Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Os fundos de investimentos imobiliários ou FIIs são uma das modalidades de investimentos coletivos do mercado. Existem diferentes fundos disponíveis — como os fundos de ações, renda fixa, cambiais e, claro, os FIIs. 

Cada tipo de fundo é caracterizado por focar em determinados ativos em seu portfólio. Para investir por meio deste veículo de investimento, é preciso comprar cotas. E os resultados financeiros conquistados pelo fundo são compartilhados com os cotistas – de acordo com o percentual que cada um investiu. 

O portfólio do fundo é composto por um gestor profissional. Assim, esta modalidade pode ser uma alternativa interessante para quem busca por facilidade e acessibilidade na hora de investir no mercado financeiro.  Nos fundos imobiliários, as vantagens se repetem – mas há algumas especificidades que podem agradar a diversos investidores. 

Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura para conhecer mais detalhes sobre os FIIs e descobrir como investir em fundos de investimentos imobiliários!

O que são fundos de investimentos imobiliários?

Na introdução deste artigo você aprendeu algumas informações básicas sobre o funcionamento dos  fundos de investimentos. Entendendo a lógica deles, fica fácil saber que FIIs têm como foco o setor imobiliário, certo? O objetivo, então, é obter lucro com negociações realizadas no mercado de imóveis.

Os fundos imobiliários podem negociar diretamente a propriedade de imóveis — vendendo ou alugando bens físicos, por exemplo. Mas eles podem também envolver outros tipos de operações no mercado financeiro.

Os FIIs que negociam imóveis físicos são chamados de fundos de tijolos. Outro tipo comum é o fundo de papel, cujos investimentos se dão em títulos de renda fixa ligados ao mercado (como Certificados de Recebíveis Imobiliários). 

Existe, ainda, um terceiro tipo bastante comum: os fundos de fundos. O portfólio deles é composto por cotas de outros FIIs. Ou seja, o gestor de um fundo desse tipo analisa os FIIs disponíveis e adquire cotas deles para diversificar a carteira participar dos lucros destes outros fundos.

Como os FIIs funcionam?

O funcionamento básico dos fundos imobiliários é semelhante aos outros fundos. Há uma instituição responsável por criar o fundo e emitir as cotas dele. Então, os investidores se tornam cotistas a partir da compra de cotas e têm direito aos eventuais ganhos.

O fundo é organizado por um gestor — que é um investidor profissional e toma as decisões relevantes acerca das aplicações do fundo. Ou seja, da compra e venda de ativos. O cotista não participa das escolhas de investimento, ele apenas recebe a participação nos lucros do portfólio.

Uma particularidade em relação aos fundos de investimentos imobiliários é que eles têm suas cotas negociadas na bolsa de valores. A maioria dos demais tipos de fundos negociam as cotas nas plataformas das corretoras de valores ou bancos de investimento.

Por serem listados na bolsa, os FIIs apresentam boa liquidez. Isto é, é possível vender suas cotas quando quiser, emitindo uma boleta de venda no home broker e esperando que outro investidor interessado as compre.

Outra característica é que as cotas dos FIIs podem aumentar ou baixar de valor, dependendo dos movimentos do mercado financeiro na renda variável – e, claro, do setor imobiliário. Portanto, o investidor tem a possibilidade de lucrar ao vender suas cotas por um preço mais alto.

É claro que o contrário também pode acontecer. Em alguns casos, as cotas podem estar valendo menos do que quando você as comprou. Então, existe o risco de prejuízo, caso você opte por se desfazer delas em um momento de baixa.

Quais são as vantagens do investimento?

Os fundos imobiliários apresentam algumas vantagens interessantes para os investidores. Confira quais são elas e veja se o investimento pode lhe interessar!

Praticidade

Muitos brasileiros desejam investir no mercado imobiliário por enxergarem benefícios neste setor. Especialmente em um cenário de aquecimento econômico, que aumenta a busca por aluguéis e compra de imóveis.

Entretanto, investir diretamente em um imóvel envolve alta quantia de dinheiro — além de grande burocracia. Quem já comprou uma casa ou apartamento já teve esta experiência. Imagine, então, como seria difícil adquirir um shopping ou prédio comercial?

