Compartilhe

Economia Mundial - Estados Unidos, China e Europa

No presente relatório, traremos uma análise dos principais players da economia mundial : Estados Unidos, China e Europa. Além disso, falaremos as respeito de algumas empresas e o posicionamento delas nas economias citadas.

Economia dos Estados Unidos

O comitê de política monetária americano decidiu de forma unânime manter o patamar da taxa de juros no intervalo entre 2,25% e 2,50% ao ano. Essa reunião realizada no dia 30 de janeiro. Foi comunicado ao mercado que a expansão sustentada da atividade econômica, condições de mercado e inflação próximo da meta de 2% foram consideradas na avaliação. Observando a evolução econômica mundial em desaceleração e pressões moderadas sobre preços, o comitê mudou o seu posicionamento sobre aumentos graduais nos juros, preferindo uma abordagem mais cautelosa.

Para determinar o momento e o tamanho dos futuros ajustes, continuarão sendo avaliadas as metas de emprego e inflação, levando em consideração medidas de condições de trabalho, indicadores de pressão inflacionária e leituras sobre desenvolvimentos internacionais.

Mercado de trabalho segue aquecido

Dados recentes indicam que o mercado de trabalho nos Estados Unidos continua aquecido. A taxa de desemprego, de acordo com o fechamento de dezembro, está em 3,9%. Esse número é um pouco acima dos 3,7% registrados entre setembro e novembro.

Importante observar que antes de 2018 o indicador não ficava abaixo de 4% desde dezembro de 2000. O setor privado criou 213 mil novas vagas em janeiro, bem acima do esperado. Em contrapartida, os pedidos sociais semanais por seguro-desemprego ficaram acima das expectativas nos últimos dias, saltando para 253 mil reivindicações, maior número dos últimos meses.

Variação da Taxa de Desemprego nos EUA (em %)

Indústria e Serviços

O índice que mede o nível de atividade dos segmentos industrial e de serviços de forma unificada nos Estados Unidos continua indicando crescimento para empresas do setor privado. O indicador PMI composto alcançou 54,2 pontos na preliminar de janeiro. Dessa forma, permanecendo em desaceleração constante desde outubro de 2018. Vale ressaltar que a leitura acima de 50 indica expansão, e abaixo indica contração.

O volume de produção da indústria se expandiu no ritmo mais elevado dos últimos oito meses. Contudo, a taxa de crescimento em serviços foi a menor das últimas quatro divulgações. Os níveis mais altos de atividade comercial foram apoiados pela recuperação no crescimento de novos pedidos, apesar da paralisação do governo, que continua pesando sobre a demanda.

Inflação

A última variação no índice de preços ao produtor, excluindo os segmentos de alimentos e energia, registrou deflação de 0,1%. Com este resultado, o indicador atingiu a marca de 2,7% em doze meses. Dessa forma, ficando abaixo da expectativa de 2,9% e suportando o discurso cauteloso do comitê de política monetária.

O índice de preços ao consumidor, desconsiderando alimentos e energia, permanece sob controle e próximo a 2,2%. Este patamar demostra estagnação no indicador após elevação gradual observada entre o final de 2017 e o primeiro semestre de 2018.

Índice de gestores de compra (PMI) e inflação (PCE)

Guerra comercial

As negociações com a China continuam impactando a confiança do mercado internacional. O presidente americano ameaçou elevar as tarifas sobre US$ 200 bilhões em bens chineses de 10% para 25% no início de março, caso não haja nenhum acordo entre os países até esta data.

No momento não existem indicações por parte do governo asiático se as exigências serão cumpridas. As principais reivindicações tratam de assuntos como proteção dos direitos de propriedade intelectual e transferência de tecnologia para empresas chinesas.

Weg (WEGE3)

Um dos ativos que acompanhamos, a Weg (WEGE3) é uma das empresas que possui alta exposição nos Estados Unidos. Em 2016, a companhia adquiriu no país a Bluffton Motor Works, fabricante de motores elétricos com sede no estado de Indiana. Com esta aquisição, passou a atender empresas de processamento de alimentos e fabricantes de máquinas industriais e equipamentos para comércio e serviços.

No ano seguinte, comprou a CG Power USA, especializada na fabricação de transformadores de distribuição. Com estas movimentações, a Weg ampliou seu alcance internacional, fazendo proporção da receita com produtos vendidos para a América do Norte saltar para próximo de 44% do total.

Economia da China

No quarto trimestre de 2018, o produto interno bruto da China cresceu no ritmo mais lento desde a década de noventa. Após registrar variação de 6,5% ao ano no trimestre anterior, fechou os últimos três meses do ano com 6,4%, tendo grande impacto das tarifas americanas sobre produtos do país. Esta queda é similar a ocorrida entre 2015 e 2016, embora a economia da potência asiática não esteja sofrendo com pressão cambial e fuga de capital.

Importante observar que a desaceleração da atividade chinesa afeta diversos países, inclusive o Brasil, que tem relações comerciais importantes para exportação de diversos produtos. Destaque para as negociações envolvendo soja, minério de ferro, celulose, proteína animal, petróleo e açúcar.

Exportações

As exportações realizadas pela China recuaram de forma inesperada em dezembro. Isso porque era aguardado um crescimento próximo a 3% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Com a demanda reduzida por diversos de seus produtos, as vendas para outras regiões caíram 4,4%, reforçando os receios com a guerra comercial com os Estados Unidos.

