Valuation: como avaliar o preço justo de uma ação?

Valuation é um termo em inglês que, de forma geral, descreve o valor de uma empresa. O indicador é muito utilizado pelos investidores para apoiar suas operações relacionadas aos investimentos, como aquisição de ações, gerenciamento da carteira etc.

Por meio de uma análise, é possível descobrir o valor adequado para determinado ativo – encontrando, portanto, o valuation. Essa avaliação pode ser feita de diferentes formas e cada investidor usa o método que considera mais eficiente.

Neste artigo, você entenderá o que é o valuation e como avaliar preço justo de uma ação. Boa leitura!

O que é valuation?

Valuation é o processo de estimar o valor intrínseco de uma empresa. Isso permite projetar o valor de suas ações para o futuro e prever um possível retorno do investimento em determinado ativo.

Com base no resultado obtido para o valuation e no preço atual do ativo, analistas do mercado financeiro fazem recomendações de compra ou venda de uma ação, por exemplo – e investidores avaliam as possibilidades de investimento. 

Dentro do método, existem diversas técnicas de avaliação que podem ser utilizadas para fazer estimativas a respeito do valor de um negócio.

É importante entender que a metodologia de atribuir valor a uma empresa é relacionada a estimativas futuras. Assim, se ocorrer algo fora do esperado, o resultado obtido no futuro pode ser divergente daquele previamente estimado pelos cálculos.

Além disso, de acordo com as premissas e os números utilizados na metodologia do cálculo, o valor justo da ação determinado por um investidor ou analista pode ser diferente do valor encontrado por outro.

Dessa forma, não é possível entender o valuation apenas como um simples cálculo matemático. Podemos dizer que ele é uma metodologia que envolve vários fatores subjetivos, que variam de acordo com cada análise.

Como funciona o valuation?

Como você já percebeu, o valuation é uma avaliação subjetiva. Por isso, é muito difícil precisar com exatidão o valor justo de uma ação. No entanto, com o uso desse indicador, é possível ter um resultado aproximado e encontrar oportunidades na bolsa – visando obter bons lucros no mercado.

Com a estimativa do preço justo, o investidor pode identificar oportunidades não apenas de comprar ações baratas, mas também ativos de boas empresas com desconto significativo em relação ao seu valor característico – ou intrínseco.

Mas, mesmo que o valuation seja uma ferramenta valiosa para análise na renda variável, é importante destacar que ela deve ser utilizada com cautela. Antes de aplicar dinheiro em um ativo, o investidor deve realizar diferentes tipos de análises.

Para que serve o valuation?

O valuation é importante em diversas situações, especialmente por investidores que desejam comprar uma ação pelo seu valor justo, como abordamos. No entanto, esse indicador também é utilizado por empresas que desejam tomar decisões melhores em relação ao seu próprio negócio.

Um exemplo é quando os sócios majoritários decidem vender a própria empresa. Nesse caso, é fundamental definir o valuation, pois sem ele existe o risco de determinar um valor muito alto pela empresa e perder a oportunidade de vender o negócio.

Quais são os tipos de valuation?

Para analisar o valuation de um ativo existem diversos métodos disponíveis. Entre os mais usados, estão:

  • Fluxo de Caixa Descontado: propõe uma análise do valor intrínseco da empresa com projeção de lucro futuro, aplicando a dedução do risco associado ao investimento;
  • Múltiplos de Mercado: permite uma avaliação por meio da comparação de indicadores de companhias que atuam em determinado setor;
  • Valuation Contábil: considera apenas a contabilidade da empresa, ou seja, seu patrimônio líquido;
  • Valuation de Liquidação: consiste, basicamente, em somar todos os ativos da empresa e subtrair os passivos. É mais utilizado quando a companhia está sendo fechada;
  • Valuation Pré-Investimento: se relaciona com o valor de mercado da companhia antes da entrada de um subsídio financeiro;
  • Valuation Pós-Investimento: considera o valor total após a injeção do aporte e é usado para definir a participação de um investidor na empresa.

Como avaliar o preço justo de uma ação?

