Ganhos de 11% com a queda do mercado | Deu Gain

Recomendacoes do Rastreador de Tendencias

Na nossa série de artigos “Deu Gain”, trazemos algumas das nossas recomendações vencedoras da assinatura Full Trader, especialmente as de Swing Trade, Rastreador de Tendências, Opções e Long & Short.

O intuito é mostrar para você, na prática, como funcionam as nossas recomendações.

Hoje falaremos um pouco sobre a estratégia de Swing Trade, e os motivos que nos levaram a ter um desempenho bastante satisfatório ao longo do tempo.

Lembrando que as operações de Swing Trade em Ações são mais curtas, normalmente sendo encerradas em poucos dias ou dentro da mesma semana.

As recomendações costumam durar de 2 a 10 dias.

Além de nunca ter fechado o ano com prejuízo, essa estratégia entregou retornos médios superiores a 30% ao ano.

Segue o gráfico com o desempenho histórico dessas operações de Swing Trade:

Perceba que os ganhos, além de consistentes, são muito superiores ao apresentado pelo mercado (Ibovespa).

Um dos principais motivos desses ótimos resultados é que, além de ganhar com as altas do mercado, recomendamos operações que permitiram ganhar também com a baixa dos preços.

A chamada “venda alugada”.

COMO ASSIM GANHAR COM A BAIXA?

A estratégia utilizada para que pudéssemos ganhar com a baixa foi a de Swing Trade com venda alugada de ações.

Esse tipo de operação dá a possibilidade de ganharmos nos momentos mais turbulentos do mercado.

Além disso, como os movimentos de baixa costumam ser mais rápidos do que os de alta, esse tipo de operação tende a ser mais curta.

Tanto que no mercado existe uma expressão que ilustra bem a velocidade dos movimentos baixistas: ”o mercado sobe de escadinha e desce de elevador”.

Em algumas operações, tivemos ganhos de +11,08%, +6,39%, +9,16% e +9,89%…

Todos eles conquistados em poucos dias de pregão, e que certamente ajudaram nossa estratégia de Swing Trade a bater os mais de 500% de rentabilidade histórica.

Abaixo, seguem outras recomendações enviadas com o intuito de ganhar com a queda do mercado:

Vale ressaltar que você tem acesso a todas as recomendações já realizadas por nossa Equipe de Análise.

COMO VOCÊ RECEBE ESSAS OPORTUNIDADES?

Todas as nossas operações são enviadas pelo APP, pelo Sistema (para quem estiver no seu computador) e pelo nosso canal do Telegram.

Você só precisa colocar as ordens na sua corretora, já que todos os passos são avisados.

Ficou interessado? Saiba mais a respeito:

ESTRATÉGIA DE SWING TRADE DA CAPITALIZO

A nossa Estratégia de Swing Trade é perfeita para você que busca ganhos massivos em operações rápidas (de 2 a 10 dias) na Bolsa de Valores.

Aqui, bastam 10 minutos por dia para você acompanhar todas as atualizações e manter suas operações 100% em dia.

Conheça mais detalhes no vídeo abaixo:

 

Bitcoin: é uma furada ou realmente vale a pena? 

Bitcoin

Se o seu perfil de investidor é mais focado em alternativas arrojadas, saiba que o investimento em Bitcoin pode ser uma opção relevante para o seu patrimônio.

Neste artigo, a intenção é explicar um pouco melhor esse fenômeno financeiro e entender como é o seu funcionamento. 

AFINAL, O QUE É BITCOIN?

No intuito de servir como um meio de pagamento, semelhante às moedas que utilizamos, mas com foco no âmbito virtual, o Bitcoin foi desenvolvido em 2009.

Tudo começou a partir de um artigo, assinado pelo pseudônimo Satoshi Nakamoto, que explorava a possibilidade de registrar transações mediante a um banco de dados.

Com isso, alguns meses após, o software mencionado no artigo começou a funcionar, e o Bitcoin foi a moeda utilizada por um grupo de entusiastas dessa ideia.

Basicamente, é uma moeda digital descentralizada, ou seja, não há uma instituição – como o Banco Central – para controlar ou regular as informações. 

Muito adotada por novos usuários, essa criptomoeda é uma forma não burocrática de reserva de valor, que tem chamado a atenção de investidores e empresas.

Vale ressaltar que a criptomoeda Bitcoin é apenas um dos vários tipos de criptoativos, que são ativos criptografados por meio da tecnologia blockchain.

COMO O BITCOIN FUNCIONA NA PRÁTICA?

