Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Realizamos um estudo com ações listadas na B3 para identificar as mais baratas em relação ao seu lucro. Dessa forma, formamos um Ranking de Preço Lucro (P/L).

O P/L é uma fórmula que estima o tempo, levando em conta que a empresa mantenha os seus lucros, que suas ações levarão para "devolver" ao investidor o valor pago por ela. Abaixo temos o cálculo:

P/L = Cotação da Ação / Lucro Por Ação

Exemplo: Ação cotada R$ 20,00 e o lucro líquido anual por ação R$ 4,00.

Calculando o P/L, temos: 20/4= 5.

Portanto, serão necessários cinco anos para o retorno do investimento.

Como funciona o indicador

O P/L é um indicador amplamente utilizado, em função da facilidade do cálculo e pela possibilidade de comparação com outras empresas.

Quanto mais elevado for o P/L da companhia, maior será a disposição do mercado em pagar pelos lucros da mesma. Um P/L elevado também pode indicar que o mercado tem expectativas altas para o papel.

Um P/L baixo pode mostrar que o mercado não está tão confiante em relação as ações da empresa. Porém, também pode indicar que aquela ação pode ser uma boa oportunidade que ainda não foi percebida pelo mercado. Dessa forma, um múltiplo baixo pode indicar que a ação da empresa está atrativa.

É importante ressaltar que alguns analistas e investidores trabalham com o conceito do P/L esperado, na qual incluem a previsão de lucro dos 12 meses seguintes.

Cuidados ao usar o indicador

É importante frisar que o indicador P/L não deve ser analisado de forma isolada. O ideal é sempre utilizá-lo em conjunto de outros indicadores. Além disso, não recomendamos utilizar o indicador fazendo comparações com ações de diferentes setores.

Por fim, vale a pena comentar que o indicador P/L pode ser um bom termômetro sobre a confiança dos investidores. Porém,  não necessariamente é um indicador preciso na avaliação da saúde financeira das companhias.

O Ranking

Abaixo separamos 5 ativos que atualmente estão com P/L abaixo de 4, dentre os principais ativos que acompanhamos:

EMPRESA CÓDIGO P/L
Cyrella CYRE3 3,45
Marfrig MRFG3 3,50
Taurus TASA4 3,58
Petrobrás PETR4 3,74
Pão de Açúcar PCAR3 3,88
Confira detalhes sobre cada uma dessas empresas:

CYRELLA (CYRE3)

A Cyrela foi fundada em 1962, em São Paulo-SP e abriu capital na bolsa de valores em 2005. Incorporou a Goldsztein em 2009 e a Andrade Mendonça em 2011. Atua com incorporação, compra e venda de imóveis, contando com uma posição de liderança na indústria. São mais de 50 anos de história, mais de 2.600 funcionários (entre obras e administrativo), e mais de 200.000 clientes.

Seu fundador, Elie Horn, é, não só uma das pessoas mais ricas do Brasil, como uma das figuras mais fantásticas do nosso país, tanto como empresário como pelas ações de filantropia que exerce. O empresário conseguiu imprimir um estilo único à Cyrela e é esse um dos motivos pelos quais é uma empresa tão respeitada no mercado.

Quanto aos últimos resultados da companhia, destaque para o crescimento de mais de 101% da receita líquida no 2T21, na comparação com o mesmo período do ano anterior. O mais surpreendente, no entanto, foram os importantes ganhos de margens operacionais, com a margem líquida, por exemplo, saltando 11,3 p.p. na mesma base comparativa.

MARFRIG (MRFG3)

A Marfrig é a segunda maior produtora de proteína no mundo, com foco exclusivo em carne bovina e ovina. A empresa tem capacidade para mais de 33 mil abates por dia, com pouco menos da metade vindo do Brasil (16 mil cabeças) e outros 40% vindo dos Estados Unidos (13 mil). Quanto às receitas, por outro lado, 70% vem da operação da América do Norte; apenas os outros 30% vem da América do Sul.

Quanto aos últimos resultados, a Marfrig reportou crescimento de 9,0% de sua receita líquida no 2T21, comparando com o mesmo período de 2020. O grande impulso veio das divisões localizadas na América do Sul, com alta de mais de 14% de receitas.

Já em relação ao lucro líquido, este ficou na casa de R$ 1,7 bilhão no segundo trimestre de 2021, com alta de 9,0% em relação ao 2T20. Com isso, a administração da empresa propôs a distribuição de cerca de R$ 958 milhões em dividendos.

TAURUS (TASA4)

Sediada em São Leopoldo/RS, a Taurus é uma empresa estratégica de defesa com presença consolidada nos mercados de armas no Brasil e nos EUA. A companhia conta com diversos modelos de pistolas e armas táticas, empregando mais de 2,1 mil funcionários e com exportação para mais de 100 países.

Quanto aos resultados do 2T21, a receita líquida ultrapassou os R$ 651 milhões, com alta de quase 49% em relação ao 2T20. O grande destaque ficou para as receitas advindas do mercado interno, registrando ganhos de 112%. Já no mercado externo, os ganhos foram menores, na casa de 35%.

