Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Realizamos um estudo com ações listadas na B3 para identificar as mais baratas em relação ao seu lucro. Dessa forma, formamos um Ranking de Preço Lucro (P/L).

O P/L é uma fórmula que estima o tempo, levando em conta que a empresa mantenha os seus lucros, que suas ações levarão para "devolver" ao investidor o valor pago por ela. Abaixo temos o cálculo:

P/L = Cotação da Ação / Lucro Por Ação

Exemplo: Ação cotada R$ 20,00 e o lucro líquido anual por ação R$ 4,00.

Calculando o P/L, temos: 20/4= 5.

Portanto, serão necessários cinco anos para o retorno do investimento.

Como funciona o indicador

O P/L é um indicador amplamente utilizado, em função da facilidade do cálculo e pela possibilidade de comparação com outras empresas.

Quanto mais elevado for o P/L da companhia, maior será a disposição do mercado em pagar pelos lucros da mesma. Um P/L elevado também pode indicar que o mercado tem expectativas altas para o papel.

Um P/L baixo pode mostrar que o mercado não está tão confiante em relação as ações da empresa. Porém, também pode indicar que aquela ação pode ser uma boa oportunidade que ainda não foi percebida pelo mercado. Dessa forma, um múltiplo baixo pode indicar que a ação da empresa está atrativa.

É importante ressaltar que alguns analistas e investidores trabalham com o conceito do P/L esperado, na qual incluem a previsão de lucro dos 12 meses seguintes.

Cuidados ao usar o indicador

É importante frisar que o indicador P/L não deve ser analisado de forma isolada. O ideal é sempre utilizá-lo em conjunto de outros indicadores. Além disso, não recomendamos utilizar o indicador fazendo comparações com ações de diferentes setores.

Por fim, vale a pena comentar que o indicador P/L pode ser um bom termômetro sobre a confiança dos investidores. Porém,  não necessariamente é um indicador preciso na avaliação da saúde financeira das companhias.

O Ranking

Abaixo separamos 5 ativos que atualmente estão com P/L abaixo de 6, dentre os principais ativos que acompanhamos:

EMPRESA CÓDIGO P/L
Randon RAPT3 5,72
Wiz Soluções WIZS3 5,5
Taesa TAEE3 5,46
Cyrela CYRE3 5,38
Companhia Energética de São Paulo CESP6 5,32
Confira detalhes sobre cada uma dessas empresas:

RANDON (RAPT4)

Maior fabricante de reboques e semirreboques da América Latina, a Randon, produz carrocerias, reboques, semirreboques e vagões ferroviários em quatro unidades industriais no Brasil e duas no exterior. É a principal exportadora brasileira do segmento, com uma fatia de 70% do setor e seus produtos circulando em mais de 70 países. Também é controladora da Fras-Le, marca global fabricante de autopeças, como lonas e pastilhas de freio.

Em fevereiro de 2021, a Randon reportou uma receita líquida de R$ 610 milhões, crescimento de 46,4% frente ao mesmo mês de 2020. Enquanto o número de emplacamentos de implementos caía 1,9%, a empresa registrou crescimento de 4,8% em relação ao mês anterior. Ou seja, mesmo a Randon sendo a maior do mercado, ela consegue crescer acima da média.

Além disso, a Randon tem boas perspectivas de médio e longo prazos, em função da demanda resiliente de veículos pesados e das vendas estáveis de reposição; além de se beneficiar com o Agronegócio, que vive um ótimo momento.

