“A Bolsa despenca em 2023”: Será?

Capas Blog

Após as Eleições brasileiras do ano passado, a opinião era quase unânime: “Em 2023 a Bolsa despenca”.

No entanto, o que se viu foi exatamente o contrário: ações recuperando e alta do Ibovespa esse ano.

Durante os últimos meses, foram publicados milhares de relatórios e textos justificando o movimento de recuperação e, como num “passe mágica”, surgiram os comentários dando a entender que era óbvio que isso iria acontecer.

Ou seja, os mesmos que falavam em baixa, se valendo da quantidade de informações que são publicadas todos os dias e da memória um pouco “falha” dos leitores, querem convencer o grande público de que eles sabiam o que estava por vir.

Nesse texto, não vamos falar sobre Eleições, pois aqui elas não são importantes. E sim sobre fazer investimentos baseados em notícias, em o que os outros disseram ou simplesmente em achismos.

“VOCÊS NÃO SABEM O QUE VAI ACONTECER”

Muitas pessoas ao ler o início desse texto devem ter pensado: “Eles estão falando mal dos outros, mas eles também não sabiam o que iria acontecer”.

Se você pensou isso, saiba que concordamos 100% com você. A verdade é que não somente nós não sabíamos o que iria acontecer.

Ninguém sabia! E ninguém saberá!

Se você achava que quem ganha dinheiro no mercado são os investidores que sabem os movimentos futuros, é possível que você tenha ficado um pouco frustrado ao saber disso.

Como é possível, então, tantas pessoas tentarem adivinhar quando os preços das ações irão subir ou cair? Por que a maior parte dos analistas e especialistas do mercado trabalham dessa forma?

Justamente porque essa verdade costuma ser inconveniente, pois as pessoas não se sentem confortáveis com o “não sei”. E isso é normal, à medida que o desconhecido pode assustar um pouco.

Porém, quem tenta investir acreditando que é possível saber o que acontecerá, está fadado a nunca ganhar dinheiro na bolsa.

Você pode aprender com os erros dos outros desde o início da jornada no mundo dos investimentos, ou pode simplesmente “se render” ao “não sei o que vai acontecer”.

QUANTO MENOS TENTAMOS ADIVINHAR, MAIS PREPARADOS ESTAREMOS

Se você, ao descobrir que ninguém sabe o que acontecerá, achou que essa era uma notícia ruim, saiba que é exatamente ao contrário.

A grande notícia é que você não precisa tentar adivinhar nada para ganhar dinheiro na bolsa.

Afinal, isso nos coloca em “pé de igualdade” com qualquer grande investidor. Seja ele um mega bilionário brasileiro ou um Warren Buffett “da vida”.

E melhor, poderemos agir exatamente como esses investidores agem: tendo uma Estratégia, seguindo ela fielmente, e nos preparando para o futuro.

Parece contra-intuitivo, mas quanto menos tempo perdemos em adivinhações e quanto mais entendemos que o futuro é um grande “ponto de interrogação”, mais vamos nos preparar de maneira eficiente para qualquer cenário que irá se apresentar.

Como no exemplo que usamos nesses casos, você vai preparar a sua casa para uma tempestade somente quando ela vier ou já terá se preocupado com isso durante a construção?

Na bolsa, funciona exatamente da mesma forma. Se os eventos que irão ocorrer te deixam confusos quanto ao que fazer, é sinal que você não se preparou bem.

COMPRAR E VENDER SEM SABER O MOTIVO VAI TE TIRAR DO MERCADO 

Imagine quantas pessoas venderam todos os seus investimentos na bolsa após as Eleições e, ao verem a alta recente, compraram tudo novamente?

Você pode achar que isso não ocorre mas, durante 20 anos atendendo investidores, posso afirmar que, enquanto eu escrevo essa linha, centenas de investidores, infelizmente, estão fazendo isso.

Agora, imagine como esses mesmos investidores que venderam em 2022 e compraram novamente esse ano, irão se sentir se o mercado cair forte nos próximos dias?

Eu respondo: extremamente frustrados, com grandes chances de vender tudo novamente e abandonar a Bolsa.

Como desculpa, eles vão dizer que “bolsa é ruim” ou que “é coisa de especulador”, perdendo uma grande chance de ganhar dinheiro em um mercado fantástico como esse.

FAÇA A COISA CERTA

A Bolsa de Valores não é lugar para torcida, emoções, paixões ou partido político. Quem virar torcedor ou agir de forma passional estará fadado a perder dinheiro.