A Taurus finalizou o trimestre com lucro líquido de R$ 193,6 milhões, sendo 395% superior ao lucro apresentado um ano antes. Destaque para o ganho de 9,6 p.p. de margem Ebitda.

PETROBRÁS (PETR4)

A Petrobras é uma empresa estatal brasileira, sendo considerada como uma das maiores do mundo, estando presente em cerca de 19 países de cinco continentes. A companhia é líder mundial no desenvolvimento de tecnologia avançada para a exploração petrolífera em águas profundas e ultra profundas.

O segundo trimestre de 2021 marcou um dos melhores resultados da história de Petrobrás. A receita de vendas ultrapassou a marca dos R$ 110,7 bilhões, representando um crescimento de 117,5% na comparação anual. Mesmo que o 2T20 tenha sido marcado pelos efeitos da pandemia, não dá para deixarmos de considerar a forte geração de receitas de Petrobras.

A companhia ainda fechou o 2T21 com lucro líquido de mais de R$ 42,8 bilhões, revertendo o prejuízo líquido apresentado no mesmo período do ano anterior. Adicionalmente, a empresa informou que distribuirá R$ 31,6 bilhões em dividendos.

PÃO DE AÇÚCAR (PCAR3)

O Grupo Pão de Açúcar (GPA) é uma empresa de comércio varejista brasileira controlada pelo grupo francês Casino, dona de várias das principais marcas do setor no Brasil, sendo integrantes de seu portfólio negócios como o Pão de Açúcar, o Extra, o Compre Bem e o Assaí. É também a maior empresa varejista do Brasil, de acordo com o ranking da Sociedade Brasileira de Varejo e Comércio de 2018, contando com 1.059 lojas e mais de 99 mil funcionários.

Com os papéis da companhia enfrentando um ano bastante agitado, o grupo apresentou receita líquida de quase R$ 11,9 bilhões no 2T21, representando queda de 5,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. Entretanto, destaque positivo para o ganho de 0,1 p.p. de margem bruta entre os períodos.

Por fim, a empresa reportou lucro líquido de apenas R$ 4,0 milhões, representando queda de praticamente 96% em relação ao apresentado no 2T20.

Quer receber as melhores recomendações de ações para montar sua carteira de longo prazo?

Dentre tantas empresas consideradas "baratas" na bolsa de valores e que podem representar boas oportunidades, como saber exatamente em quais investir?

Conheça o Invista em Ações, o produto que vai te ajudar a construir e diversificar seu patrimônio. Receba análises e recomendações para a montagem da sua carteira de ações e conheça os ativos que podem trazer altos retornos em longo prazo. Acompanhe a nossa recomendação de diferentes Carteiras e invista com o suporte e acompanhamento da melhor equipe de analistas do mercado.

O Invista em Ações traz as análises e recomendações de boas empresas e é dividido em seis carteiras recomendadas, cada uma visando um objetivo específico: Dividendos, Crescimento, Top Recomendadas, Small Caps, Buy and Hold Raiz e Internacionais

Fique por dentro ainda dos avisos de pagamentos de dividendos, fatos relevantes, análises setoriais e análises de relatórios trimestrais e anuais.

Lembre-se: sendo cliente Capitalizo, você também:

✅ Tem acesso total a nossa equipe de atendimento por e-mail, WhatsApp e Telegram
✅ Recebe materiais, e-books e relatórios exclusivos
✅ Pode solicitar uma análise de seus investimentos já existentes
✅ Assiste às mentorias fechadas para clientes e tira suas dúvidas direto com o Tiago Prux

Nossos resultados

Confira, nas imagens abaixo, os resultados em rentabilidade de algumas de nossas carteiras que compõem o produto Invista em Ações!

A nossa Carteira Crescimento, portfólio de longo prazo que tem o objetivo de garimpar oportunidades nas melhores empresas do Brasil e do mundo com forte potencial de rentabilização, valorizou, desde agosto de 2017, mais de 124%, contra 78,13% do Ibovespa e 59,43% do Dow Jones, no mesmo período!

Rentabilidade da Carteira de Crescimento Capitalizo

Desde abril de 2018, a Carteira Dividendos do produto Invista em Ações já valorizou, só em rentabilidade das ações que a compõem, mais de 97%! No gráfico abaixo, comparamos a valorização da carteira da Capitalizo com o Ibovespa, que subiu apenas 77,94% no mesmo período:

Rentabilidade da Carteira de Dividendos Capitalizo

Acesse agora nossas recomendações de diferentes Carteiras 

Carteira Dividendos

Carteira Crescimento

Carteira Top Recomendadas

Carteira Small Mid Caps

Carteira Buy & Hold Raiz

Carteira de Ações Internacionais

Recomendações de Fundos de Ações

Atendimento Exclusivo Capitalizo

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795
Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855
Roberto Martins de Castro Neto, CNPI EM-2423

___

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Capitalizo Análises e Recomendações – CNPJ: 27.253.377/0001-09 
© 2022 – Todos os Direitos Reservados.

Receba nossos relatórios Grátis