WIZ (WIZS3)

Há quase 50 anos, a Wiz atua na gestão de canais de distribuição de seguros e produtos financeiros, desenvolvendo soluções completas de venda e pós-venda, tanto no segmento pessoa física como pessoa jurídica. É dividida em diferentes segmentos:

Rede Wiz, onde conta com um time que atua de forma presencial nas agências da Caixa com a distribuição de seguros em mais de 400 municípios brasileiros. Recentemente, perderam a disputa com a Alper no processo competitivo com a Caixa, mas receberão os valores do contratos já fechados.
Inter Seguros, companhia que atua na comercialização de seguros, consórcios e previdência nas plataformas do Inter, com que tem um contrato de 50 anos.
BMG Corretora, que atua na comercialização de produtos de seguridade, incluindo seguros, consórcios, capitalização e previdência privada, por meio dos canais de distribuição do Banco BMG. Possui acesso a uma extensa rede de distribuição composta por cerca de 800 lojas físicas (lojas Help!), além de e 2 mil correspondentes bancários ativos, em um contrato de 20 anos.
Wiz Conseg, que opera na venda de seguros e produtos financeiros em redes de concessionárias.

TAESA (TAEE3)

A Taesa é uma das principais transmissoras de energia do país, contando com 39 concessões, sendo 10 concessões na holding, 10 investidas integrais e 19 participações. Possui um total de 13.576 km de linhas de transmissão e 97 subestações. Está presente em 18 Estados, além do Distrito Federal. O prazo médio de suas concessões é de quase 17 anos. Só entre 2006 e 2020, já pagou cerca de R$ 9,5 bilhões em dividendos.

A empresa conta com base de ativos premium e dedicação a transmissão, histórico consistente de pagamento de dividendos, crescimento sustentável com geração de valor para o acionista, excelência operacional, histórico comprovado de disciplina financeira e alto nível de governança corporativa.

Outro destaque é que a Cemig deve vender a porcentagem que possui na Taesa. Ainda é muito cedo para detalhes, mas especialistas entendem que há empresas como a Alupar que devem participar desse processo, o que seria muito importante para a Taesa.

A Taesa teve um ótimo 2020 e, no quarto trimestre, registrou lucro líquido de R$ 829 milhões, uma alta de 194,7% na comparação anual, ajudada, principalmente pela disparada do IGP-M.

CYRELA (CYRE3)

A Cyrela foi fundada em 1962, em São Paulo-SP e abriu capital na bolsa de valores em 2005. Incorporou a Goldsztein em 2009 e a Andrade Mendonça em 2011. Atua com incorporação, compra e venda de imóveis, contando com uma posição de liderança na indústria. São mais de 50 anos de história, mais de 2.600 funcionários (entre obras e administrativo), e mais de 200.000 clientes.

Seu fundador, Elie Horn, é, não só uma das pessoas mais ricas do Brasil, como  uma das figuras mais fantásticas do nosso país, tanto como empresário como pelas ações de filantropia que exerce. O empresário conseguiu imprimir um estilo único à Cyrela e é esse um dos motivos pelos quais é uma empresa tão respeitada no mercado.

A Cyrela conta uma disciplina financeira incrível, além de ser uma empresa bem conservadora e que pode pagar bons dividendos. Recentemente, fez os IPOs das subsidiárias Lavvi, Plano e Plano e Cury, outra empresa fantástica. Além disso, em 2018, lançou a fintech CashMe, plataforma que oferece empréstimos com imóveis em garantia e que possui mais de R$ 500  milhões em carteira. A CashMe também conta com possibilidade de IPO.

CESP (CESP3)

A CESP (Companhia Energética de São Paulo) adquiriu, em 2018, o controle acionário da companhia Votorantim Energia e a SF Ninety Two, por meio do leilão de compra e venda de ações ordinárias que pertenciam ao Governo do Estado de São Paulo. Já em  2020, a SF Ninety Two foi totalmente incorporada pela Votorantim Energia.

A CESP tem como atividade principal a operação de sistemas de geração e a comercialização de energia elétrica. A Companhia, atualmente, possui três usinas de geração hidrelétrica no Estado de São Paulo. A empresa tem uma proposta de crescimento bem interessante e está resolvendo os problemas do déficit previdenciário. Importante lembrar que a Cesp patrocina o plano de aposentadoria aos seus empregados e ex-empregados. Além disso, a empresa tem um processo envolvendo a usina de Três Irmãos que corre na justiça há algum tempo, mas que pode fazer com que quase R$ 5 bilhões entrem no caixa da empresa.

