Compartilhe

Em abril, o setor de serviços demonstrou incremento de 0,3% em relação ao período imediatamente anterior, compensando parcialmente a queda de 1,8% do primeiro trimestre. Três das cinco atividades analisadas pelo IBGE registraram variação positiva, com destaque para serviços de informação e comunicação, que recuperou parte da perda de abril com ganho de 0,7% no volume. Próximo da estabilidade ficaram os serviços profissionais, administrativos e complementares e os prestados às famílias, com crescimentos de 0,2% e 0,1% respectivamente.

Apesar do desempenho positivo de abril, ainda existem incertezas quanto a recuperação do setor para o curto prazo. A demanda ainda está enfraquecida devido a questões conjunturais e está muito concentrada em bens essenciais, além de existir a necessidade de reformas estruturais para alavancar os investimentos no país. O indicador acumulado em doze meses continua desacelerando, uma vez que apresentava variação de 0,7% em fevereiro, caiu para 0,6% no mês seguinte e fechou a última apuração em 0,4%. A retomada iniciada no segundo trimestre de 2018 não se confirmou, sendo que ainda estamos com um volume de 86,5% sobre a média de 2014.

Setor aéreo

Analisando o segmento de transporte aéreo de passageiros, a última divulgação da ANAC demonstra que no acumulado do ano até abril a demanda em voos domésticos aumentou 3,5% e a oferta de assentos subiu 2,4%. Com a recuperação judicial da Avianca, a companhia teve uma queda de 45,5% na demanda em abril. Em contrapartida, Azul, Latam e Gol registraram evolução de 23,6%, 4,4% e 4,4%, respectivamente.

Observando dados do segmento, é possível observar recuperação gradual, tanto em voos domésticos como em internacionais. Destaque para o aumento de capacidade das principais empresas participantes, maior taxa de ocupação e reajuste na tarifa média. Ponto negativo para o impacto do preço do combustível e da desvalorização do real frente ao dólar sobre as despesas.

Empresas do setor

No setor de aviação não possuímos nenhuma recomendação, mas podemos destacar algumas empresas. A Gol (GOLL4) segue com esforços para reduzir a alavancagem financeira e melhorar as métricas de crédito, procurando utilizar recursos auferidos com as operações e provenientes de novas emissões. A companhia apresentou Ebitda de R$ 951,8 milhões no primeiro trimestre, representando um incremento de 15,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. Destaque para o aumento das receitas com passageiros no mercado doméstico e com franquia e excesso de bagagem. A taxa de ocupação cresceu 1,1 p.p., reflexo da evolução da demanda sobre a oferta do mercado.

A Azul (AZUL4) apresenta indicadores mais adequados que a Gol. A companhia registrou Ebitda de R$ 724,2 milhões no primeiro trimestre, representando um crescimento de 8,1%. Este movimento é explicado pela evolução da receita de transporte de passageiros, sendo parcialmente compensado pelo impacto cambial sobre o preço do combustível para aviação. Em contrapartida, o lucro líquido regrediu 20,1% devido ao aumento de depreciação e amortização com a adição de aeronaves à frota e eventos de manutenção que são capitalizados.

Segue abaixo alguns indicadores de mercado das empresas comentadas. Recomendamos utilizar os dados para comparar empresas com atividades similares e de portes equivalentes:

Tanto as ações da Gol, quanto as ações da Azul tem se destacado nos últimos doze meses. Enquanto as ações GOLL4 acumulam alta de mais de 140%, AZUL4 sobe mais de 85%. No mesmo período, o Ibovespa tem alta de pouco mais de 35%.

Fontes: ANAC, Quantum Axis, e IBGE

Vídeo - Conheça a Gol (GOLL4)

Conheça as opções e comece a invertir hoje!

Quer receber as melhores análises e recomendações de investimentos do mercado?

Conheça nossos Produtos.

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Fontes: ANAC, Quantum Axis, e IBGE

Fontes das Informações: Valor. InfoMoney. Quantum. Estadão. Broadcast. Folha. Exame. B3. MoneyTimes.

Importante: Leia o nosso Disclosure, antes de investir.

Capitalizo análises e recomendações de investimentos.

Compartilhe

Capitalizo Consultoria Financeira – CNPJ: 27.253.377/0001-09 
© 2019 – Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por: Vezy

Receba nossos relatórios Grátis