Compartilhe

Renda Fixa - Panorama Mensal

Confira o panorama mensal de Renda Fixa

O mercado

Em agosto, o IMA-Geral, que reflete o rendimento dos títulos públicos federais, subiu 0,16%, fechando os primeiros oito meses com 9,12%. Os índices de prazos mais longos apresentaram correção após quatro meses de forte alta, muito em função do aumento na percepção de risco em países emergentes. No mercado interno, destaque para a desvalorização acentuada do real frente ao dólar, atenção para as eleições e moratória na Argentina e divulgação de crescimento de 0,4% no PIB do segundo trimestre. No campo internacional, segue o ambiente de incertezas gerado pela guerra comercial entre China e Estados Unidos e pela possibilidade de crise global. Os dados econômicos na Europa continuam preocupando, principalmente depois da divulgação de retração do PIB alemão no segundo trimestre.

O IMA-B5+, que mede o desempenho de NTN-Bs com vencimentos acima de cinco anos, registrou o pior resultado entre os sub índices. Após apresentar 5,06% em junho e 1,51% em julho, regrediu 0,77% em agosto. O IRF-M1+, que indica a variação de prefixados acima de um ano, após um ganho de 2,72% em junho, entregou 1,27% em julho e ficou em 0,10% na apuração mais recente. O IMA-B5+ acumulou 38,52% em doze meses, e o IRF-M1+, 20,99%.

O IMA-S, que demonstra a variação de uma carteira teórica de LFTs, apresentou rendimento de 0,51%, um pouco abaixo do período anterior devido ao menor número de dias úteis. Vale ressaltar que este resultado está diretamente relacionado ao patamar da Selic, uma vez que os ativos da carteira são atrelados ao indexador. A taxa básica iniciou 2017 em 13,75%, chegando a 6,75% no início de 2018 e caindo para 6,50% em março do mesmo ano. Na reunião de julho de 2019, sofreu novo corte, ficando em 6,00%. O IMA-S entregou 6,33% nos últimos doze meses.

Retorno acumulado dos Títulos Públicos em doze meses

O IRF-M1, que demonstra o resultado de prefixados com prazo até um ano, apresentou retorno de 0,55%, 0,17 ponto percentual abaixo do período imediatamente anterior. O IMA-B5, que indica o desempenho de NTN-Bs com prazos abaixo de cinco anos, passou de 0,97% para 0,05% entre julho e agosto. Como pode ser observado, os índices de curto prazo apresentaram resultados acima das carteiras com vencimentos mais alongados, revertendo a tendência anterior. O IRF-M1 tem 7,46%, e o IMA-B5 apresenta 14,64% em doze meses.

Desde o início de 2019, os maiores ganhos foram observados em janeiro, maio e junho. No primeiro mês do ano o movimento é explicado pelo aumento da confiança após o novo governo assumir. Nos períodos seguintes, ruídos de comunicação entre o executivo e o congresso causaram efeitos adversos e geraram incertezas quanto à capacidade política para aprovação de reformas importantes. As notícias indicaram que a articulação avançou e, juntamente com a expetativa de queda na taxa básica, contribuiu para os rendimentos positivos.

O índice que mede o desempenho de títulos corporativos (IDA-Geral) apresentou desaceleração frente ao mês anterior, entregando um ganho de 0,15%, frente a 0,60% de julho. Os sub índices dessa classe indexados ao IPCA e a projetos de infraestrutura (IDA-IPCA e IDA-IPCA Infraestrutura) registraram variação negativa de 0,34% e 0,53%, respectivamente. O motivo da correção desses títulos também é o aumento de incertezas e a maior aversão a risco pelos agentes econômicos.

Curva de juros

Em agosto, os contratos DI com vencimento em janeiro de 2020 passaram de 5,59% para 5,41%, correspondendo a uma variação negativa de 3,31% no mês. O dólar subiu 9,92%, e o ouro perdeu 4,34% de valor. O IPCA medido em doze meses saltou de 3,22% para 3,43%, após uma variação positiva de 0,11% em agosto. O impacto mais relevante foi no grupo de habitação, uma vez que o item energia elétrica registrou variação positiva de 3,85%. Esse movimento foi parcialmente compensado por quedas nos grupos de alimentação e bebidas e transportes, esse último com diminuição de 0,45% no preço médio da gasolina.

O cenário de incertezas segue com a guerra comercial entre China e Estados Unidos, eleições e moratória de dívida na Argentina e desaceleração da atividade na Europa. Vale ressaltar a indicação de economias avançadas quanto a adoção de política monetária mais flexível, o que pode favorecer países emergentes. No setor financeiro, a recuperação das operações de crédito continua, impulsionadas pelo crescimento na concessão para pessoas físicas, e o mercado de capitais se mantém como fonte de financiamento importante para as empresas.

Destaques de Renda Fixa

Nas últimas semanas, tivemos alguns destaques interessantes de títulos de renda fixa. Inclusive alguns bancos aderiram a ''Semana do Brasil". Vale destacar o Banco BTG que emitiu, por tempo limitado, uma Letra de Crédito Imobiliário (LCI), com retorno de 105% do CDI e resgate em 6 meses. Vale lembrar que a LCI não tem Imposto de Renda, ou seja, o rendimento bruto dessa aplicação, quando comparamos a outras que têm cobrança de IR seria de mais de 131% CDI.

Além disso, teremos algumas emissões importantes de títulos de crédito privado, incluindo as debêntures da Petrobras, que já enviamos um relatório exclusivo para os nossos clientes.

Quer receber as melhores análises e recomendações para seus investimentos de Renda Fixa?

Conheça o Top Renda Fixa. Ideal para quem quer sair da poupança sem abrir mão da segurança ou melhorar a rentabilidade dos rendimentos atuais. Receba as melhores análises e recomendações de Títulos de Renda Fixa e Tesouro Direto.

 

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Fontes das Informações: Valor, InfoMoney, Quantum. Estadão, Broadcast, Folha, Exame, B3, MoneyTimes.

Importante: Leia o nosso Disclosure, antes de investir.

Capitalizo consultoria, análises e recomendações de investimentos.

Compartilhe

Capitalizo Consultoria Financeira – CNPJ: 27.253.377/0001-09 
© 2019 – Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por: Vezy

Receba nossos relatórios Grátis