Importações

Em relação às importações, a surpresa foi ainda maior, pois a queda foi de 7,6% na mesma base de comparação, frente a uma expectativa de incremento de 5%. Em contrapartida, a balança comercial continua em expansão, passando de US$ 44,74 bilhões para US$ 57,06 bilhões. Esse foi o patamar mais elevado desde fevereiro de 2016.

Produção Industrial

Dados referentes a produção industrial vieram acima do esperado, embora também indiquem desaceleração da atividade econômica. Mesmo a medição ajustada pela inflação do total produzido por fabricantes, minas e serviços públicos tendo passado de 5,4% ao ano para 5,7% na passagem de novembro para dezembro, está bem abaixo da média dos últimos anos.

Taxa de Desemprego

A taxa de desemprego na China está em 4,9%, considerando o percentual de pessoas procurando emprego dentro da força de trabalho.

Gráfico da variação do crescimento do PIB chinês (em %)

Klabin (KLBN11) e Cosan (CSAN3)

Dentre as companhias acompanhadas, algumas das empresas mais correlacionadas com a atividade chinesa são a Klabin (KLBN11) e a Cosan (CSAN3).

Klabin (KLBN11)

A empresa produz e comercializa celulose e derivados, como papel ondulado, que depende muito da demanda do país asiático. A situação econômica do país também poderia afetar os preços de celulose fibra curta e fibra longa, pois um desequilíbrio com a oferta deixaria os produtores sem condições de manter o valor da commodity em um nível mais atrativo.

Cosan (CSAN3)

A Cosan, por sua vez, depende de uma reversão da atual situação do açúcar no mercado internacional, pois o excesso de estoques continua pressionando os preços do alimento. A partir do momento que o consumo de um país populoso é reduzido, as cotações se mantêm baixas.

Economia da Europa

A economia da zona do euro está desacelerando mais que o esperado e deve continuar dependendo de incentivos do Banco Central Europeu (BCE). O BCE por sua vez manteve inalterada sua política monetária na última reunião.

Com a decisão, a taxa de depósitos bancários, principal ferramenta de juros do bloco, permaneceu em -0,4%. A taxa de refinanciamento, que estipula o custo de crédito da economia, continuou em 0,00%. Já taxa de empréstimo de emergência para bancos se manteve em 0,25%. Mesmo com dados econômicos mais fracos e um novo cenário para o aperto na liquidez, ainda existe a expectativa de alta de juros até a metade deste ano.

Atividade Industrial - Alemanha

O índice que mede o nível de atividade industrial na Alemanha caiu mais rápido que o esperado, atingindo o menor patamar desde dezembro de 2014. O indicador PMI alcançou 49,9 pontos na preliminar de janeiro, quando era esperado algo próximo a 51,4. Vale ressaltar que a leitura acima de 50 indica expansão da indústria, e abaixo indica contração.

Gráfico com o nível de atividade industrial na Alemanha

Balança Comercial Alemã

O superávit da balança comercial também regrediu nos últimos cinco meses divulgados, formando uma média de € 17,6 bilhões ao mês, abaixo da média de € 20,4 bilhões do resto de 2018. Estes dados aumentam as preocupações quanto a perda de força da maior economia da zona do euro, sendo que os maiores impactos são observados na indústria automobilística e na desaceleração na demanda da China.

Atividade Industrial - França

O índice que mede a atividade industrial na França, segunda maior força da zona do euro, reagiu na leitura preliminar de janeiro, chegando a 51,2 pontos e deixando a área de contração. Em dezembro de 2018, o indicador havia caído abaixo do limite de 50 pontos pela primeira vez desde setembro de 2016, marcando 49,7 pontos.

Atividade de Serviços - França

O PMI de serviços, por sua vez, fez o movimento contrário, caindo de 49,0 para 47,5 pontos. Esse foi o menor nível em quatro anos. Apesar da continuação dos protestos dos coletes amarelos, o movimento da economia ainda não indica nenhuma tendência definida, faltando a observação de novos dados para consolidar a desaceleração conjunta com a atividade global. Embora a confiança de empresários tenha aumentado em diferentes segmentos, indicadores que medem o fluxo de pedidos continuam regredindo.

Natura (NATU3)

Dentre os ativos acompanhados, a Natura (NATU3) é uma das empresas que possui alta exposição na Europa. Ela atua no continente com presença no varejo através da Aesop e da The Body Shop (TBS). A primeira possui 56 lojas exclusivas, 11 subsidiárias e 22 lojas de departamentos na região, com uma contribuição de 21% no total de vendas globais. O planejamento da empresa prevê um crescimento baseado na presença digital através de canais próprios e relacionamentos com distribuidores. A TBS busca uma nova gestão estratégica para fazer um turnaround em mercados-chave, mais precisamente na Alemanha e na Suécia. Em conjunto com o Oriente Médio e a África, a Europa corresponde a quase 50% das vendas da The Body Shop.

Além de influenciar os resultados de empresas brasileiras e as exportações de produtos nacionais, a situação econômica dos países comentados também pode afetar os mercados de câmbio e juros, embora não tenham ocorrido variações significativas nas últimas semanas.

Fontes: Markit Economics, National Bureau of Statistics of China, Federal Open Market Committee e RIs das companhias (Weg, Cosan, Klabin e Natura).

Receba as Melhores Recomendações de Investimentos

Quer receber as melhores análises e recomendações de investimentos do mercado? Conheça nossos Produtos, clicando aqui.

 

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Compartilhe

Capitalizo Consultoria Financeira – CNPJ: 27.253.377/0001-09 
© 2019 – Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por: Vezy

Receba nossos relatórios Grátis