Recentemente, foram aprovados mais R$ 2,96 de pagamento de dividendos por ação. Elas ficaram ex-dividendos no dia 5 de abril e o pagamento será realizado em duas parcelas. A primeira acontece em 15 de abril de 2021 (junto com JCP já anunciado de R$ 1,82). A segunda parcela, será efetuada em 15 de setembro de 2021.

Quer receber as melhores recomendações de ações para montar sua carteira de longo prazo?

Dentre tantas empresas consideradas "baratas" na bolsa de valores e que podem representar boas oportunidades, como saber exatamente em quais investir?

Conheça o Invista em Ações, o produto que vai te ajudar a construir e diversificar seu patrimônio. Receba análises e recomendações para a montagem da sua carteira de ações e conheça os ativos que podem trazer altos retornos em longo prazo. Acompanhe a nossa recomendação de diferentes Carteiras e invista com o suporte e acompanhamento da melhor equipe de analistas do mercado.

O Invista em Ações traz as análises e recomendações de boas empresas e é dividido em seis carteiras recomendadas, cada uma visando um objetivo específico: Dividendos, Crescimento, Top Recomendadas, Small Caps, Buy and Hold Raiz e Internacionais

Fique por dentro ainda dos avisos de pagamentos de dividendos, fatos relevantes, análises setoriais e análises de relatórios trimestrais e anuais.

Lembre-se: sendo cliente Capitalizo, você também:

✅ Tem acesso total a nossa equipe de atendimento por e-mail, WhatsApp e Telegram
✅ Recebe materiais, e-books e relatórios exclusivos
✅ Pode solicitar uma análise de seus investimentos já existentes
✅ Assiste às mentorias fechadas para clientes e tira suas dúvidas direto com o Tiago Prux

Nossos resultados

Confira, nas imagens abaixo, os resultados em rentabilidade de algumas de nossas carteiras que compõem o produto Invista em Ações!

A nossa Carteira Crescimento, portfólio de longo prazo que tem o objetivo de garimpar oportunidades nas melhores empresas do Brasil e do mundo com forte potencial de rentabilização, valorizou, desde agosto de 2017, mais de 141%, contra 68% do Ibovespa e 50% do Dow Jones, no mesmo período!

Desde abril de 2018, a Carteira Dividendos do produto Invista em Ações já valorizou, só em rentabilidade das ações que a compõem, mais de 106%! No gráfico abaixo, comparamos a valorização da carteira da Capitalizo com o Ibovespa e também com três dos principais fundos de investimentos focados em dividendos no mesmo período.

Se você busca diversificação e desempenho no exterior, nossa Carteira Recomendada Internacional já valorizou mais de 78% desde abril de 2020. No mesmo período, o Dow Jones, um dos principais indicadores da bolsa de valores norte-americana, teve ganhos de 57%.

Acesse agora nossas recomendações de diferentes Carteiras 

Carteira Dividendos

Carteira Crescimento

Carteira Top Recomendadas

Carteira Small Mid Caps

Carteira Buy & Hold Raiz

Carteira de Ações Internacionais

Recomendações de Fundos de Ações

Atendimento Exclusivo Capitalizo

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795
Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855
Roberto Martins de Castro Neto, CNPI EM-2423

___

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Atendimento

E-mail

contato@capitalizo.com.br

Telefone

4003-9127 (para todo Brasil)
em dias úteis, das 8:30 às 17:30

Redes Sociais

Pagamento

Segurança

Capitalizo Análises e Recomendações – CNPJ: 27.253.377/0001-09 
© 2019 – Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por: Vezy

Receba nossos relatórios Grátis