O modelo Fluxo de Caixa Descontado é uma das alternativas mais utilizadas por investidores que desejam fazer uma avaliação de um determinado papel com o máximo de informação e precisão possível.

Confira então como avaliar o preço justo de uma ação em 3 passos utilizando o Fluxo de Caixa Descontado:

Passo 1

O primeiro passo é projetar o fluxo de caixa do negócio – ou seja, subtrair o montante recebido do montante total gasto em um determinado período. Alguns setores tendem a ser mais estáveis, o que facilita a avaliação.

Por outro lado, setores mais dinâmicos tendem a fornecer resultados com maiores oscilações, deixando os dados menos confiáveis. Além disso, também é importante estimar uma taxa de crescimento no valor da empresa a cada ano.

Passo 2

Esse é o passo mais complexo, no qual é necessário atualizar as estimativas utilizando uma taxa de desconto anual. Ela tem o objetivo de retratar a desvalorização do dinheiro ao longo do tempo e deve considerar o risco do investimento e a estrutura de capital da empresa.

Não há um consenso entre os analistas para a definição dessa taxa. Diante dos impasses, uma solução muito utilizada é adotar a base de rendimentos médio da bolsa.

Passo 3

Por fim, é necessário somar todos os fluxos descontados. Com isso, você estima o valuation atual da companhia analisada. Para saber o valor de mercado, basta subtrair o total da dívida líquida. Ao dividir esse resultado pelo número de ações emitidas, temos o valor justo da ação.

Concluindo

No fim, o investidor que não faz uso do valuation fica refém da expectativa do mercado como um todo no preço daquele ativo, o que não traz uma referência de se ele está pagando caro ou barato naquele ativo.

Por isso, é muito importante que você tenha acesso ao valuation do ativo que você está cogitando comprar, quer um exemplo? Vamos olhar para a Ferbasa (FESA4):

Em 2019, ao calcular o valuation dela, vimos que ela estava sendo negociada com um baita desconto e tinha ótimas perspectivas de crescimento em função da recuperação dos preços do ferrocromo e da demanda pelos produtos da empresa.

Ou seja, era uma compra óbvia e com uma excelente margem de segurança devido os preços bastante descontados. Por isso, nosso time de análise recomendou compra do ativo para nossos clientes.

Já em 2020, no auge da crise do Covid-19, o mercado jogou os preços das ações muito abaixo do que elas deveriam valer. Então, mais uma vez, reforçamos a recomendação de compra das ações da Ferbasa e esse é o resultado até agora:

Rentabilidade FESA4 x IBOV desde Março de 2020

Simplesmente +430,60% de ganho contra apenas +92% do Ibovespa. Tudo isso usando o valuation a favor dos nossos clientes.

Por isso, na bolsa de valores, o valuation é muito utilizado por ser um importante indicador para encontrar o valor justo das ações. Afinal, as variações entre o preço de um papel e seu valor intrínseco podem representar uma boa oportunidade de lucro aos investidores no futuro.

Logo, se você investe visando o longo prazo, é fundamental entender mais sobre o valuation e o processo de análise de uma ação. Mas, se você tem dificuldades em avaliar com cautela e solidez os papéis de seu interesse na bolsa, vale a pena contar com um serviço de análise especializado.

Quer investir em boas ações da bolsa de valores e montar uma carteira sólida para o longo prazo? Então conheça o Invista em Ações! Com ele, você impulsiona seus investimentos com as mais completas análises e recomendações de papéis do mercado. Receba semanalmente notificações das ações recomendadas, como avisos de pagamentos de dividendos, fatos relevantes, análises setoriais e análises de relatórios trimestrais e anuais.

Acesse agora nossas recomendações de diferentes Carteiras: Carteira Dividendos, Crescimento, Top Recomendadas, Small Caps, Buy & Hold Raíz, Ações Internacionais e recomendações de Fundos de Ações.

Tem alguma dúvida sobre o produto? Então entre em contato conosco e fale com a gente!

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

Roberto Martins de Castro Neto, CNPI EM-2423

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.