Blockchain é o software utilizado tanto para o cadastro de transferências de Bitcoins quanto para a mineração de novas moedas, oferecendo maior segurança às transações.

É um sistema complexo que depende de uma grande rede de computadores pelo mundo para funcionar, servindo como uma espécie de livro contábil digital.

Por serem informações criptografadas, isso ajuda a proteger o seu patrimônio em relação a possíveis ataques de hackers ou programas mal intencionados.

Como o Bitcoin não é devidamente regulamentado, existem corretoras específicas que exercem a mediação de liquidez entre compradores e vendedores: as exchanges.

Na prática, assim como ocorre com o investimento em ações, que é preciso ter conta em uma corretora de valores, você fará o cadastro na exchange de sua confiança

Basta transferir o capital disponível para a exchange, escolher o Bitcoin ou outra criptomoeda que queira e definir o valor cambiado para a ordem de compra.

Depois disso, como uma forma de proteção a mais, você pode transferir os seus Bitcoins para uma carteira à parte, copiando a chave pública informada no aplicativo.

Para resgatar os valores em reais, basta apenas realizar o processo inverso, isto é, transferir da sua carteira para a exchange e, depois, para o seu banco. 

QUAIS OS FUNDAMENTOS QUE PODEM INFLUENCIAR O INVESTIMENTO EM BITCOIN?

Seja qual for o investimento que pretenda fazer, o ideal é sempre ter um bom planejamento e estudar o mercado para compreender se é uma boa ou não.

Partindo desse princípio, veja, abaixo, que existem três grandes fundamentos que podem tranquilizar você a respeito do investimento nessa moeda digital.

📌 SEGURANÇA

Por ser um investimento de alto risco, o fator segurança é um dos mais questionados quando a pauta é Bitcoin, porém, os investidores contam com recursos de proteção. Como havíamos mencionado, por conta do serviço de blockchain, as transações são criptografadas, sendo que corretoras e carteiras costumam ser confiáveis.

Todavia, para que você deite a cabeça no travesseiro e durma com tranquilidade, dê preferência para exchanges de qualidade, levando em conta os níveis de segurança. Como essa criptomoeda não é controlada por instituições financeiras ou governos, também não há o risco de interferência na cotação ou confisco de Bitcoins.

📌 ACEITAÇÃO

Diferentemente do final da década de 2000, o Bitcoin é muito mais conhecido hoje em dia e isso reflete na liquidez da moeda, permitindo uma transação rápida.

Boa parte do mercado já demonstra aceitação diante da utilização do Bitcoin como moeda ou mesmo reserva de valor, o que gera mais credibilidade e confiança.

📌 ESCASSEZ

Traçando um paralelo com o ouro, o Bitcoin é um criptoativo escasso. Há algo em torno de 18,73 milhões espalhados pelo mundo para se ter uma ideia.

Na contramão da impressão desenfreada de dinheiro pelos bancos centrais de cada país, os Bitcoins têm um limite de 21 milhões, minimizando a mineração aos poucos.

Isso configura como uma boa notícia para quem deseja formar uma reserva de valor, especialmente por ser um ativo que não corre o risco de problemas inflacionários.

Mesmo com a altíssima volatilidade presente nessa moeda digital, o Bitcoin tem servido como importante fator de diversificação no cenário cambial. 

CARTEIRA DE CRIPTOATIVOS DA CAPITALIZO

A nossa Carteira Recomendada iniciou em Março de 2021 e tem como objetivo trazer retornos acima da média do mercado, com a alocação em ativos consolidados, como é o caso do Bitcoin, e também em outras criptos com forte potencial de crescimento.

90% da Carteira utiliza a Estratégia de Longo Prazo e 10% são posições Táticas, onde buscamos também ganhos de curto e médio prazos ou criptos com forte potencial de valorização e ”fora do radar”.

Como é possível observar no gráfico abaixo, desde o início, em março de 2021 até hoje, a carteira mantém uma rentabilidade bem superior ao Bitcoin:

Entendemos que ter um percentual da sua carteira em Bitcoins e outras criptos faça todo o sentido.

Além disso, nas nossas recomendações, fazemos o que chamamos de “gerenciamento da posição”, aproveitando os momentos de forte alta para avisar aos nossos clientes para que diminuam a posição, e os de forte baixa, para que aumentem.

Dessa forma, aproveitamos, de maneira inteligente, a maior volatilidade do mercado de criptoativos.

CONHEÇA OS RESULTADOS HISTÓRICOS DA NOSSA CARTEIRA DE CRIPTOATIVOS E MAIS DETALHES SOBRE A ESTRATÉGIA

×