Dividend Yield das Ações estão maiores que a Selic?

dividend yield em acoes

Será que é possível encontrar ações que paguem mais dividendos do que a taxa Selic?

No último dia 22 de setembro, o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central brasileiro decidiu subir a taxa Selic em 1,00 p.p., levando a taxa básica de juros para 6,25%. E, ao que tudo indica, deverá fazer mais um ajuste do mesmo tamanho, na próxima reunião. 

A meta da taxa Selic, que já chegou a atingir 26,5% no início dos anos 2000, vinha passando por alguns períodos de cortes, principalmente, após o final de 2016. Recentemente, esse movimento foi interrompido especialmente em função da inflação que tem se mostrado persistente nos últimos 12 meses. A expectativa é de que a Selic termine 2021 em 8,25%.

Abaixo, temos a variação da taxa de juros, nos últimos anos:

Empresas que podem pagar bons dividendos em 2022

Abaixo listamos algumas empresas que podem pagar, em 2022, bons dividendos (inclusive acima da Selic). Lembrando que, consideramos o preço atual das ações para fazer essa projeção de pagamento de dividendos:

BB Seguridade (BBSE3)

A BB Seguridade é uma empresa de seguros pertencente ao Banco do Brasil. A empresa conta com mais de 20 mil corretores credenciados que, espelhados por todo o território nacional, comercializam seguros patrimoniais, de veículos e outros.

Em 2021, as ações da empresa, BBSE3 acumulam uma baixa de 28%. A BB Seguridade, que já vinha sofrendo com a baixa da taxa de juros nos últimos anos, teve seus resultados do final de 2020 e do início desse ano afetados pelo Covid (que aumentou a sinistralidade) e também pela alta da inflação (que impactou planos mais antigos). O resultado disso, foi menores lucros e dividendos.

Para o segundo semestre de 2021, esperamos o início da normalização dos resultados e uma melhora consistente em 2022, com mais lucros e dividendos. 

Considerando o preço atual de BBSE3 (20,30), nosso yield esperado em 2022 é de até 9%. Fora a possibilidade de recuperação dos preços das ações. 

Banco do Brasil (BBAS3)

O Banco do Brasil é um banco brasileiro de economia mista, ou seja, o Governo Federal do Brasil possui 50% das ações da empresa. Além disso, ele também é o maior banco da américa latina, com a maior rede de agências do Brasil e no exterior.

Em 2021, as ações da empresa, BBAS3 acumulam uma baixa de 17%. Desde o início da crise do Covid, em 2020, os grandes bancos tiveram uma serie de restrições como menores pagamentos de dividendos e proibição de redução de capital. Além disso, a crise fez com que as previsões sobre perdas explodissem, fazendo com que lucros e dividendos caíssem muito forte. 

Para o segundo semestre de 2021, os grandes bancos, como o BB, podem começar o processo de reversão de provisões e de maiores lucros. Além disso, já esperamos um impacto positivo em função do aumento recente da taxa de juros. Ou seja, lucros e gordos dividendos estão no nosso horizonte. 

Considerando o preço atual de BBAS3 (30,70), nosso yield esperado em 2022 é de até 9,5%. Fora a possibilidade de valorização dos preços das ações, que estão muito baratas. 

Sanepar (SAPR11)

A Companhia de Saneamento do Paraná é a empresa brasileira que possui a concessão dos serviços públicos de saneamento básico no estado do Paraná.

Somente em 2021, as ações SAPR11 estão com uma baixa de mais de 25%. A empresa, que já vinha sofrendo com a falta de chuvas no Paraná, ainda foi afetada pela crise gerada pelo Covid, pelo aumento de tarifas abaixo do esperado e, recentemente, pela possibilidade de uma crise hídrica mais forte em todo o Brasil. 

Caso não tenhamos nenhum tipo de apagão ou racionamento e as chuvas mantenham o ritmo do início de outubro, é possível que Sanepar tenha uma melhora substancial nos seus resultados no ínicio de 2022. 

Levando em conta a queda das ações o preço atual (18,66), é possível que, em uma cenário mais otimista, SAPR11 tenha dividend yield de de até 10%, em 2022.

Vale ressaltar, no entanto, que os valores de dividend yield para os tempos futuros referem-se apenas a estimativas, não sendo garantias de rendimentos para os trimestres.

Nossas recomendações

Por isso, é importante contar com uma equipe profissional para selecionar os melhores ativos para sua carteira.

Então, se o seu interesse é em dividendos, aqui na Capitalizo você conta com uma carteira exclusiva para recebimento de proventos. É uma seleção de ativos perfeita para o longo prazo ou para aposentadoria.

Abaixo temos a rentabilidade da carteira sem levar em conta os proventos recebidos. Confira:

Desempenho da Carteira de Dividendos

E se por acaso você tem mais interesse em diversificação, a Carteira Tiago Prux abrange ativos bons pagadores de dividendos aqui no Brasil e também no exterior.