Por meio de um FII, o investimento em empreendimentos de grande porte se torna mais prático e acessível. Afinal, ao adquirir cotas, o investidor pode participar dos lucros sem despender muito dinheiro.

Diversificação

Mais uma vantagem de investir em fundos imobiliários é poder diversificar sua carteira. De modo geral, os fundos têm um portfólio composto por vários ativos. Um fundo de tijolos, por exemplo, pode ter shoppings em diversas cidades do país.

Com isso, é possível usufruir de mais segurança em relação aos riscos de vacância, já que são regiões diferentes. A rentabilidade também se torna atrativa, pois o fundo diversifica as escolhas e recebe lucro de diversos locais.

Dividendos

Um dos pontos que mais atrai investidores para os fundos de investimentos imobiliários é a possibilidade de receber uma renda passiva, gerada pela distribuição de rendimentos. Os FIIs são obrigados a compartilhar um alto percentual de seus lucros com os cotistas.

Logo, os dividendos são frequentes (geralmente, mensais) e oferecem ao investidor ganhos constantes. Você pode utilizar a renda da maneira como quiser ou pode reinvestir os proventos, impulsionando ainda mais a construção do seu patrimônio.

Nesse sentido, ganham atenção especial os fundos de tijolos voltados ao aluguel de imóveis. Eles podem investir em galpões, hospitais, faculdades, shoppings e prédios comerciais. Assim, recebem aluguéis mensais dos inquilinos e compartilham o lucro com os cotistas.

Vale destacar, ainda, que o recebimento de dividendos por meio dos FIIs é isento de Imposto de Renda. A venda das cotas, no entanto, é tributada.

Como investir em FIIs?

Você ficou interessada para investir em FIIs? Eles podem ser alternativas adequadas para investidores moderados e arrojados – que queiram investir no setor imobiliário e se expor aos riscos da renda variável. Logo, é importante lembrar que estes são investimentos de risco.

Ainda assim, eles costumam apresentar estabilidade maior do que o investimento em ações, por exemplo. Por isso, eles podem ser uma opção interessante para quem deseja entrar na renda variável, mas busca por uma segurança um pouco maior neste ambiente.

De modo geral, os fundos de investimentos imobiliários se adequam bem às pessoas que procuram por possibilidades de renda passiva. Como você viu, os dividendos são compartilhados frequentemente – fazendo com que você receba dinheiro periodicamente na sua conta.

Aprendendo a investir em fundos imobiliários

Se o seu perfil e objetivos combinam com as oportunidades dos FIIs, é hora de aprender como investir neles. Na verdade, é bem simples. As cotas são negociadas na bolsa, então basta acessar o home broker e emitir uma ordem de compra das cotas.

Os fundos imobiliários são identificados com tickers correspondentes — normalmente, eles são compostos por quatro letras seguidas do número 11. Ao digitar o código, você consegue comprar ou vender as cotas no mercado.

Mas lembre-se de que existem inúmeros FIIs disponíveis. Então, vale a pena pesquisar sobre eles antes de escolher aqueles que lhe interessam. Atente para o tipo de fundo e para o portfólio de cada um. Também é interessante analisar o histórico de rentabilidade conquistada por ele e o perfil do gestor.

Ao colocar estas dicas em prática, você conseguirá encontrar fundos de investimentos imobiliários que se adequam melhor aos seus objetivos. Certamente os FIIs podem trazer resultados consistentes para sua carteira, caso se encaixem bem na sua estratégia. 

Agora, se você tem interesse em montar uma carteira de investimento de Fundos Imobiliários e contar com a ajuda de especialistas, conheça o Top Fundos de Investimentos. Com ele, você recebe relatórios e análises completas dos principais FIIs do mercado, além de ter acesso a fundos de Renda Fixa, Multimercado, Ações, Previdência e Internacionais para diversificar suas aplicações. 

Acesse agora e tenha atualizações de até 4 carteiras de investimentos para diferentes perfis e comece a impulsionar seu patrimônio!

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Atendimento

E-mail

contato@capitalizo.com.br

Telefone

4003-9127 (para todo Brasil)
em dias úteis, das 9h às 19h

Redes Sociais

Pagamento

Segurança

Capitalizo Análises e Recomendações – CNPJ: 27.253.377/0001-09 
© 2019 – Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por: Vezy

Receba nossos relatórios Grátis