Compartilhe

Lojas Renner ou Riachuelo - Qual a melhor?

No relatório de Análise Setorial dessa semana falaremos a respeito do setor Têxtil e de Vestuário. Além disso, faremos alguns comparativos e fundamentações que nos ajudarão a responder a pergunta: Lojas Renner ou Riachuelo (Guararapes) , qual a melhor?

Importante: O dados apresentados abaixo são referentes ao dia 29/06/2018.

Índices de Confiança

O Índice de confiança do empresário do comércio (ICEC) é um indicador que procura antecipar as intenções dos empresários do setor. Os dados são colhidos através de entrevistas com cerca de seis mil empresas em todas as regiões do Brasil. O índice, determinado mensalmente, apresenta variações de zero a duzentos pontos. Sendo que cem pontos corresponde a linha de corte entre perspectivas negativas e positivas. Hoje está em 109.

O índice mencionado regrediu 3,5% em junho, na comparação com o mês anterior. Essa foi a maior variação negativa desde agosto de 2015. Dentro do cálculo, o maior impacto foi observado nas percepções quanto a recuperação econômica, indicando piora, também, nas condições correntes do setor e das empresas com desmembramentos após a greve dos caminhoneiros.

De acordo com levantamento da CNC, considerando apenas os segmentos de combustíveis e supermercados em cinco estados e no Distrito Federal, as perdas totalizaram R$ 5,2 bilhões em onze dias de paralisação. Além disso, existe a perspectiva de forte impacto fiscal com o subsídio do diesel.

Quanto às condições para investimentos, o pior desempenho foi observado na intenção dos tomadores de decisão para contratação de novos funcionários. Apesar da retração no índice de confiança, a geração de empregos formais no varejo brasileiro foi de 61,5 mil nos doze meses até maio, segundo dados do Caged. Nos outros subíndices, o único indicador que ficou estável foi o de aportes em estoques.

Gráfico - Índice de Confiança do Comércio

A intenção de gastos das famílias caiu 0,5% em junho. Isso aconteceu com a influência das incertezas quanto ao futuro da economia. Desta forma, o indicador que mede a confiança dos consumidores completou trinta e oito meses abaixo de 100 pontos. Importante observar que o pior momento foi observado entre junho e julho de 2016. Nesse período o indicador atingiu 68,7 pontos. Hoje ele está em 86,7.

As condições atuais de emprego compensaram parcialmente a queda da confiança. Aproximadamente 34% das famílias entrevistadas disseram estar mais seguras no emprego. No mesmo período de 2017 o percentual era de 31,2%. Cerca de 20,5% responderam que a situação está mais difícil.  Com isso, temos menos pessoas inseguras frente a junho de 2017, quando o índice era de 23,9%.

O pior desempenho do estudo foi em perspectivas para consumo. Nesse caso, o índice caiu 2,5%, com forte impacto da intenção das famílias com renda acima de dez salários mínimos.

A proporção de famílias endividadas caiu de 25% para 24,2% em maio frente ao mês anterior. Este é o segundo mês consecutivo de retração, refletindo um ritmo menor de consumo e cautela com a contratação de empréstimos e financiamentos. O cartão de crédito continua sendo o principal tipo de dívida com representação de 75,7% do total. Logo sem seguidas, temos os carnês, com 16,33% e o financiamento de carros, com 11,07%.

Tipo de Dívida das Famílias

Comércio de Tecidos e Vestuário

De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE, as atividades de tecidos, vestuário e calçados apresentaram bom desempenho no acumulado de doze meses até abril. Com isso, a variação foi positiva de 4,8% no volume de vendas. Embora na base anual o quadro seja positivo, na comparação mês a mês do segmento vem caindo. O último dado mostrou retração de 7,3% em abril frente a março.

Comparando a evolução da receita dos maiores competidores do setor de vestuário, podemos observar que o crescimento é constante desde o início de 2015. O resultado da Lojas Renner se manteve acima do Grupo Guararapes durante o período. As variações porém, forma muito parecidas. Analisando mais a fundo, é possível observar que a primeira apresenta maior eficiência operacional, com margem líquida em crescimento constante e pouca variação. Já a Guararapes registrou forte retração a partir do segundo trimestre de 2015, se recuperando após atingir o menor patamar no quarto trimestre de 2016.