Então, se você tem um perfil buy and holder, pode seguir a Carteira Tiago Prux adquirindo o Carteiras Capitalizo. Ela é montada pelo nosso time de analistas e é composta por Ações, Fundos de Ações, Criptoativos, Renda Fixa e demais ativos que possam agregar rentabilidade e ótimos proventos ao portfólio.

Desempenho Carteira Tiago Prux

E você, quer receber as melhores recomendações de empresas boas pagadoras de dividendos? Conheça o nosso produto Carteiras Capitalizo e veja as nossas preferidas em distribuição de proventos.

Assim, você impulsiona seus investimentos com as mais completas análises e recomendações de papéis do mercado. Você também recebe semanalmente notificações das ações recomendadas, como avisos de pagamentos de dividendos, fatos relevantes, análises setoriais e análises de relatórios trimestrais e anuais.

Carteiras Capitalizo

Lembre-se: sendo cliente Capitalizo, você também

✅ Tem acesso total a nossa equipe de atendimento por diversos canais
✅ Recebe materiais, e-books e relatórios exclusivos
✅ Pode solicitar uma análise de seus investimentos já existentes
✅ Assiste às mentorias exclusivas para clientes e tira suas dúvidas direto com o Tiago Prux

Não perca mais tempo, oportunidades e muito menos dinheiro. Confira nossa linha de produtos!

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

Roberto Martins de Castro Neto, CNPI EM-2423

___

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.

Vale a pena poupar investindo no Tesouro Direto?

investindo no Tesouro Direto

O simples ato de acumular dinheiro já é válido, mas sempre escutamos que uma boa forma de se fazer isso é na poupança. Conforme já comentamos outras vezes, em alguns casos, para aplicações de curtíssimo prazo, a poupança pode ter vantagens em relação a outros produtos, mas para investimentos com prazos de resgate superiores a 12 meses, dificilmente a poupança vai ser uma boa opção.

Abaixo, temos um comparativo em longo prazo entre Tesouro Direto x Poupança. Fizemos questão de colocar um Título Público, por ser a aplicação mais segura do mercado, garantida pelo Tesouro Nacional.

Fizemos questão, também, de usar como exemplo uma aplicação que nos proteja contra a alta da inflação em longo prazo, ou seja, simulamos a aplicação com NTN ou Notas do Tesouro Nacional, que nos garantem a correção do dinheiro pela inflação somadas a uma Taxa Fixa.

A simulação

Vamos supor que compramos, por exemplo, uma Título que nos remunere com IPCA+4,09% ao ano. Isso significa que, aconteça o que acontecer, nosso dinheiro será corrigido pela inflação, medida pelo IPCA (seja ela de 2% ou 40% ao ano) e, sobre esse valor corrigido, ainda vamos ganhar mais 4,09%.

A inflação é o pior inimigo de um investidor em longo prazo, pois ela corrói o poder de compra do nosso dinheiro. De nada adianta, por exemplo, a poupança render 5%, se inflação bater 7%.

Outros balizadores utilizados nessa simulação:

Inflação utilizada: 5,85% (que foi a média do IPCA nos últimos 10 anos). Em 2019, a inflação foi de 4,30%.

Taxa Fixa: 4,09%;

Aplicação inicial: R$ 10.000,00;

Aportes mensais: R$ 500,00 (lembrando que o mínimo de aplicação no Tesouro é R$ 30,00);

Título Público utilizado: Tesouro IPCA+ 2035. Vencimento em 15/05/2035.

A simulação abaixo foi feita diretamente no site do Tesouro Direto.

Resultados da simulação (considerando o resgate em maio/2035):

Enquanto na poupança o valor projetado é de R$122.497,05, nos Títulos do Tesouro o montante é de R$204.754,62. Nesse caso, a diferença de ganho a favor do Tesouro Direto seria de aproximadamente 40% . Vale ressaltar que os ganhos do Tesouro acima citados já são líquidos de taxas e Imposto de Renda.

E você, está esperando o que para sair da poupança e investir no Tesouro Direto.

Quer receber as melhores análises e recomendações para a montagem da sua Carteira de Investimentos?

Conheça o Carteiras CapitalizoIdeal para quem quer montar uma Carteira Diversificada de Investimentos, com o produto mais completo do mercado.

O Carteiras Capitalizo conta as recomendações dos nossos Produtos Top Fundos e Invista em Ações, além das recomendações de Títulos de Renda Fixa, incluindo Tesouro Direto. Além disso, tenha acesso a três Carteiras Diversificadas (Conservadora, Moderada e Agressiva).

Acesse agora nossas recomendações de diferentes classes de ativos para a montagem da sua Carteira de Investimentos

Títulos de Renda Fixa e Tesouro Direto

5 Carteiras de Ações (Dividendos, Crescimentos, Top Recomendadas, Small Caps, Buy & Hold Raiz e Ações Internacionais)

Recomendações de Fundos de Investimentos (Renda Fixa, Multimercados, Ações, Previdência e no Exterior)

Carteira de Fundos Imobiliários

Carteiras Diversificadas (Conservadora, Moderada e Agressiva)

Atendimento Exclusivo Capitalizo

___

Analistas Responsáveis

Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795

Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855

___

Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.