Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Ao estudarmos as empresas com capital aberto na Bolsa de Valores, nos deparamos com uma forte presença de companhias multinacionais, que possuem suas atividades e seus mercados espalhados por várias regiões do planeta. Portanto, seus ganhos podem se dar através das mais variadas moedas possíveis.

Tratando-se de moedas, não há como não pensarmos no dólar, que já é, há algum tempo, a moeda utilizada como “padrão” para negociações internacionais.

Observando mais especificamente as companhias brasileiras, vemos muitos exemplos de empresas que possuem parte de suas receitas dolarizadas, ou seja, em função do dólar americano. Isto tende a trazer certos benefícios e riscos que devem ser levados em consideração.

Quais as Vantagens de Possuir Receitas Dolarizadas?

Como primeira vantagem, merece destaque a diversificação. O fato de uma empresa brasileira possuir parte de suas receitas atreladas ao dólar indica que a mesma detém seus mercados localizados ao redor do mundo. Isto pode ser encarado como um grande aliado para que a companhia busque expandir ainda mais seus horizontes de atuação, ganhando novos mercados e, consequentemente, agregando valor ao seu fluxo de receitas.

A diversificação também pode ser benéfica em momentos de crise, principalmente se estas forem pontuais em determinadas regiões ou países. Por exemplo, muitas empresas que possuem parte de seus mercados localizados fora do Brasil, acabaram por sofrer menos os impactos de nossa recessão entre 2015 e 2017, dado que a demanda lá fora não foi afetada.

Outra vantagem da dolarização está ligada ao próprio dólar. Como comentado, o dólar americano é a “moeda padrão” das negociações na maioria dos países. E quando comparado ao nosso Real, vemos o quão forte o dólar se mostra, sofrendo com menores efeitos de desvalorização.

Por fim, e ainda na linha da desvalorização, podemos destacar a importância de se haver receitas dolarizadas em meio a variações do nosso câmbio. Em momentos de enfraquecimento do Real, estas empresas podem ser beneficiadas.

Existem Riscos?

Sim, e o principal deles é a própria variação do câmbio. A maioria destas companhias utilizam instrumentos derivativos para suavizar os impactos das oscilações cambiais, tanto em casos de valorização quanto em desvalorização.

Em caso de súbita alta do dólar, por exemplo, esses instrumentos derivativos podem gerar fortes efeitos negativos nos resultados financeiros das empresas.

Entretanto, vale ressaltar que esses instrumentos são importantes para contrapor alguns ganhos que por ventura venham a distorcer os resultados. Alguns destes ganhos podem ter sido gerados simplesmente pelo fortalecimento do dólar, e não devido a possíveis melhorias operacionais promovidas pela companhia.

Exemplos de Empresas com Receitas em Dólar

No Brasil, existem alguns setores que costumam apresentar forte dolarização, como por exemplo o de alimentos e bebidas, metal mecânico, de siderurgia e de moda. Para cada um destes setores, podemos extrair algumas empresas, como: Minerva, Marfrig, Weg e Alpargatas.

A Minerva (BEEF3) é uma das maiores produtoras de carnes in natura e seus derivados na América do Sul, atuando também na exportação de gado vivo e no processamento de carne bovina, suína e de aves. Cerca de 43% das receitas da companhia advém das operações no Paraguai, Argentina, Uruguai e Colômbia.

A Marfrig (MRFG3) é a segunda maior produtora de carne bovina do mundo, com uma plataforma de produção diversificada nas Américas. Em torno de 72% de suas receitas resultam das operações na América do Norte, por exemplo.

A Weg (WEGE3) é uma companhia de carácter global, voltada para o desenvolvimento e produção de equipamentos eletroeletrônicos, com destaque para as soluções em máquinas elétricas, de automação e tintas. No caso da Weg, cerca de 54% de suas receitas são oriundas do mercado externo.

A Alpargatas (ALPA4) é uma das maiores empresas voltadas para a comercialização de calçados do Brasil, detendo em seu portfólio cinco diferentes marcas, sendo uma delas a Havaianas. Os negócios internacionais da companhia representam mais de 26% das receitas.

Vale lembrar que, além da nossa Carteira de Ações Internacionais, cerca de 40% das nossas recomendações de longo prazo possuem algum tipo de receita em dólar ou operações no exterior.

Rentabilidade das Ações na B3

O gráfico abaixo apresenta a rentabilidade das ações das cinco companhias citadas, nos últimos 12 meses, em comparação com o índice Bovespa:

Nos últimos 12 meses, temos: ALPA4 com alta de +16,22%, MRFG3 que subiu +16,49% e WEGE3 que teve expressiva valorização de +117,14%. BEEF3 foi a única que sofreu desvalorização: -20,91%.

No mesmo período, o Ibovespa subiu apenas 1,22%, enquanto o dólar subiu +27,56%.

Por fim, cabe ressaltar que o simples fato da empresa deter parte de suas receitas dolarizada não é garantia de bons resultados. Portanto, antes da realização dos investimentos, torna-se recomendado um intenso estudo a respeito das companhias, o que pode ser auxiliado com o acompanhamento de especialistas.

Quer receber as melhores recomendações de ações para montar sua carteira de longo prazo expondo-se ao Dólar?

Isso você encontra no nosso produto INVISTA EM AÇÕES!

Além das recomendações de empresas dolarizadas, como as do exemplo acima, o produto conta também com a Carteira Internacional. Nela, você tem acesso às recomendações de ações de empresas estrangeiras e pode adquirir tanto as stocks (ações diretas) como os BDR's, certificados que replicam os ativos internacionais aqui no Brasil.

O Invista em Ações é o guia que vai te ajudar a construir e diversificar seu patrimônio. Receba análises e recomendações para a montagem da sua carteira de ações e conheça os ativos que podem trazer altos retornos em longo prazo. Acompanhe a nossa recomendação de diferentes Carteiras e invista com o suporte e acompanhamento da melhor equipe de analistas do mercado.

Acesse agora nossas recomendações de diferentes Carteiras 

Carteira Dividendos

Carteira Crescimento

Carteira Top Recomendadas

Carteira Small Mid Caps

Carteira Buy & Hold Raiz

Carteira de Ações Internacionais

Recomendações de Fundos de Ações

Atendimento Exclusivo Capitalizo e Avaliação dos seus investimentos

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Atendimento

E-mail

contato@capitalizo.com.br

Telefone

4003-9127 (para todo Brasil)
em dias úteis, das 8:30 às 17:30

Redes Sociais

Pagamento

Segurança

Capitalizo Análises e Recomendações – CNPJ: 27.253.377/0001-09 
© 2019 – Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por: Vezy

Receba nossos relatórios Grátis