mesmo período de 2018. As regiões Nordeste (-16,8%) e Sul (-21,3%) do país apresentaram retração na base anual. Destaque, novamente, para o Centro-Oeste, com variação positiva de 53,9%, atingindo 2.236 unidades lançadas. No Sudeste, houve incremento de 49,6% na comparação com o terceiro trimestre do ano anterior, chegando a 21.054 unidades lançadas. No Norte, a evolução foi de 43,0%.

O número de unidades vendidas ficou abaixo dos lançamentos do período, revertendo momentaneamente a tendência de redução nos estoques. Foram comercializadas 32.575 unidades no terceiro trimestre, com queda de 4,9% na comparação com o período imediatamente anterior e acréscimo de 15,4% na base anual. Mesmo com a queda nas vendas, é possível identificar uma melhora constante na demanda desde julho de 2017.

O melhor desempenho na venda de imóveis residenciais (3T19/3T18) foi observado, mais uma vez, na região Sudeste, com incremento de 31,4%, sendo seguida pelo Norte, com 19,4%. A regiões Centro-Oeste e Sul apresentaram variações positivas de 16,4% e 1,2%, respectivamente. Somente no Nordeste houve retração na comercialização de residências, registrando diminuição de 10,2%.

A oferta disponível passou de 127.919 unidades, em setembro de 2018, para 124.644 unidades na última apuração, representando uma redução de 2,6%. Os estoques caíram nas regiões Nordeste (-17,3%), Sul (-2,7%) e Centro-Oeste (-1,1%). Do total vendido no período, 50,7% foi através do programa Minha Casa Minha Vida e o restante em outros padrões.

O setor de construção civil continua demonstrando sinais de recuperação, principalmente no que diz respeito à intenção de investimento e confiança dos empresários. Os motivos são as condições mais favoráveis de mercado, bem como baixa inflação e juros, gerando maior previsibilidade nos resultados. De acordo com a sondagem da indústria de construção realizada pela CNI, as expectativas quanto ao nível de atividade do setor, novos empreendimentos, compras de insumos e número de empregados continuam demonstrando otimismo.

Embora os índices de tendência futura estejam cada vez melhores, os indicadores de atividade permanecem em zona de contração. As métricas que ainda apresentam números negativos, mas em recuperação gradual, estão relacionados ao nível de atividade e emprego. A utilização da capacidade operacional continuou estagnada pelo terceiro mês consecutivo, se situando em 62%. A manutenção nesse patamar se deve ao aumento da ociosidade em pequenas empresas e manutenção em médias empresas, uma vez que as de grande porte continuam evoluindo.

Empresas do setor

Dentro de nossas recomendações em bolsa temos o ativo da Tenda (TEND3). A empresa, que está focada na faixa 2 do programa Minha Casa Minha Vida, possui alguns diferenciais em relação aos concorrentes. Um dos destaques é a menor necessidade de investimento em capital de giro, pois o percentual de vendas sobre a oferta está muito acima da média do setor. Além disso, o prazo médio de recebimento de clientes fica bem abaixo de concorrentes como MRV, Direcional e Eztec, indicando menor risco com recebíveis e descasamento de fluxo de caixa.

A situação financeira da companhia é confortável, sendo que o montante em caixa supera a dívida bruta. Outra que também apresenta esta característica é a Eztec. Essa, inclusive, possui a estrutura de capital mais conservadora, uma vez que a proporção de capital de terceiros sobre o patrimônio líquido é muito baixa. A maior rentabilidade patrimonial é da Tenda, com ROE de 18,09% no acumulado em doze meses. O pior resultado ficou com a Direcional, que teve prejuízo em demonstrativos anteriores. A EZTec passou a ser a maior entre as quatro, com valor de mercado próximo de R$ 13,4 bilhões. A MRV continuam com a maior participação no programa MCMV.

Ponderando os dados mencionados e a evolução dos negócios, apuramos que as duas melhores opções no setor de construção civil são a Tenda e a Eztec. A opção pela primeira se dá pelo crescimento mais linear em seu resultado operacional, melhores indicadores de mercado e rentabilidade superior sobre o capital empregado. Em contrapartida, é importante mencionar que a companhia está altamente concentrada na faixa 2 do Minha Casa Minha Vida, ficando altamente dependente do prosseguimento do programa e de incentivos do governo federal.

Quer receber as melhores análises e recomendações de ações da B3?

Caso você queira receber análises e recomendações de longo prazo para a montagem da sua carteira de ações, conheça o INVISTA EM AÇÕES.

Sobre o Invista em Ações

Conheça nosso produto INVISTA EM AÇÕES e tenha acesso a atualizações de 4 Carteiras Recomendadas com diferentes perfis: Carteira Dividendos, Carteira Crescimento, Carteira Top Recomendadas e Small Caps..

Ou você quer receber recomendações para operar no curto prazo?

Caso você queira receber análises e recomendações de médio e curto prazos, conheça o FULL TRADER.

Sobre o Full Trader

FULL TRADER é o produto mais completo de recomendações de operações em Bolsa de médio e curto prazos. Receba as melhores recomendações nos mais diferentes mercados e estratégias: Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo e Milho.

Conheça o nosso Produto FULL TRADER.

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Fontes das Informações: Valor. InfoMoney. Quantum. Estadão. Broadcast. Folha. Exame. B3. MoneyTimes.

Importante: Leia o nosso Disclosure, antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Atendimento

E-mail

contato@capitalizo.com.br

Telefone

4003-9127 (para todo Brasil)
em dias úteis, das 9h às 19h

Redes Sociais

Pagamento

Segurança

Capitalizo Análises e Recomendações – CNPJ: 27.253.377/0001-09 
© 2019 – Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por: Vezy

Receba nossos relatórios Grátis