Sendo assim, só existe um caminho: seguir racionalmente um plano, uma Estratégia. Quem age dessa forma não vai ganhar em 100% do tempo, mas estará preparado para a maioria dos percalços e contratempos que virão no futuro – sejam eles quais forem.

Dessa forma, é muito importante que você:

  1. Saiba exatamente o quanto quer disponibilizar do seu capital total para investir em ações. Importante: não invista valores que você já tem destino certo;
  2. Tenha uma Estratégia que aponte o que fazer, quando comprar, quando vender, o que comprar e o que não comprar. Se você não sabe isso, significa que você não tem Estratégia;
  3. Siga o que foi planejado de forma paciente e com disciplina.

A receita acima é o que chamamos de “fazer a coisa certa”.  Essa receita não é mágica, mas vai fazer com que você seja investidor profissional, se afastando dos amadores.

RESULTADOS SUPERIORES

Agir de forma profissional costuma gerar resultados acima da média, seja como dono de uma indústria, de uma padaria ou investindo em ações.

Abaixo, seguem os resultados de todas as nossas Estratégias e Carteiras. Caso queira saber mais informações a respeito delas, basta clicar no nome de cada uma.

Você verá, na prática, o excelente desempenho que tivemos até agora em praticamente todas elas sem, em nenhum momento, tentar adivinhar o que iria acontecer.

Desconheço qualquer outra Casa de Análise ou mesmo Gestoras que tenham resultados tão positivos, com tantas Estratégias diferentes, como a Capitalizo alcançou nesses anos. Tudo de forma transparente e independente.

Não sabemos do futuro, mas acreditamos que fazendo o que foi feito até agora, poderemos entregar resultados tão bons quanto esses nos próximos anos.

O candidato que apoiaremos no segundo turno

Capas Blog e Relatorios 4

Nos últimos dias recebemos alguns questionamentos a respeito da “fraca cobertura” que fizemos das Eleições, especialmente no segundo turno.

Acredito que todas as perguntas que recebemos sobre o tema são válidas. Afinal, as decisões políticas impactam a nossa vida e claro, os nossos investimentos. Além disso, como essa é uma Eleição marcada pelos “ânimos acirrados”, os investidores estão muito mais preocupados do que em outros pleitos – o que é normal e totalmente compreensível.

Dessa forma, hoje quero trazer alguns pontos para justificar a nossa sentida “ausência” no debate político.

A CAPITALIZO NÃO TEM PARTIDO

É importante falar que a Capitalizo não tem partido político, nem apoiamos qualquer um deles. Respeitamos todas as companhias que se manifestam nesse sentido, mas restringimos isso para a “pessoa física” de cada um que faz parte da nossa equipe – e tem liberdade para expressar suas preferências da maneira que achar melhor.

FOCAR NO QUE IMPORTA

O fato de não nos expressarmos sobre preferências políticas não quer dizer que não acompanhamos tudo que acontece em Brasília ou em países importantes.

Por exemplo, no próximo dia 08/11, os EUA realizarão eleições para renovar parte do Congresso (100% da Câmara e 1/3 do Senado). Os Republicanos devem ser maioria na Câmara. No Senado, a disputa é mais incerta.

Por sinal, essa disputa nos Estados Unidos, a maior economia do mundo, é tão importante quanto as Eleições aqui no Brasil.

Porém, expressar qualquer tipo de preferência não traz nenhuma vantagem para a Capitalizo e por consequência, para os investidores que seguem as nossas recomendações.

Por qual motivo um analista nosso deixaria de lado suas rotinas diárias para focar em discussões intermináveis em redes sociais?

Faz sentido um padeiro, um advogado ou um engenheiro, no exercício das suas atividades profissionais demonstrarem suas preferência políticas? Sinceramente, quando eu vou em uma padaria, espero receber um pão quentinho e bom – não estou preocupado em quem aquela pessoa vota.

“Por que então na Capitalizo deveria ser diferente?”

Além disso, eu e a minha família seguimos as nossas recomendações. Temos muito dinheiro aplicado nas nossas Carteiras e Estratégias. Se eu soubesse que o mesmo analista responsável por essas recomendações estivesse “discutindo no Twitter”, eu seria o primeiro a me opor.

É preferível que percamos engajamento, mas que não nos descuidemos em nenhum momento dos investimentos dos nossos clientes.