Evolução da Receita e Margem

A Lojas Renner tinha uma estrutura de capital agressiva no início de 2015, com proporção de 103% de dívida sobre o patrimônio líquido. A partir deste momento a companhia começou a se reestruturar, passando o capital realizado de R$ 750,8 milhões para R$ 2,557 bilhões no final de 2017 e diminuindo a proporção de capital de terceiros para 57,3%.

O Grupo Guararapes conta com característica mais conservadora. Percebemos isso pois o percentual se mantém abaixo de 60% no período em análise e atualmente está em 31,3%. Mesmo com o endividamento das duas empresas, a situação financeira é confortável. Em função disso, os indicadores de liquidez estão estabilizados.

Evolução da Estrutura de Capital

Qual a Melhor?

Optamos pela Lojas Renner para recomendação devido a estabilidade dos resultados ao longo dos últimos anos, além da forte rentabilidade patrimonial. Mesmo com múltiplos mais elevados, acreditamos que ainda há espaço para ganhos de capital, pois a empresa apresenta condições de manter a evolução de seu fluxo de caixa no médio prazo. O processo de expansão permanece, com Capex de R$ 577 milhões e necessidade de capital de giro de R$ 413 milhões em 2017. Dessa forma, corroborando com a tese de incremento do negócio. Nas operações, destaque para a margem bruta elevada, com média próxima a 60% nos últimos anos.

O investimento neste ativo conta com características de crescimento, fundamentado na elevação dos resultados. Nosso posicionamento, na grande maioria dos ativos, é voltado para valor, procurando oportunidades em ações com margem de segurança entre o preço de mercado e o valor justo. Para diversificar nossas carteiras, resolvemos mesclar ações de crescimento altamente correlacionadas com o mercado interno. Aproveitando assim, a evolução dos resultados em setores de consumo mais cíclico.

Com os últimos acontecimentos, envolvendo a greve dos caminhoneiros e incertezas políticas com a indefinição do quadro eleitoral, os ativos mais atrelados ao custo Brasil sofreram perdas consideráveis. Acreditamos que o cenário possa continuar nebuloso e a alta volatilidade dos mercados tende a permanecer. Mesmo assim, gostaríamos de ressaltar que ainda contamos com inflação controlada e baixa taxa de juros, fatores que contribuem para o desenvolvimento de diversos setores. O varejo vem em um processo de recuperação gradual e é considerado um dos segmentos mais consistentes, demonstrando estabilidade no volume de vendas desde o segundo semestre de 2017.

Indicadores e Múltiplos das Empresas 

Empresa / Ação P/L P/VPA Valor de Mercado Dívida Bruta / PL Margem Líquida
12 meses
ROE 12 Meses
GUARARAPES 10,85 1,37 R$5,54 bilhões 31,28% 7,66% 12,62%
LOJAS RENNER 25,51 6,07 R$19,82 bilhões 57,31% 10,15% 23,78%

Fontes: Quantum Axis, RI das Empresas, CNC, IBGE e Caged

Quer receber as melhores análises e recomendações para a montagem de uma carteira de ações de longo prazo?

Esse conteúdo é um resumo do Relatório de Análise Setorial de Ações. O relatório completo é publicado, periodicamente, no nosso plano INVISTA EM AÇÕES.

Sobre o Invista em Ações

Conheça nosso produto INVISTA EM AÇÕES e tenha acesso a atualizações de 3 Carteiras Recomendadas com diferentes perfis: Carteira Dividendos, Carteira Crescimento e Carteira Top Recomendadas. Receba ainda, análises e recomendações das melhores ações da Bolsa de Valores.

Caso você queira receber análises e recomendações de médio e curto prazos, conheça o FULL TRADER.

 

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

 

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Fontes das Informações: Valor. InfoMoney. Quantum. Estadão. Broadcast. Folha. Exame. B3. MoneyTimes.

Importante: Leia o nosso Disclosure, antes de investir.

Compartilhe

Capitalizo Consultoria Financeira – CNPJ: 27.253.377/0001-09 
© 2019 – Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por: Vezy

Receba nossos relatórios Grátis