Não podemos esquecer o objetivo da Capitalizo: fazer com que as pessoas ganhem dinheiro no mercado. Para isso que existimos. 

POLÍTICA NÃO IMPORTA?

Com certeza importa (e muito). Quem tem ações de Estatais, por exemplo, pode ver os lucros dessas companhias piorar ou melhorar muito por decisões políticas, como por escolhas boas ou ruins de CEOs dessas empresas.

Sabendo disso, a maior parte do trabalho para nos beneficiarmos ou não sofrermos grandes prejuízos em função de qualquer instabilidade política já foi feito.

Como já comentei algumas vezes, sempre sabemos o que fazer em cada situação. Dessa forma, as nossas Carteiras e Estratégias já incorporam qualquer efeito das Eleições – seja ele positivo ou negativo.

Mas é importante frisar: o “grosso” desse trabalho já foi feito. Não é na última semana antes das Eleições que mudaríamos a forma com que fazemos as coisas por aqui – e não é desse jeito que alguém conseguiria ganhar dinheiro de forma consistente.

RESULTADOS 

No último dia 24/10 (segunda-feira), o Ibovespa caiu 3,27%. Nesse mesmo dia, 4 das nossas Carteiras de Ações de Longo Prazo atingiram as máximas históricas de retorno: TOP Crescimento, Tiago Prux, Dividendos+ e Micro e Small Caps.

Pergunto: quantas casas de análises, gestoras, profissionais de mercado ou investidores estavam comemorando o mesmo feito que a Capitalizo? Acredito que poucos.

Obviamente, um dia isolado ou o retorno de curto prazo não quer dizer muita coisa, mas o equilíbrio e a manutenção das boas Estratégias, costumam gerar bons e consistentes resultados. E é isso que fazemos por aqui.

Estamos preparados para enfrentar qualquer cenário e gerar resultados positivos. Mas para isso ser possível, temos que focar menos em “engajamento” e mais em “análise”.

Sendo assim, não esperem da Capitalizo cobertura das Eleições, existem outros no mercado bem mais capacitados do que a gente para esse trabalho. Esperem que vamos continuar o mesmo trabalho feito desde 2017, com foco em ganhar dinheiro.

COMPROMISSO COM O BRASIL?!

Além de mais “cobertura política” algumas pessoas nos pediram uma posição de preferência entre Lula e Bolsonaro como forma de mostrar o “nosso compromisso com o Brasil”.

Até aqui já ficou claro que jamais nos posicionaremos (como pessoa jurídica) sobre candidatos.

Vale comentar também que a Capitalizo é uma empresa comprometida com a nossa economia e com o desenvolvimento do Brasil. Só não acreditamos que precisamos ter lado para provar isso.

Além disso, eu, Tiago, desde o dia 01/07/2021 tenho um compromisso que vai muito além de política ou que eu tenho com o Brasil, já que nessa data nasceu a minha filha Maya.

Logicamente eu quero que ela possa viver aqui e que o nosso país melhore. Por outro lado, se as coisas piorarem, será justamente o dinheiro dos nossos investimentos e os ganhos obtidos seguindo as recomendações da Capitalizo, que garantirão para a minha “filhota” a sua felicidade e sobrevivência, seja onde for.

Sendo assim, ela será sempre a minha candidata escolhida. 

PARA REFLETIR

Para finalizar, eu peço a gentileza para todos que estão lendo esse texto e se sentem extremamente preocupados ou desmotivados com seus investimentos, que reflitam sobre os seguintes pontos:

-Sou mesmo um investidor ou estou apenas torcendo para que as ações subam ou caiam?

-Tenho uma Estratégia clara, diversificada e que sempre me mostre o que fazer?

-Estou preocupado em “estancar” as perdas?

-Estou realmente preocupado em ganhar dinheiro?

Se você não gostar das suas respostas ou está perdendo o sono por causa dos seus investimentos, é sinal de que precisa mudar a forma de investir.

Se esses forem os casos, estamos à disposição para te ajudar nessa jornada.

Um abraço e ótimos investimentos!
Tiago

CONHEÇA A CARTEIRA TIAGO PRUX

A Carteira Tiago Prux foi pensada e estruturada para você que segue a filosofia do Buy and Hold e que quer se tornar um investidor global.

Com essa estratégia, bastam 10 minutos por mês para você manter sua carteira 100% atualizada e “à prova” de crises.

Entenda a Estratégia da Carteira no vídeo abaixo:

×